Herege de hoje é o santo de amanhã.

Área destinada a discussões sobre Religiões, Seitas, Crenças e Mitos em geral

Herege de hoje é o santo de amanhã.

Avatar do usuário
Schelling
Mensagens: 15
Registrado em: Qua, 08 Novembro 2023 - 14:55 pm
Localização: Santa Maria, RS

Mensagem por Schelling »

O herege de hoje é o santo de amanhã. São Máximo teve mão e língua cortadas por ir contra a religião imperial e depois o poder eclesiástico voltou atrás e lhe deu razão, enquanto que em vida foi perseguido como herege. Joana d'Arc foi queimada por clérigos na fogueira como herege, hoje canonizada e venerada. Santo Inácio de Loyola foi preso pela inquisição espanhola. Tomás de Aquino teve obras condenadas por sínodos antes de tornar-se Doutor da Igreja. Santo Atanásio de Alexandria foi exilado por Constantino. Aprendam que as fronteiras entre heresia e ortodoxia são muito mais definidas por interesses políticos e disputa de influência do que por qualquer outra coisa.
"It is midnight among the profane,
but the intellectual Sun is rising upon this Assembly."

S∴I∵

Re: Herege de hoje é o santo de amanhã.

Avatar do usuário
Fernando Silva
Conselheiro
Mensagens: 5363
Registrado em: Ter, 11 Fevereiro 2020 - 08:20 am

Mensagem por Fernando Silva »

Sobre a invenção da Santíssima Trindade:
Dois dos bispos que votaram a favor de Arius também foram exilados e os
escritos de Arius foram destruídos. Constantino decretou que qualquer um que fosse
apanhado com documentos arianistas estaria sujeito à pena de morte.

[...]

Mesmo com a adoção do Credo de Niceia, os problemas continuaram e, em
poucos anos, a facção arianista começou a recuperar o controle. Tornaram-se tão
poderosos que Constantino os reabilitou e denunciou o grupo de Atanásio. Arius e os
bispos que o apoiavam voltaram do exílio. Agora, Atanásio é que foi banido. Quando
Constantino morreu (depois de ser batizado por um bispo arianista), seu filho
restaurou a filosofia arianista e seus bispos e condenou o grupo de Atanásio.

Nos anos seguintes, a disputa política continuou, até que os arianistas abusaram
de seu poder e foram derrubados. A controvérsia político/religiosa causou violência e
morte generalizadas. Em 381 AD, o imperador Teodósio (um trinitarista) convocou
um concílio em Constantinopla. Apenas os bispos trinitaristas foram convidados a
participar. 150 bispos compareceram e votaram uma alteração no Credo de Niceia
para incluir o Espírito Santo como parte da divindade. A doutrina da Trindade era
agora oficial para a Igreja e também para o Estado.

Os bispos dissidentes foram expulsos da Igreja e excomungados.
Autor: Mike McClellan - https://thebibleisnotholy.wordpress.com ... a-exposed/

Re: Herege de hoje é o santo de amanhã.

Avatar do usuário
Gabarito
Site Admin
Mensagens: 1867
Registrado em: Seg, 02 Março 2020 - 06:49 am

Mensagem por Gabarito »

É esse pessoal aí que selecionou o que incluir e retirar da Bíblia que se lê hoje em dia...
Foi esse tipo de gente que juntou aqueles montes de papiros e escritos derivados de tradição oral, antigos, esquecidos, inventados, distorcidos e acomodados às conveniências.
E nos entregou o pacotão totalmente cheio de inconsistências e contradições que temos hoje.

Não devia causar surpresa.

Re: Herege de hoje é o santo de amanhã.

fenrir
Mensagens: 760
Registrado em: Qui, 19 Março 2020 - 21:59 pm

Mensagem por fenrir »

O primeiro a ter a ideia (e executa-la) de se definir escrito(s) oficiais, um cânone, foi o arqui-herege, Marcion (Marcião), chamado por um dos padres da igreja primitiva (Policarpo) de "primogenito de satanas".
O canone marcionita incluia um evangelho e as cartas paulinas (nao todas, acho)

Paulo era considerado fonte principal de todos os heresiarcas do sec II. Ha suspeitas que ele e Simão Mago (o 1o herege) sejam a mesma pessoa.

Por fim, o cristianismