Ditadura Militar de 1964

Área destinada a discussões sobre História, Sociedade, Comportamento e Filosofia

Ditadura Militar de 1964

Avatar do usuário
Titoff
Mensagens: 269
Registrado em: Ter, 17 17America/Sao_Paulo Março 17America/Sao_Paulo 2020 - 11:47 am

Mensagem por Titoff »

Amanhã, 1o de abril - dia da mentira - o golpe militar de 1964 faz aniversário.

De meu lado, não entendo como alguém pode achar que foi positivo, uma "ditadura do bem."

Quem assim acha, costumo perguntar no que o Brasil estava melhor em 1985 em relação a 1964. Educação, saúde, violencia, economia, distribuição de renda? Nada disso.

Só para citar alguns pontos, foi quando as polícias passaram a se associar fortemente com o crime organizado e o índice de homicídios só foi aumentando (pegando SP, pois parece que -obviamente - não temos muito dados sobre isso no período em outros lugares). A hiperinflação também é cria da ditadura; teve que voltar a democracia civil para resolver o problema.

Caso algum defensor insista na "redentora," pergunto o que acha dos ataques de falsa bandeira, objetivando matar a população para colocar a culpa nos "comunistas." O do Rio Centro foi o mais famoso, mas não foi o único. Alguns resultaram em assassinato através do terrorismo realizado pelos criminosos que tomaram o Estado.

Isso para não mencionar a falta de transparencia com os contratos públicos, censura, mortes e tortura.

Geralmente os argumentos a favor podem ser interpretados como nostalgia da época em que se era jovem. Trocando em miúdos, e desculpem meu francês, soa mais com um "naquela época eu tinha uma ereção satisfatória e comia gente."

Re: Ditadura Militar de 1964

Avatar do usuário
Cinzu
Mensagens: 345
Registrado em: Seg, 02 02America/Sao_Paulo Março 02America/Sao_Paulo 2020 - 16:06 pm

Mensagem por Cinzu »

Talvez a falsa impressão das pessoas em pensarem que naquela época não existia corrupção, a economia ia bem e tudo era perfeito, deve-se ao controle do governo sob a mídia. Os noticiários basicamente eram propagandas do governo, onde tudo passava pelo crivo da censura e só mostrava-se o que era de interesse ao ditadores. Até mesmo as músicas com críticas e questionamentos ao regime, eram censuradas.

As pessoas hoje atacam a imprensa por mostrar os podres dos políticos, mas não se dão conta que se não fosse por ela, a população sequer teria noção do que foi o Mensalão, Petrolão, Operação Lava jato, e demais escândalos de corrupção que são noticiados no dia a dia. Nada disso aconteceria se não fosse pela independência dos poderes, avanços da justiça em investigar crimes públicos, e liberdade da imprensa em expor as autoridades públicas.

Re: Ditadura Militar de 1964

Avatar do usuário
Zero
Mensagens: 121
Registrado em: Sex, 28 28America/Sao_Paulo Fevereiro 28America/Sao_Paulo 2020 - 13:29 pm

Mensagem por Zero »

Complementando as colocações do Cinzu.

21 mitos sobre a ditadura militar

https://super.abril.com.br/especiais/21 ... a-militar/

Bem extenso, mas traz muitas informações relevantes.

Re: Ditadura Militar de 1964

Avatar do usuário
Fernando Silva
Conselheiro
Mensagens: 639
Registrado em: Ter, 11 11America/Sao_Paulo Fevereiro 11America/Sao_Paulo 2020 - 08:20 am

Mensagem por Fernando Silva »

Eu vivi o antes e o depois. Eu sei da bagunça e do medo que havia antes. Greves e comícios por toda a parte. Faltava gás porque a CEG estava em greve e tínhamos que cozinhar em fogareiros a carvão improvisados. Fazendas eram atacadas e destruídas por grupos como as Ligas Camponesas de Francisco Julião. O presidente falava abertamente em desapropriações.

Brizola e outros tentavam jogar os militares uns contra os outros para enfraquecê-los. Ora bolas, foi isto que os comunistas fizeram na Rússia em 1917. É algo estudado nas escolas militares de todo o mundo. Dá para acreditar em que as Forças Armadas ficariam assistindo sem reagir?

A revolução cubana era recente e muitos esquerdistas deixavam claro que era isto que eles queriam no Brasil.

Havia guerrilheiros sendo treinados com dinheiro e especialistas cubanos e chineses. Isto é um fato que a esquerda reconhece, embora apresente esses terroristas como heróis. E aconteceu antes da ditadura e não como reação a ela.

Lembro do dia da revolução e dos vizinhos gritando de felicidade: "O Jango fugiu! O Jango fugiu!"

As esquerdas tentam nos convencer de que foram duas décadas de medo e opressão, com as pessoas deprimidas e apavoradas sendo e presas e torturadas por toda a parte. Sim, a tortura e as prisões arbitrárias existiram e foram absurdas, mas a vida da maioria das pessoas não mudou.

Eu, por exemplo, tive parentes presos e exilados e (segundo me disseram muito depois) até torturados, mas, ao mesmo tempo, tive uma vida perfeitamente normal. Vivi minha adolescência, estudei, fiz faculdade, comecei a trabalhar, viajei para o exterior etc.
Ditadura? Era algo que eu lia nos jornais.

Re: Ditadura Militar de 1964

Avatar do usuário
Titoff
Mensagens: 269
Registrado em: Ter, 17 17America/Sao_Paulo Março 17America/Sao_Paulo 2020 - 11:47 am

Mensagem por Titoff »

Eu chego a rir quando vejo alguns mais exaltados pedindo AI5 ou volta da ditadura. É o que foi falado: tente mostrar essa revolta com o governo e sua lista de reivindicações numa ditadura para você ver.

Mas @Fernando Silva, quantos guerrilheiros financiados pelos comunistas eram treinados no Brasil e iriam derrotar as forças armadas, tomar um país continental, subjugar a população - que era em massa contra - e instituir um governo?

Não me parece nada que não poderia ser resolvido sem criar uma "ditadura do bem," que até atentados terroristas contra a própria população realizou.

No mais, teve gente que viveu tranquila, claro, apesar de ter sido um período de deterioração de várias áreas. Lembro-me até de entrevista do jogador Petkovic dizendo que a vida na Iugoslávia socialista foi muito boa para ele e a família: todos tinham emprego, comida na mesa, viajavam nas férias, etc. Porém não acho que isso permite dizer que a ditadura comunista foi bacana. É importante ter a visão anedótica de indivíduos que viveram certo período, mas é necessário dar uns passos para trás e ver a coisa num todo também, incluindo resultados e esclarecimento de mentiras.

Re: Ditadura Militar de 1964

Avatar do usuário
Fernando Silva
Conselheiro
Mensagens: 639
Registrado em: Ter, 11 11America/Sao_Paulo Fevereiro 11America/Sao_Paulo 2020 - 08:20 am

Mensagem por Fernando Silva »

Titoff escreveu:
Qua, 01 01America/Sao_Paulo Abril 01America/Sao_Paulo 2020 - 11:22 am
No mais, teve gente que viveu tranquila, claro, apesar de ter sido um período de deterioração de várias áreas. Lembro-me até de entrevista do jogador Petkovic dizendo que a vida na Iugoslávia socialista foi muito boa para ele e a família: todos tinham emprego, comida na mesa, viajavam nas férias, etc. Porém não acho que isso permite dizer que a ditadura comunista foi bacana. É importante ter a visão anedótica de indivíduos que viveram certo período, mas é necessário dar uns passos para trás e ver a coisa num todo também, incluindo resultados e esclarecimento de mentiras.
Aí é que está: não é que "teve gente que viveu tranquila". Pelo contrário, a maioria dos brasileiros daquele tempo se lembra de uma época de tranquilidade e segurança. Mas, é claro, o que aparece nos livros e nas entrevistas é a opinião dos que sofreram com a censura e as prisões. Ou a de quem não viveu aquela época, mas "lembra" disto ou daquilo. Se a pessoa não pesquisar, chegará a conclusões totalmente falsas.

O fato de ter havido prisões arbitrárias e tortura foi horrível, mas não muda isto. Da mesma forma, não muda diretamente minha vida o fato de haver hoje, sem ditadura, tiroteios frequentes na favela em frente, com AR-15 e metralhadoras. Eu ignoro e sigo minha vida. A vizinhança faz o mesmo.

E, muito importante, se foi ruim termos essa revolução em 1964, como seríamos hoje sem ela? Muito da infraestrutura que temos, como comunicação por satélites, Itaipu e outros avanços são obra dos militares. Como estaria o Brasil se tivesse havido desapropriação de terras e empresas por uma ditadura comunista?

Por que supor que teria sido necessariamente melhor?

Re: Ditadura Militar de 1964

Avatar do usuário
Fernando Silva
Conselheiro
Mensagens: 639
Registrado em: Ter, 11 11America/Sao_Paulo Fevereiro 11America/Sao_Paulo 2020 - 08:20 am

Mensagem por Fernando Silva »

Jornal da época
Anexos
O_Globo-22-01-1964.JPG

Re: Ditadura Militar de 1964

Avatar do usuário
Fernando Silva
Conselheiro
Mensagens: 639
Registrado em: Ter, 11 11America/Sao_Paulo Fevereiro 11America/Sao_Paulo 2020 - 08:20 am

Mensagem por Fernando Silva »

2
Anexos
Cuba_envia_exercitos-Globo_50_anos-17-06-1966-menor.jpg

Re: Ditadura Militar de 1964

Avatar do usuário
Fernando Silva
Conselheiro
Mensagens: 639
Registrado em: Ter, 11 11America/Sao_Paulo Fevereiro 11America/Sao_Paulo 2020 - 08:20 am

Mensagem por Fernando Silva »

3
Anexos
O_Globo-50_anos-3-menor.jpg

Re: Ditadura Militar de 1964

Avatar do usuário
Gigaview
Moderador
Mensagens: 1003
Registrado em: Seg, 02 02America/Sao_Paulo Março 02America/Sao_Paulo 2020 - 13:48 pm

Mensagem por Gigaview »

Fernando Silva escreveu:
Qui, 02 02America/Sao_Paulo Abril 02America/Sao_Paulo 2020 - 08:32 am
Titoff escreveu:
Qua, 01 01America/Sao_Paulo Abril 01America/Sao_Paulo 2020 - 11:22 am
No mais, teve gente que viveu tranquila, claro, apesar de ter sido um período de deterioração de várias áreas. Lembro-me até de entrevista do jogador Petkovic dizendo que a vida na Iugoslávia socialista foi muito boa para ele e a família: todos tinham emprego, comida na mesa, viajavam nas férias, etc. Porém não acho que isso permite dizer que a ditadura comunista foi bacana. É importante ter a visão anedótica de indivíduos que viveram certo período, mas é necessário dar uns passos para trás e ver a coisa num todo também, incluindo resultados e esclarecimento de mentiras.
Aí é que está: não é que "teve gente que viveu tranquila". Pelo contrário, a maioria dos brasileiros daquele tempo se lembra de uma época de tranquilidade e segurança. Mas, é claro, o que aparece nos livros e nas entrevistas é a opinião dos que sofreram com a censura e as prisões. Ou a de quem não viveu aquela época, mas "lembra" disto ou daquilo. Se a pessoa não pesquisar, chegará a conclusões totalmente falsas.

O fato de ter havido prisões arbitrárias e tortura foi horrível, mas não muda isto. Da mesma forma, não muda diretamente minha vida o fato de haver hoje, sem ditadura, tiroteios frequentes na favela em frente, com AR-15 e metralhadoras. Eu ignoro e sigo minha vida. A vizinhança faz o mesmo.

E, muito importante, se foi ruim termos essa revolução em 1964, como seríamos hoje sem ela? Muito da infraestrutura que temos, como comunicação por satélites, Itaipu e outros avanços são obra dos militares. Como estaria o Brasil se tivesse havido desapropriação de terras e empresas por uma ditadura comunista?

Por que supor que teria sido necessariamente melhor?
Análise perfeita. A realidade que foi registrada e divulgada para as gerações seguintes foi a "realidade" dos formadores de opinião daquela época, formada de gente que sofreu na pele pelo envolvimento direto ou indireto com a esquerda radical ou atuavam como agitadores para subverter e inflamar a sociedade contra o governo. A maioria desses formadores de opinião era de artistas, jornalistas, escritores, políticos, professores e estudantes. Não há dúvidas de que foram censurados, perseguidos, fichados, monitorados e muitos foram presos, torturados, exilados e anistiados. Na época quem não pertencia a esse grupo não tinha motivo para sentir medo, pelo contrário, havia uma certa sensação de segurança na população que percebia que os militares estavam no controle da situação. Essa percepção ajudou a consolidar o respeito e admiração do povo pelas Forças Armadas que ainda hoje estão no topo do ranking das instituições de melhor conceito no Brasil.

Re: Ditadura Militar de 1964

Avatar do usuário
Cinzu
Mensagens: 345
Registrado em: Seg, 02 02America/Sao_Paulo Março 02America/Sao_Paulo 2020 - 16:06 pm

Mensagem por Cinzu »

Fernando Silva escreveu:E, muito importante, se foi ruim termos essa revolução em 1964, como seríamos hoje sem ela? Muito da infraestrutura que temos, como comunicação por satélites, Itaipu e outros avanços são obra dos militares. Como estaria o Brasil se tivesse havido desapropriação de terras e empresas por uma ditadura comunista?

Por que supor que teria sido necessariamente melhor?
De fato não dá pra supor que seria melhor, mas esse excesso de obras megalomaníacas é muito mais um demérito do que mérito. Foram justamente essas ações que deram início ao maior período de aumento de gastos públicos no Brasil, e que pendura até hoje.

Os militares pegaram o país com uma carga tributária de cerca de 15% e entregaram com mais de 25%. A maior parte desse número absurdo de estatais, que muitos pensam terem sido criadas no governo PT, foi na verdade criada no regime militar. Políticas de protecionismo, subsídios, obras faraônicas, superfaturadas, inacabadas, e verdadeiros elefantes brancos como foi a Transamazônica: que levava o nada a lugar nenhum. É curioso que hoje, o único país do mundo que ainda gasta com obras colossais é a China, e que por sinal é criticada por isso.

E não bastasse o aumento de impostos para suprir a irresponsável política de gastos públicos, os militares tiveram ainda que literalmente imprimir moedas e se atolar em dívidas, que resultou no maior período de estagnação econômica e hiperinflação, que só foi estabilizada com o Plano Real. A dívida pública, por outro lado, carregamos até hoje.

A desculpa do regime militar era "salvar o Brasil do comunismo", mas a verdade é que foi um dos períodos mais próximo de um comunismo que já vivenciamos, no mesmo estilo da China de hoje: um verdadeiro socialismo de mercado com forte intervenção estatal.

Re: Ditadura Militar de 1964

Avatar do usuário
Cinzu
Mensagens: 345
Registrado em: Seg, 02 02America/Sao_Paulo Março 02America/Sao_Paulo 2020 - 16:06 pm

Mensagem por Cinzu »

Panorama de nosso Ministro da Economia a respeito do desenvolvimento econômico durante o regime militar:


youtu.be/362QehG-doA

Re: Ditadura Militar de 1964

Avatar do usuário
Titoff
Mensagens: 269
Registrado em: Ter, 17 17America/Sao_Paulo Março 17America/Sao_Paulo 2020 - 11:47 am

Mensagem por Titoff »

Alguns recortes de jornais da época e discurso de alguns políticos ou figuras extremistas não tem relevância para afirmar que haveria um exercito de guerrilheiros comunistas treinado, equipado e armado que - de novo - derrotaria as forças armadas, subjugaria a população que era em massa contra, tomaria um país continental e formaria uma ditadura comunista.

Os militares ganharam admiração mais por mídia chapa branca, censura e boa dose de panfletagem de um governo ditatorial. Havia o medo causado pela guerra fria, e usaram isso.

De novo: incharam o estado, aumentaram a desigualdade, e entregaram a economia, saúde, segurança e educação num estado pior. Além, como você disse, de torturas e atentados contra a própria população. Não, não vou achar que tais bandidos "salvaram" população de nada. Não dá para dizer como teria sido se assim não fosse, mas dá para avaliar como foi.

As forças armadas fariam bem se virassem a página desta história vergonhosa e parassem de se referir a criminosos como "heróis." Sei que tem mitares que assim sabem.

Re: Ditadura Militar de 1964

Avatar do usuário
Fernando Silva
Conselheiro
Mensagens: 639
Registrado em: Ter, 11 11America/Sao_Paulo Fevereiro 11America/Sao_Paulo 2020 - 08:20 am

Mensagem por Fernando Silva »

Titoff escreveu:
Qui, 02 02America/Sao_Paulo Abril 02America/Sao_Paulo 2020 - 11:25 am
Alguns recortes de jornais da época e discurso de alguns políticos ou figuras extremistas não tem relevância para afirmar que haveria um exercito de guerrilheiros comunistas treinado, equipado e armado que - de novo - derrotaria as forças armadas, subjugaria a população que era em massa contra, tomaria um país continental e formaria uma ditadura comunista.
Havia guerrilheiros com a intenção declarada de reproduzir aqui a revolução cubana. Isto é fato. A esquerda não esconde isto. Veja as referências mais abaixo.
Havia políticos, como Brizola, expropriando empresas e fazendas e incentivando a revolta de militares contra militares.
Havia o presidente - ligado a Brizola - falando abertamente em desapropriação.
E havia o MST da época queimando fazendas.

A coisa estava caótica, as pessoas estavam com medo, gritando "Cadê os militares que não fazem nada?!"
Imagem
Se teríamos virado outra Cuba ou não, mesmo hoje não dá para saber, quanto mais naquela época.
As decisões foram tomadas com base no que se sabia e se temia naquela época. Julgar as pessoas 56 anos depois não é válido.
Anexos
O_Globo-50_anos-9-menor.jpg
O_Globo-50_anos-5-menor.jpg

Re: Ditadura Militar de 1964

Avatar do usuário
Fernando Silva
Conselheiro
Mensagens: 639
Registrado em: Ter, 11 11America/Sao_Paulo Fevereiro 11America/Sao_Paulo 2020 - 08:20 am

Mensagem por Fernando Silva »

Brizola
Anexos
Brizola_incentiva_invasoes_de_terra-O_Globo-30-01-1962-menor.jpg
Brizola_expropriou_comanhia_telefonica_americana-O_Globo-31-03-1962-menor.jpg

Re: Ditadura Militar de 1964

Avatar do usuário
Fernando Silva
Conselheiro
Mensagens: 639
Registrado em: Ter, 11 11America/Sao_Paulo Fevereiro 11America/Sao_Paulo 2020 - 08:20 am

Mensagem por Fernando Silva »

Ligas Camponesas
Anexos
O_Globo-50_anos-4menor.jpg
Ligas_Camponesas_queimam_canaviais-O_Globo-30-07-1959-menor.jpg

Re: Ditadura Militar de 1964

Avatar do usuário
Fernando Silva
Conselheiro
Mensagens: 639
Registrado em: Ter, 11 11America/Sao_Paulo Fevereiro 11America/Sao_Paulo 2020 - 08:20 am

Mensagem por Fernando Silva »

Não sou eu que estou dizendo, é um site marxista:

"O guerrilheiro urbano não teme desmantelar ou destruir o presente sistema econômico, político e social brasileiro, já que sua meta é ajudar ao guerrilheiro rural e colaborar para a criação de um sistema totalmente novo e uma estrutura revolucionária social e política, com as massas armadas no poder." -

http://www.marxists.org/portugues/marig ... /cap01.htm

Sobre a influência da revolução cubana sobre a esquerda brasileira:

https://www.facebook.com/meire.jardim.7 ... =3&theater

Re: Ditadura Militar de 1964

Avatar do usuário
Fernando Silva
Conselheiro
Mensagens: 639
Registrado em: Ter, 11 11America/Sao_Paulo Fevereiro 11America/Sao_Paulo 2020 - 08:20 am

Mensagem por Fernando Silva »

A guerrilha antes de 1964:
"Julião continua a defender a distribuição de terras e recebe o apoio do voto popular: em 1958 é reeleito deputado estadual pelo PSB. O movimento que lidera havia crescido, conquistando projeção internacional. Em uma época de discursos inflamados e revoluções (ver texto abaixo), as Ligas Camponesas chamam a atenção de líderes como Fidel Castro e Mao Tsé-tung, que têm encontros pessoais com Julião e membros de sua família."

"Os temores dos Estados Unidos até poderiam ser um pouco exagerados, mas tinham algum fundamento. Julião e sua mulher, Alexina, mantinham de fato contato com Fidel. Mais radical que o marido, Alexina dizia inclusive que a reforma agrária só se faria "na marra". Além disso, a ala mais à esquerda das Ligas Camponesas havia mesmo aderido à luta armada. O movimento foi o primeiro a adotar a guerrilha no Brasil, entre 1961 e 1962. Alexina chegou a ir à China para pedir armas a Mao Tsé-tung e fez treinamento militar em Cuba, acompanhada por outros esquerdistas brasileiros. Os cubanos também teriam ajudado financeiramente a organização. "A ideia era trazer o comunismo para o Brasil", conta sua filha Anatailde."
Fontes:
http://historianovest.blogspot.com.br/2 ... r-dos.html

Re: Ditadura Militar de 1964

Avatar do usuário
Fernando Silva
Conselheiro
Mensagens: 639
Registrado em: Ter, 11 11America/Sao_Paulo Fevereiro 11America/Sao_Paulo 2020 - 08:20 am

Mensagem por Fernando Silva »

De resenha do livro “O Apoio de Cuba à Luta Armada no Brasil — O Treinamento Guerrilheiro” (Denise Rollemberg / Editora Mauad, 2001),
"Denise mostra que Fidel apoiou a “revolução” brasileira mesmo antes de 1964. “Quanto à revolução brasileira, Cuba apoiou a formação de guerrilheiros, desde o momento em que assumiu a função de exportar a revolução, quando o Brasil vivia sob o regime de democrático do governo João Goulart, ou seja, antes da instauração da ditadura. A maior parte foi treinada a partir de 1968, quando Cuba já havia se voltado para a construção do socialismo em único país, com o apoio da URSS. Embora um caso isolado, chegou a haver treinamento mesmo ao longo de 1973, quando a guerrilha no Brasil já estava aniquilada, à exceção da guerrilha do PC do B, no Araguaia (1972-1974)."
https://www1.folha.uol.com.br/fsp/brasi ... 200117.htm

Re: Ditadura Militar de 1964

Avatar do usuário
Fernando Silva
Conselheiro
Mensagens: 639
Registrado em: Ter, 11 11America/Sao_Paulo Fevereiro 11America/Sao_Paulo 2020 - 08:20 am

Mensagem por Fernando Silva »

Qual a opção dos militares, reagir ou deixar que as esquerdas os dividissem, criando a "luta de classes" entre altas e baixas patentes?
"O fim da insurreição armada em Brasília

A ação pronta do Exército liquidou, nove horas depois, a insurreição armada de 630 sargentos, cabos e soldados da Marinha e da Aeronáutica que, alegando a luta pela elegibilidade - direito que a decisão do STF, baseada na Consituição de 1946, lhes vedou - detiveram oficiais e autoridades, inclusive um ministro do STF e o presidente em exercício da Câmara dos Deputados em Brasília, onde apoderaram-se também dos Ministérios da Marinha e da Justiça, do Departamento Federal de segurança Pública, do Departamento de Telefones e da Base Aérea.

Foi esse o batismo de fogo da nova capital do país, recém implantada por Juscelino Kubitschek no Planalto Central. Sem ter sido maduramente planejado, o levante, que foi o momento de cristalização de um vasto trabalho de infiltração comunista no seio da coluna dorsal das Forças Armadas, não se alastrou a outros pontos estratégicos do Brasil. A insurreição custou duas vidas. A de um civil metralhado na Base Aérea, e a de um fuzileiro que resistiu á porta do Ministério da Marinha. Custou, ainda, ferimentos em várias pessoas, intranquilidade generalizada no país. E repercutiu no cenário econômico-financeiro do país."
"Jornal do Brasil" de 12/07/1983 sobre o dia 13 de setembro de 1963

Comentário do Acauan:
Comentário:

" E foi assim que tudo começou...

Jango era burro prá cacete.
Se tinha algo que oficial do Exército Brasileiro da época sabia de cor e salteado era a disciplina Guerra Revolucionária, ensinada na Escola Superior de Guerra, que ensinava em detalhes as estratégias dos revolucionários comunistas para conquistar o poder.

A coisa que os comandos militares mais temiam, obviamente, era a infiltração revolucionária nas Forças Armadas, a catapulta que arremessou os bolcheviques direto para a posição de controle total do Estado.

E o que me faz o burro do Jango?
Deu apoio irrestrito aos motins militares, pisando no calo do maior temor do comando.

Deu no que deu."

Re: Ditadura Militar de 1964

Avatar do usuário
Fernando Silva
Conselheiro
Mensagens: 639
Registrado em: Ter, 11 11America/Sao_Paulo Fevereiro 11America/Sao_Paulo 2020 - 08:20 am

Mensagem por Fernando Silva »

Postado no RéV em 01/04/2019 por Huxley:
"A guerrilha de esquerda só surgiu de vez depois da radicalização do regime."

O que está acima é uma história contada pela militância de esquerda que reescreve a história. Trechos do livro Guia Politicamente Incorreto da História do Brasil de Leandro Narloch que são instrutivos para esclarecer isso:

Afirma o historiador Marco Antônio Villa:
Argumentam que não havia outro meio de resistir à ditadura, a não ser pela força. Mais um grave equívoco: muitos dos grupos existiam antes de 1964 e outros foram criados logo depois, quando ainda havia espaço democrático (basta ver a ampla atividade cultural de 1964-1968). Ou seja, a opção pela luta armada, o desprezo pela luta política e pela participação no sistema político e a simpatia pelo foquismo guevarista antecedem o AI-5 (dezembro de 1968), quando, de fato, houve o fechamento do regime.

O terrorismo desses pequenos grupos deu munição (sem trocadilho) para o terrorismo de Estado e acabou usado pela extrema-direita como pretexto para justificar o injustificável: a barbárie repressiva.[...]

Alguém poderá dizer que a reação dos militares ao terrorismo foi exagerada. A ditadura passou um trator de tortura em cima de um punhado de jovens com ideias ingênuas, que dificilmente teriam força para tomar o poder. Isso pode ser verdade, mas não era seguro pensar assim naquela época. Qualquer notícia de movimentação comunista era um motivo justo de preocupação. A experiência mostrava que poucos guerrilheiros, com a ajuda de partidários infiltrados nas estruturas do Estado, poderiam sim derrubar o governo. E, depois que isso acontecia, era difícil tirá-los de lá. A guerrilha de Fidel Castro, que derrubou Fulgêncio Batista em 1959, começou três anos antes com um grupo de 81 soldados. Em 1961, dissidentes cubanos tentaram, com apoio dos Estados Unidos, derrubar Fidel invadindo o país pela Baía dos Porcos. Foram todos presos ou mortos pelos comunistas.

2. OS GUERRILHEIROS NÃO LUTAM POR LIBERDADE

[...]

Os historiadores Daniel Aarão Reis Filho e Jair Ferreira de Sá, ambos ex-guerrilheiros, reuniram no livro Imagens da Revolução estatutos de dezoito grupos de luta armada das décadas de 1960 e 1970. Há documentos das organizações mais ativas, como a Ação Libertadora Nacional (ALN), a Vanguarda Popular Revolucionária (VPR), de Carlos Lamarca, e também de grupos pequenos, como a OCML (Organização de combate Marxista-Leninista). Dos dezoito textos, catorze descrevem o objetivo de criar um sistema de partido único e erguer uma ditadura similar aos regimes comunistas que existiam na China e em Cuba.

Sem falar que, mesmo que não houvesse "ameaça cubana", ainda havia assim a "ameaça de guerrilha terrorista". Pergunte a Colômbia, a terra natal das Farcs, se enfrentar guerrilha terrorista por muito tempo não é uma tragédia. E, como já argumentado no meu post anterior, essa de "surgimento de guerrilha de esquerda depois da radicalização do regime" é uma inversão da ordem cronológica dos eventos.

Re: Ditadura Militar de 1964

Avatar do usuário
Cinzu
Mensagens: 345
Registrado em: Seg, 02 02America/Sao_Paulo Março 02America/Sao_Paulo 2020 - 16:06 pm

Mensagem por Cinzu »

Só lembrando que a "revolução" de 64 (como muitos preferem chamar), em nada justifica tudo o que foi feito pelo regime nos 21 anos subsequentes. Principalmente após 1968 com o AI-5.

Re: Ditadura Militar de 1964

Avatar do usuário
aronax
Mensagens: 207
Registrado em: Qua, 04 04America/Sao_Paulo Março 04America/Sao_Paulo 2020 - 18:31 pm
Localização: Passo Fundo-RS

Mensagem por aronax »

Titoff escreveu:
Qui, 02 02America/Sao_Paulo Abril 02America/Sao_Paulo 2020 - 11:25 am
Alguns recortes de jornais da época e discurso de alguns políticos ou figuras extremistas não tem relevância para afirmar que haveria um exercito de guerrilheiros comunistas treinado, equipado e armado que - de novo - derrotaria as forças armadas, subjugaria a população que era em massa contra, tomaria um país continental e formaria uma ditadura comunista.

Os militares ganharam admiração mais por mídia chapa branca, censura e boa dose de panfletagem de um governo ditatorial. Havia o medo causado pela guerra fria, e usaram isso.

De novo: incharam o estado, aumentaram a desigualdade, e entregaram a economia, saúde, segurança e educação num estado pior. Além, como você disse, de torturas e atentados contra a própria população. Não, não vou achar que tais bandidos "salvaram" população de nada. Não dá para dizer como teria sido se assim não fosse, mas dá para avaliar como foi.

As forças armadas fariam bem se virassem a página desta história vergonhosa e parassem de se referir a criminosos como "heróis." Sei que tem mitares que assim sabem.
Todos deviam virar a página. Marighela não foi um herói, era um assassino, e nada do que ele pretendia era bom. Como ele havia dezenas de outros. Tivemos uma anistia geral. Devemos dar nomes aos bois. Teve gente ruim dos dos lados. Mas hoje em dia só um lado tem seriados, "documentários", e apologias.

Re: Ditadura Militar de 1964

Pedro Reis
Mensagens: 178
Registrado em: Ter, 24 24America/Sao_Paulo Março 24America/Sao_Paulo 2020 - 11:28 am

Mensagem por Pedro Reis »

Titoff escreveu:
Qui, 02 02America/Sao_Paulo Abril 02America/Sao_Paulo 2020 - 11:25 am
Alguns recortes de jornais da época e discurso de alguns políticos ou figuras extremistas não tem relevância para afirmar que haveria um exercito de guerrilheiros comunistas treinado, equipado e armado que - de novo - derrotaria as forças armadas, subjugaria a população que era em massa contra, tomaria um país continental e formaria uma ditadura comunista.

Os militares ganharam admiração mais por mídia chapa branca, censura e boa dose de panfletagem de um governo ditatorial. Havia o medo causado pela guerra fria, e usaram isso.

De novo: incharam o estado, aumentaram a desigualdade, e entregaram a economia, saúde, segurança e educação num estado pior. Além, como você disse, de torturas e atentados contra a própria população. Não, não vou achar que tais bandidos "salvaram" população de nada. Não dá para dizer como teria sido se assim não fosse, mas dá para avaliar como foi.

As forças armadas fariam bem se virassem a página desta história vergonhosa e parassem de se referir a criminosos como "heróis." Sei que tem mitares que assim sabem.
Tô com você, Tito.

A História também está.

Tudo que houve posteriormente demonstrou que jamais existiu a ameaça comunista.

Existiam comunistas. Existiu apoio de Cuba, da URSS, da China a estes grupos comunistas. E sim, ocorreu de integrantes das Ligas Camponesas terem sido enviados a Cuba antes de 64.

Era a década de 60, plena guerra fria, e a visão que se tinha do sonho marxista era totalmente diferente da que se tem hoje.

Mas no Brasil o marxismo nunca teve força para incomodar o status quo. É um fato histórico, não mera especulação, a pífia resistência que a esquerda radical foi capaz de opor ao golpe. E a debilidade dos grupos que partiram para a luta armada chegou a ser patética, conforme perfeitamente descrita pelo Fernando Gabeira no seu livro "O que é isso companheiro?".

Em um tópico do finado CC, eu cheguei a listar nomes, origem e ocupação de todos os integrantes da guerrilha do Araguaia. Que foi - veja bem - o maior movimento de luta armada e articulado pelo próprio PCdoB. Pois bem, o maior, mais bem preparado e mais apoiado grupo revolucionário no Brasil não foi capaz de arregimentar nem 100 combatentes.

E o que se constata examinando a lista dos que lá se juntaram para "derrotar o imperialismo no Brasil", é a total falta de adesão das camadas populares à causa do marxismo. O tipo de apoio que, segundo os próprios teóricos marxistas, sem este a "Revolução" seria impossível.

Porque entre os gatos pingados embrenhados lá na selva, quase não havia camponeses nem operários. Os "guerrilheiros" eram, em sua quase totalidade, profissionais liberais de classe média e universitários de classe média. Principalmente jovens universitários.

E para combater essa gigantesca ameaça os militares afundaram o país em 20 anos de ditadura.

Re: Ditadura Militar de 1964

Avatar do usuário
devil´s Curve
Mensagens: 53
Registrado em: Qua, 01 01America/Sao_Paulo Abril 01America/Sao_Paulo 2020 - 14:53 pm
Localização: Vitória - ES

Mensagem por devil´s Curve »

Revolução.... Revolução? Essa revolução dispensou 21 anos de democracia. Como podemos chamar esse tipo de regime?
y4−x4+ay2+bx2=0

Re: Ditadura Militar de 1964

Avatar do usuário
Fernando Silva
Conselheiro
Mensagens: 639
Registrado em: Ter, 11 11America/Sao_Paulo Fevereiro 11America/Sao_Paulo 2020 - 08:20 am

Mensagem por Fernando Silva »

Pedro Reis escreveu:
Qui, 02 02America/Sao_Paulo Abril 02America/Sao_Paulo 2020 - 22:14 pm
E o que se constata examinando a lista dos que lá se juntaram para "derrotar o imperialismo no Brasil", é a total falta de adesão das camadas populares à causa do marxismo. O tipo de apoio que, segundo os próprios teóricos marxistas, sem este a "Revolução" seria impossível.

Porque entre os gatos pingados embrenhados lá na selva, quase não havia camponeses nem operários. Os "guerrilheiros" eram, em sua quase totalidade, profissionais liberais de classe média e universitários de classe média. Principalmente jovens universitários.

E para combater essa gigantesca ameaça os militares afundaram o país em 20 anos de ditadura.
É fácil dizer isto 56 anos depois, quando os ânimos já esfriaram.

Mas insisto: sabemos o que aconteceu. Não sabemos o que poderia ter acontecido.

Re: Ditadura Militar de 1964

Avatar do usuário
Titoff
Mensagens: 269
Registrado em: Ter, 17 17America/Sao_Paulo Março 17America/Sao_Paulo 2020 - 11:47 am

Mensagem por Titoff »

aronax escreveu:
Qui, 02 02America/Sao_Paulo Abril 02America/Sao_Paulo 2020 - 18:28 pm
Titoff escreveu:
Qui, 02 02America/Sao_Paulo Abril 02America/Sao_Paulo 2020 - 11:25 am
Alguns recortes de jornais da época e discurso de alguns políticos ou figuras extremistas não tem relevância para afirmar que haveria um exercito de guerrilheiros comunistas treinado, equipado e armado que - de novo - derrotaria as forças armadas, subjugaria a população que era em massa contra, tomaria um país continental e formaria uma ditadura comunista.

Os militares ganharam admiração mais por mídia chapa branca, censura e boa dose de panfletagem de um governo ditatorial. Havia o medo causado pela guerra fria, e usaram isso.

De novo: incharam o estado, aumentaram a desigualdade, e entregaram a economia, saúde, segurança e educação num estado pior. Além, como você disse, de torturas e atentados contra a própria população. Não, não vou achar que tais bandidos "salvaram" população de nada. Não dá para dizer como teria sido se assim não fosse, mas dá para avaliar como foi.

As forças armadas fariam bem se virassem a página desta história vergonhosa e parassem de se referir a criminosos como "heróis." Sei que tem mitares que assim sabem.
Todos deviam virar a página. Marighela não foi um herói, era um assassino, e nada do que ele pretendia era bom. Como ele havia dezenas de outros. Tivemos uma anistia geral. Devemos dar nomes aos bois. Teve gente ruim dos dos lados. Mas hoje em dia só um lado tem seriados, "documentários", e apologias.
Só que um dos "lados" era um punhado de criminosos, o outro "lado" foi um grupo criminoso que tomou o governo e usou todo o aparato estatal para cometer crimes e se travestir com as roupas da legitimidade. Uma diferença imensa.

Re: Ditadura Militar de 1964

Avatar do usuário
Titoff
Mensagens: 269
Registrado em: Ter, 17 17America/Sao_Paulo Março 17America/Sao_Paulo 2020 - 11:47 am

Mensagem por Titoff »

Fernando Silva escreveu:
Qui, 02 02America/Sao_Paulo Abril 02America/Sao_Paulo 2020 - 14:01 pm
Não sou eu que estou dizendo, é um site marxista:

"O guerrilheiro urbano não teme desmantelar ou destruir o presente sistema econômico, político e social brasileiro, já que sua meta é ajudar ao guerrilheiro rural e colaborar para a criação de um sistema totalmente novo e uma estrutura revolucionária social e política, com as massas armadas no poder." -

http://www.marxists.org/portugues/marig ... /cap01.htm

Sobre a influência da revolução cubana sobre a esquerda brasileira:

https://www.facebook.com/meire.jardim.7 ... =3&theater
Sobre essa postagem e outras, de novo: eu sei que tinha gente com discurso e atos extremistas e que queriam sim implementar uma "ditadura do proletariado," e mesmo cometendo crimes. Não defendo nem chamo de herói. Nunca foi esse meu ponto. O que eu digo é que nunca foram ameaça que requeria uma "ditadura do bem" como "solução."

Uma reportagem interessante sobre documentos que estavam guardados no superior tribunal militar:
Atentados de direita fomentaram AI-5
Cinquenta anos depois do ato que sepultou as liberdades democráticas no país, a Pública obtém documentos que provam que foi a direita paramilitar, e não a esquerda, que deu início a explosões de bombas e roubos de armas

https://brasil.elpais.com/brasil/2018/1 ... 7.amp.html

Re: Ditadura Militar de 1964

Avatar do usuário
Titoff
Mensagens: 269
Registrado em: Ter, 17 17America/Sao_Paulo Março 17America/Sao_Paulo 2020 - 11:47 am

Mensagem por Titoff »

Pedro Reis escreveu:
Qui, 02 02America/Sao_Paulo Abril 02America/Sao_Paulo 2020 - 22:14 pm
Tô com você, Tito.

A História também está.

Tudo que houve posteriormente demonstrou que jamais existiu a ameaça comunista.

Existiam comunistas. Existiu apoio de Cuba, da URSS, da China a estes grupos comunistas. E sim, ocorreu de integrantes das Ligas Camponesas terem sido enviados a Cuba antes de 64.

Era a década de 60, plena guerra fria, e a visão que se tinha do sonho marxista era totalmente diferente da que se tem hoje.

Mas no Brasil o marxismo nunca teve força para incomodar o status quo. É um fato histórico, não mera especulação, a pífia resistência que a esquerda radical foi capaz de opor ao golpe. E a debilidade dos grupos que partiram para a luta armada chegou a ser patética, conforme perfeitamente descrita pelo Fernando Gabeira no seu livro "O que é isso companheiro?".

Em um tópico do finado CC, eu cheguei a listar nomes, origem e ocupação de todos os integrantes da guerrilha do Araguaia. Que foi - veja bem - o maior movimento de luta armada e articulado pelo próprio PCdoB. Pois bem, o maior, mais bem preparado e mais apoiado grupo revolucionário no Brasil não foi capaz de arregimentar nem 100 combatentes.

E o que se constata examinando a lista dos que lá se juntaram para "derrotar o imperialismo no Brasil", é a total falta de adesão das camadas populares à causa do marxismo. O tipo de apoio que, segundo os próprios teóricos marxistas, sem este a "Revolução" seria impossível.

Porque entre os gatos pingados embrenhados lá na selva, quase não havia camponeses nem operários. Os "guerrilheiros" eram, em sua quase totalidade, profissionais liberais de classe média e universitários de classe média. Principalmente jovens universitários.

E para combater essa gigantesca ameaça os militares afundaram o país em 20 anos de ditadura.
Pois é, eu não chamei guerrilheiros marxistas de "heróis pela liberdade," nem neguei que tinha gente antes da ditadura que queria implementar um regime comunista no Brasil. O ponto é que eles não tinham nem capacidade nem adesão para isso.

Outro ponto que foquei, resumindo, foi comparar 1985 com 1964. Economia, distribuição de renda, segurança, saúde e educação.

E finalmente destacar que a ditadura, para 'combater' os terroristas comunistas, usou terrorismo contra a própria população e instituição militar. Como defender tal regime?

Re: Ditadura Militar de 1964

Avatar do usuário
aronax
Mensagens: 207
Registrado em: Qua, 04 04America/Sao_Paulo Março 04America/Sao_Paulo 2020 - 18:31 pm
Localização: Passo Fundo-RS

Mensagem por aronax »

Titoff escreveu:
Sex, 03 03America/Sao_Paulo Abril 03America/Sao_Paulo 2020 - 11:28 am

Sobre essa postagem e outras, de novo: eu sei que tinha gente com discurso e atos extremistas e que queriam sim implementar uma "ditadura do proletariado," e mesmo cometendo crimes. Não defendo nem chamo de herói. Nunca foi esse meu ponto. O que eu digo é que nunca foram ameaça que requeria uma "ditadura do bem" como "solução."

Nunca foram ameaça pode ser afirmado agora décadas depois. Será que vc diria isto na época?.....com o caso de Cuba e da China como exemplo não se podia pensar assim.

Re: Ditadura Militar de 1964

Avatar do usuário
Titoff
Mensagens: 269
Registrado em: Ter, 17 17America/Sao_Paulo Março 17America/Sao_Paulo 2020 - 11:47 am

Mensagem por Titoff »

aronax escreveu:
Sex, 03 03America/Sao_Paulo Abril 03America/Sao_Paulo 2020 - 12:05 pm
Titoff escreveu:
Sex, 03 03America/Sao_Paulo Abril 03America/Sao_Paulo 2020 - 11:28 am

Sobre essa postagem e outras, de novo: eu sei que tinha gente com discurso e atos extremistas e que queriam sim implementar uma "ditadura do proletariado," e mesmo cometendo crimes. Não defendo nem chamo de herói. Nunca foi esse meu ponto. O que eu digo é que nunca foram ameaça que requeria uma "ditadura do bem" como "solução."

Nunca foram ameaça pode ser afirmado agora décadas depois. Será que vc diria isto na época?.....com o caso de Cuba e da China como exemplo não se podia pensar assim.
Com discurso parecido você pode defender a queda dos Romanov e a ascenção o regime soviético. Isso não quer dizer que a coisa tenha sido justificada ou tenha tido um bom resultado.

A diferença é que os militares da época tinham o aparato estatal a seu favor e supostamente orgãos de inteligencia. Deveriam saber melhor a real dimensão das coisas, tanto que precisaram fabricar uns atentados comunistas depois, por falta do produto original.

Re: Ditadura Militar de 1964

Avatar do usuário
devil´s Curve
Mensagens: 53
Registrado em: Qua, 01 01America/Sao_Paulo Abril 01America/Sao_Paulo 2020 - 14:53 pm
Localização: Vitória - ES

Mensagem por devil´s Curve »

Precisamos nos lembrar que todos os jornais da época eram manipulados ou forçados a publicar as notícias que os governantes determinavam, então ficar colocando manchetes em que falam de comunistas, terroristas, etc requer uma revisão. Como será que foram as manchetes do Rio Centro na época?
y4−x4+ay2+bx2=0

Re: Ditadura Militar de 1964

Avatar do usuário
aronax
Mensagens: 207
Registrado em: Qua, 04 04America/Sao_Paulo Março 04America/Sao_Paulo 2020 - 18:31 pm
Localização: Passo Fundo-RS

Mensagem por aronax »

Titoff escreveu:
Sex, 03 03America/Sao_Paulo Abril 03America/Sao_Paulo 2020 - 12:18 pm
aronax escreveu:
Sex, 03 03America/Sao_Paulo Abril 03America/Sao_Paulo 2020 - 12:05 pm
Titoff escreveu:
Sex, 03 03America/Sao_Paulo Abril 03America/Sao_Paulo 2020 - 11:28 am

Sobre essa postagem e outras, de novo: eu sei que tinha gente com discurso e atos extremistas e que queriam sim implementar uma "ditadura do proletariado," e mesmo cometendo crimes. Não defendo nem chamo de herói. Nunca foi esse meu ponto. O que eu digo é que nunca foram ameaça que requeria uma "ditadura do bem" como "solução."

Nunca foram ameaça pode ser afirmado agora décadas depois. Será que vc diria isto na época?.....com o caso de Cuba e da China como exemplo não se podia pensar assim.
Com discurso parecido você pode defender a queda dos Romanov e a ascenção o regime soviético. Isso não quer dizer que a coisa tenha sido justificada ou tenha tido um bom resultado.

A diferença é que os militares da época tinham o aparato estatal a seu favor e supostamente orgãos de inteligencia. Deveriam saber melhor a real dimensão das coisas, tanto que precisaram fabricar uns atentados comunistas depois, por falta do produto original.
Mais do que discurso, eu era jovem, marxista (como a maioria dos jovens costumam ser), conhecia membros do PC (na ilegalidade na época), e militei por um bom tempo no setor jovem do MDB, a oposição de então. Ouvi muitas coisas, não na imprensa, mas fora dela.

Re: Ditadura Militar de 1964

Avatar do usuário
aronax
Mensagens: 207
Registrado em: Qua, 04 04America/Sao_Paulo Março 04America/Sao_Paulo 2020 - 18:31 pm
Localização: Passo Fundo-RS

Mensagem por aronax »

Titoff escreveu:
Sex, 03 03America/Sao_Paulo Abril 03America/Sao_Paulo 2020 - 12:18 pm
aronax escreveu:
Sex, 03 03America/Sao_Paulo Abril 03America/Sao_Paulo 2020 - 12:05 pm
Titoff escreveu:
Sex, 03 03America/Sao_Paulo Abril 03America/Sao_Paulo 2020 - 11:28 am

Sobre essa postagem e outras, de novo: eu sei que tinha gente com discurso e atos extremistas e que queriam sim implementar uma "ditadura do proletariado," e mesmo cometendo crimes. Não defendo nem chamo de herói. Nunca foi esse meu ponto. O que eu digo é que nunca foram ameaça que requeria uma "ditadura do bem" como "solução."

Nunca foram ameaça pode ser afirmado agora décadas depois. Será que vc diria isto na época?.....com o caso de Cuba e da China como exemplo não se podia pensar assim.
Com discurso parecido você pode defender a queda dos Romanov e a ascenção o regime soviético. Isso não quer dizer que a coisa tenha sido justificada ou tenha tido um bom resultado.

A diferença é que os militares da época tinham o aparato estatal a seu favor e supostamente orgãos de inteligencia. Deveriam saber melhor a real dimensão das coisas, tanto que precisaram fabricar uns atentados comunistas depois, por falta do produto original.
Mais do que a imprensa me servem testemunhos de ex militantes, e documentos e escritos outros. Muito interessante o manual do Marighela por exemplo.

Re: Ditadura Militar de 1964

Avatar do usuário
Cinzu
Mensagens: 345
Registrado em: Seg, 02 02America/Sao_Paulo Março 02America/Sao_Paulo 2020 - 16:06 pm

Mensagem por Cinzu »

aronax escreveu:Mais do que a imprensa me servem testemunhos de ex militantes, e documentos e escritos outros. Muito interessante o manual do Marighela por exemplo.
A diferença é que hoje as mídias tem a liberdade de expor ambos os lados, se assim desejarem. Tanto as mídias tradicionais da TV, quanto às da internet. Naquele tempo, não.

Re: Ditadura Militar de 1964

Avatar do usuário
Fernando Silva
Conselheiro
Mensagens: 639
Registrado em: Ter, 11 11America/Sao_Paulo Fevereiro 11America/Sao_Paulo 2020 - 08:20 am

Mensagem por Fernando Silva »

Titoff escreveu:
Sex, 03 03America/Sao_Paulo Abril 03America/Sao_Paulo 2020 - 11:13 am
Só que um dos "lados" era um punhado de criminosos, o outro "lado" foi um grupo criminoso que tomou o governo e usou todo o aparato estatal para cometer crimes e se travestir com as roupas da legitimidade. Uma diferença imensa.
Na época, tiveram o apoio de grande parte da sociedade. Mais do que apoio, a intervenção foi pedida aos militares pela sociedade.
Muitos mudaram de ideia mais tarde diante dos excessos e do fato de que os militares não queriam mais sair do poder, mas o fato é que, em 1964, a situação era diferente. Não é como se, de repente, sem mais nem menos, os militares tivessem decidido tomar o poder.

Re: Ditadura Militar de 1964

Avatar do usuário
Titoff
Mensagens: 269
Registrado em: Ter, 17 17America/Sao_Paulo Março 17America/Sao_Paulo 2020 - 11:47 am

Mensagem por Titoff »

Fernando Silva escreveu:
Sáb, 04 04America/Sao_Paulo Abril 04America/Sao_Paulo 2020 - 08:15 am
Titoff escreveu:
Sex, 03 03America/Sao_Paulo Abril 03America/Sao_Paulo 2020 - 11:13 am
Só que um dos "lados" era um punhado de criminosos, o outro "lado" foi um grupo criminoso que tomou o governo e usou todo o aparato estatal para cometer crimes e se travestir com as roupas da legitimidade. Uma diferença imensa.
Na época, tiveram o apoio de grande parte da sociedade. Mais do que apoio, a intervenção foi pedida aos militares pela sociedade.
Muitos mudaram de ideia mais tarde diante dos excessos e do fato de que os militares não queriam mais sair do poder, mas o fato é que, em 1964, a situação era diferente. Não é como se, de repente, sem mais nem menos, os militares tivessem decidido tomar o poder.
Ah sim, isso eu sei. Como coloquei acima, normalmente regimes iguais ou piores só chegam ao poder por encontrar apoio em uma boa parte da sociedade. Não necessariamente a maioria, mas uma boa fração já basta.

Re: Ditadura Militar de 1964

Avatar do usuário
Fernando Silva
Conselheiro
Mensagens: 639
Registrado em: Ter, 11 11America/Sao_Paulo Fevereiro 11America/Sao_Paulo 2020 - 08:20 am

Mensagem por Fernando Silva »

Caras como Che Guevara foram a inspiração para um bando de escrotos que tentaram implantar no Brasil uma revolução igual à de Cuba, ainda recente na época.
A possibilidade era real e o presidente da época não inspirava confiança.
Por Rodrigo Constantino

“Há aproximadamente 48 anos, Ernesto “Che” Guevara recebeu uma grande dose de seu próprio remédio.
Sem qualquer julgamento, ele foi declarado um assassino, posto contra um paredão e fuzilado. Historicamente falando, a justiça raramente foi tão bem feita.
O ditado “tudo o que vai, volta” expressa bem essa situação.

“Execuções?”, gritou Che Guevara enquanto discursava na glorificada Assembléia Geral da ONU, em 9 de dezembro de 1964.

“É claro que executamos!”, declarou o ungido, gerando aplausos entusiasmados daquele venerável órgão.

“E continuaremos executando enquanto for necessário!

Essa é uma guerra de morte contra os inimigos da revolução!”

Ocorreram 14.000 execuções por fuzilamento em Cuba até o final de década de 1960.
José Vilasuso, um cubano que à época era promotor dos julgamentos comandados por Guevara, fugiu horrorizado e enojado com o que presenciou. Ele estima que Che promulgou mais de 400 sentenças de morte apenas nos primeiros meses em que comandava a prisão de La Cabaña.
Um padre basco chamado Iaki de Aspiazu, que sempre estava à mão para ouvir confissões e fazer a extrema unção, diz que Che pessoalmente ordenou 700 execuções por fuzilamento durante esse período.

O próprio Che admitiu ter ordenado “milhares” de execuções durante o primeiro ano do regime de Fidel Castro.

Felix Rodriguez, o agente cubano-americano da CIA que ajudou a caçar Che na Bolívia e que foi a última pessoa a interrogá-lo, diz que Che, em sua última conversação, admitiu “algumas milhares” de execuções.

“Eu não preciso de provas para executar um homem”, gritou Che para um funcionário do judiciário cubano em 1959.

“Eu só preciso saber que é necessário executá-lo!

A mais popular versão da camiseta e do pôster de Che, por exemplo, ostenta o slogan “Lute Contra a Opressão” sob sua famosa face.

Essa é a face de um homem que fundou um regime que encarcerou mais de seu próprio povo do que Hitler e Stalin, e que declarou que “o individualismo deve desaparecer!”.

Nenhuma pessoa em seu perfeito juízo vestiria uma camiseta estampando o rosto de Che.

E nenhuma pessoa decente toleraria essa camisa em seus arredores.

Mas como um sujeito horrendo, vazio, estúpido, sádico e epicamente idiota conseguiu um status tão icônico?

“Estou aqui nas montanhas de Cuba sedento por sangue”, escreveu Che para a sua esposa abandonada em 1957.

“Querido pai, hoje descobri que realmente gosto de matar”, escreveu logo depois.

O detalhe é que essa matança de que ele gostava muito raramente era feita em combate, o que ele gostava mesmo era de matar à queima-roupa homens e garotos amarrados e vendados.

Dentre suas perturbadas fantasias, a mais proeminente era a implementação de um reino continental stalinista.

Para atingir esse ideal, o jovem problemático almejava “milhões de vítimas atômicas”.

O perturbado jovem argentino também era arredio e desprezava todos ao seu redor: “Não tenho casa, não tenho mulher, não tenho pai, não tenho mãe, não tenho irmãos.

Meus amigos só são amigos quando eles pensam ideologicamente como eu”.

Ernesto “Che” Guevara era o vice-comandante, o carrasco-chefe e o principal contato da KGB em um regime que proibiu eleições e aboliu a propriedade privada.

A polícia desse regime, supervisionada pela KGB e empregando a tática da “visita da meia-noite” e do “ataque pela manhã”, capturou e enjaulou mais prisioneiros políticos em proporção à população do que Stalin e executou mais pessoas (em uma população de apenas 6,4 milhões) em seus primeiros 3 anos no poder do que Hitler (que comandava uma população de 70 milhões) em seus primeiros 6 anos.

O regime que Che Guevara ajudou a fundar confiscou a poupança e a propriedade de 6,4 milhões de cidadãos e tornou refugiada 20% da população de uma nação até então inundada de imigrantes e cujos cidadãos haviam atingido um padrão de vida maior do que o padrão daqueles que residiam em metade da Europa.

O regime de Che Guevara também destroçou — por meio de execuções, encarceramentos, expropriação em massa e exílio — virtualmente cada família da ilha cubana.

Com apenas uma semana no poder, Che já havia abolido o habeas corpus.

Além de afirmar que evidências judiciais eram detalhes burgueses arcaicos, ele complementava garbosamente dizendo que “executamos por convicção revolucionária!”.

Apesar de seus fãs dizerem pomposamente que ele foi um médico formado, ninguém até hoje, após inúmeras tentativas, conseguiu localizar qualquer histórico sobre seu diploma de medicina.

Logo após ser capturado na Bolívia, Che admitiu para o comandante da operação, o Capitão Gary Prado, que ele não era médico, mas tinha “algum conhecimento de medicina”.

Mais do que sua crueldade, megalomania e estupidez épica, o que mais distinguia Ernesto “Che” Guevara de seus companheiros era sua manhosa covardia.

Suas tietes podem ficar zangadas o quanto quiserem, bater a porta do quarto, cair na cama, espernear e chorar abraçadinhas com o travesseiro, mas o fato é que Che se entregou voluntariamente ao exército boliviano e a uma distância segura.

Foi capturado em ótimas condições físicas e com sua arma completamente carregada.

Com seus homens fazendo exatamente o que ele ordenou (lutando e morrendo até a última bala), um Che ligeiramente ferido evadiu-se do tiroteio e se entregou com um pente cheio de balas em sua pistola, enquanto choramingava manhosamente para seus capturadores:

“Não atirem! Sou Che! Valho mais para vocês vivo do que morto!”.

O prazer que Che Guevara tinha em matar cubanos só era possível porque esses cubanos estavam completamente indefesos no momento.

Amarrados e vendados, de preferência.

E dessa forma eles eram alinhados de frente para o pelotão de fuzilamento e executados.

Porém, quando o cenário se alterou e as armas de fogo estavam em posse de outros, o argentino tremeu de medo.”

Covarde, incompetente e assassino: esses são alguns adjetivos adequados para definir o maior ídolo de nossas esquerdas. Lamentável.

Re: Ditadura Militar de 1964

Tutu
Mensagens: 49
Registrado em: Qui, 09 09America/Sao_Paulo Abril 09America/Sao_Paulo 2020 - 17:03 pm

Mensagem por Tutu »

@Fernando Silva, acho muito interessante teu relato por mostrar como uma pessoa da época pensava. Você fala das campanhas "Jango fugiu", "O Brasil não será uma nova Cuba", e tudo isso é idêntico ao bolsonarismo de hoje. A diferença é que hoje não tem comunistas reais no Brasil e guerra fria. Hoje "comunistas" é o PT, "Cuba" é a Venezuela, e "União Soviética" é o Foro de São Paulo.

Não é necessária uma ditadura para poder caçar "terroristas" e comunistas. O número de comunistas era ínfimo e no momento do golpe não tinha nenhuma organização comunista forte para derrubar o governo. Nem as guerrilhas que surgiram na ditadura conseguiriam derrubar o governo Jango. Cuba sempre foi um paisinho fraco e não tem condições de derrubar governo de outro país ou treinar um número grande de guerrilheiros.

Ditaduras são mais corruptas do que democracia. A diferença é que quem denunciar toma bala. O estado pode violar direitos e inventar a história que quiser e o cidadão não tem a onde recorrer pelos direitos.

A ditadura foi a época em que o "tamanho do estado" foi o maior da história do Brasil, e era muito mais centralizado do que federal.

Um dos piores legados da ditadura foi a urbanização descontrolada que criou favelas, a divisão bizarra tupiniquim da polícia em militar e civil, que é ineficiente, e uma década perdida de hiper-inflação.

A maior parte da população era rural ou quem veio recentemente para cidade. TV, telefone e eletricidade eram novidade. A escolaridade era precária. Não viam corrupção e degradação econômica do governo, e nem sabiam o que é ditadura ou democracia. Não viam notícia de violência. Por isso nunca perceberam o governo como ruim. O que mais marcou na verdade foi a mudança no padrão de vida urbano.

Re: Ditadura Militar de 1964

Avatar do usuário
Frencisco Toucinho
Mensagens: 135
Registrado em: Qua, 17 17America/Sao_Paulo Junho 17America/Sao_Paulo 2020 - 21:14 pm
Localização: São Paulo

Mensagem por Frencisco Toucinho »

Li o tópico todo. Não vivi muito a época. Quando nasci a constituição democrática já estava no forno. De qualquer maneira, parece que o Fernando Silva tem razão ao falar que a Ditadura Militar foi uma maldade menor, em comparação com uma possível ditadura leninista que se afigurava. Esse tipo de revolução mata grandes parcelas da população, direta ou indiretamente, e leva a uma pobreza que é difícil vencer. Fiquei com a impressão que o Brasil escapou duma barca furada. Corrijam se estiver errado.

Re: Ditadura Militar de 1964

Avatar do usuário
JJ_JJ
Mensagens: 455
Registrado em: Sex, 06 06America/Sao_Paulo Março 06America/Sao_Paulo 2020 - 10:32 am
Localização: Goiás

Mensagem por JJ_JJ »

Frencisco Toucinho escreveu:
Ter, 30 30America/Sao_Paulo Junho 30America/Sao_Paulo 2020 - 17:53 pm
Li o tópico todo. Não vivi muito a época. Quando nasci a constituição democrática já estava no forno. De qualquer maneira, parece que o Fernando Silva tem razão ao falar que a Ditadura Militar foi uma maldade menor, em comparação com uma possível ditadura leninista que se afigurava. Esse tipo de revolução mata grandes parcelas da população, direta ou indiretamente, e leva a uma pobreza que é difícil vencer. Fiquei com a impressão que o Brasil escapou duma barca furada. Corrijam se estiver errado.

Não se "afigurava" nenhuma revolução leninista, isso é tão verdadeiro quanto dizer que os marcianos estavam para invadir a Terra.

Quem afirma tal disparate deveria tentar indicar algumas pesquisas histórico científicas sérias e obviamente com relevância acadêmica real que tenham proposto tal coisa.

Só que não existe, pois tal é um espantalhoso disparate digno do olá vô do alho e de seus tresloucados fanboys.

E pesquisas científicas sérias não combinam com as ideias "conpiralouquistas" de tais tipos tresloucados.

.

Re: Ditadura Militar de 1964

Avatar do usuário
JJ_JJ
Mensagens: 455
Registrado em: Sex, 06 06America/Sao_Paulo Março 06America/Sao_Paulo 2020 - 10:32 am
Localização: Goiás

Mensagem por JJ_JJ »

Cinzu escreveu:
Qui, 02 02America/Sao_Paulo Abril 02America/Sao_Paulo 2020 - 15:04 pm
Só lembrando que a "revolução" de 64 (como muitos preferem chamar), em nada justifica tudo o que foi feito pelo regime nos 21 anos subsequentes. Principalmente após 1968 com o AI-5.

E nem faz sentido a proposição acima, pois foi a própria "revolução" de 64 (ou golpe militar) que implantou o regime militar...

Agora dizer que uma suposta revolução comunista estava sendo realmente implantada seria (se fosse real) uma justificativa para a "revolução" de 64 (ou golpe militar). Aí faria sentido (mas, tal proposição seria falsa).

Re: Ditadura Militar de 1964

Avatar do usuário
Cinzu
Mensagens: 345
Registrado em: Seg, 02 02America/Sao_Paulo Março 02America/Sao_Paulo 2020 - 16:06 pm

Mensagem por Cinzu »

O ponto central que vi no tópico é que o principal argumento para defender o regime militar é que em 64 o Brasil estava a mercê de uma ameaça comunista, e por isso o golpe foi necessário.

Porém, o que deveria ser discutido não é se o golpe em 64 foi necessário ou não, mas sim tudo o que o regime militar causou de 1964 até 1985. E não falo aqui somente dos casos de repressão, mas também da centralização do estado, quebra da economia, e tudo o mais que já foi levantado no decorrer do tópico. Será que a "ameaça comunista" pode ser usada como pretexto para que fizessem o que bem entendessem com o país por mais de 2 décadas?

Re: Ditadura Militar de 1964

Avatar do usuário
JJ_JJ
Mensagens: 455
Registrado em: Sex, 06 06America/Sao_Paulo Março 06America/Sao_Paulo 2020 - 10:32 am
Localização: Goiás

Mensagem por JJ_JJ »

Cinzu escreveu:
Ter, 30 30America/Sao_Paulo Junho 30America/Sao_Paulo 2020 - 20:03 pm
O ponto central que vi no tópico é que o principal argumento para defender o regime militar é que em 64 o Brasil estava a mercê de uma ameaça comunista, e por isso o golpe foi necessário.
O ponto central é Falso.

Re: Ditadura Militar de 1964

Avatar do usuário
Arcanjo Lúcifer
Mensagens: 291
Registrado em: Qua, 04 04America/Sao_Paulo Março 04America/Sao_Paulo 2020 - 20:44 pm

Mensagem por Arcanjo Lúcifer »

JJ_JJ escreveu:
Ter, 30 30America/Sao_Paulo Junho 30America/Sao_Paulo 2020 - 20:31 pm
Cinzu escreveu:
Ter, 30 30America/Sao_Paulo Junho 30America/Sao_Paulo 2020 - 20:03 pm
O ponto central que vi no tópico é que o principal argumento para defender o regime militar é que em 64 o Brasil estava a mercê de uma ameaça comunista, e por isso o golpe foi necessário.
O ponto central é Falso.
Gente como Dilmão e Dirceu que moraram em Cuba, receberam armas e treinamento de graça? Não se importa que grupos armados até hoje sejam financiados por Cuba, um país miserável que arruma dinheiro com trabalho escravo e pode mandar agentes ao exterior?
O que acha das denuncias sobre cubanos no governo Maduro e da relação da esquerda brasileira com essa gente?

Re: Ditadura Militar de 1964

Avatar do usuário
JJ_JJ
Mensagens: 455
Registrado em: Sex, 06 06America/Sao_Paulo Março 06America/Sao_Paulo 2020 - 10:32 am
Localização: Goiás

Mensagem por JJ_JJ »

Arcanjo Lúcifer escreveu:
Ter, 30 30America/Sao_Paulo Junho 30America/Sao_Paulo 2020 - 20:55 pm
JJ_JJ escreveu:
Ter, 30 30America/Sao_Paulo Junho 30America/Sao_Paulo 2020 - 20:31 pm
Cinzu escreveu:
Ter, 30 30America/Sao_Paulo Junho 30America/Sao_Paulo 2020 - 20:03 pm
O ponto central que vi no tópico é que o principal argumento para defender o regime militar é que em 64 o Brasil estava a mercê de uma ameaça comunista, e por isso o golpe foi necessário.
O ponto central é Falso.
Gente como Dilmão e Dirceu que moraram em Cuba, receberam armas e treinamento de graça? Não se importa que grupos armados até hoje sejam financiados por Cuba, um país miserável que arruma dinheiro com trabalho escravo e pode mandar agentes ao exterior?

Você consegue indicar 2 pesquisas histórico científicas sérias e de relevância acadêmica, publicadas em periódicos científicos relevantes, que corroborem com fortes evidências a proposição de que o golpe de março de 64 aconteceu porque havia fortes evidências de que haviam grupos já equipados e financiados no Brasil em reais condições de fazer uma revolução comunista ?




------------ ----------------

Re: Ditadura Militar de 1964

Avatar do usuário
Arcanjo Lúcifer
Mensagens: 291
Registrado em: Qua, 04 04America/Sao_Paulo Março 04America/Sao_Paulo 2020 - 20:44 pm

Mensagem por Arcanjo Lúcifer »

Grupos armados dentro do país recebendo armas e treinamento dado por um governo estrangeiro não é suficiente?
Precisa mais?

Mais uma vez, o Dilmão recebeu treinamento grátis em Cuba ou é mentira que ela recebeu treinamento que ela mesmo admitiu receber?

Re: Ditadura Militar de 1964

Avatar do usuário
JJ_JJ
Mensagens: 455
Registrado em: Sex, 06 06America/Sao_Paulo Março 06America/Sao_Paulo 2020 - 10:32 am
Localização: Goiás

Mensagem por JJ_JJ »

Arcanjo Lúcifer escreveu:
Ter, 30 30America/Sao_Paulo Junho 30America/Sao_Paulo 2020 - 22:14 pm
Grupos armados dentro do país recebendo armas e treinamento dado por um governo estrangeiro não é suficiente?
Precisa mais?


Notar a data que ocorreu o golpe: março de 64.


Então repetindo a solicitação:


Você consegue indicar 2 pesquisas histórico científicas sérias e de relevância acadêmica, publicadas em periódicos científicos relevantes, que corroborem com fortes evidências a proposição de que o golpe de março de 64 aconteceu porque havia fortes evidências de que haviam grupos equipados e financiados no Brasil em reais condições de fazer uma revolução comunista ?




.
Editado pela última vez por JJ_JJ em Ter, 30 30America/Sao_Paulo Junho 30America/Sao_Paulo 2020 - 22:54 pm, em um total de 1 vez.

Re: Ditadura Militar de 1964

Avatar do usuário
Arcanjo Lúcifer
Mensagens: 291
Registrado em: Qua, 04 04America/Sao_Paulo Março 04America/Sao_Paulo 2020 - 20:44 pm

Mensagem por Arcanjo Lúcifer »

Colega, já houve no CC dezenas de postagens com fontes confirmando que desde 1960 já existia no Brasil um movimento armado, inclusive ate um energúmeno na presidência que era simpático aos movimentos.

Precisa pesquisar? Eu não vou postar mais 200 fontes que ninguém vai se dar ao trabalho de ler.

Mas e a pergunta que fiz, vc nega o que o próprio Dilmão admite?

Re: Ditadura Militar de 1964

Avatar do usuário
JJ_JJ
Mensagens: 455
Registrado em: Sex, 06 06America/Sao_Paulo Março 06America/Sao_Paulo 2020 - 10:32 am
Localização: Goiás

Mensagem por JJ_JJ »

A verdade é simples, nem mesmo bem posteriormente ao golpe chegou a realmente existir grupos equipados e financiados no Brasil em reais condições de fazer uma revolução comunista

A proposição de que em março de 64 existia tal coisa é proposição nível tipo bó lavismo e congêneres , é coisa de nível terraplana e/ou NOM e/ou coisa semelhante.




.
Responder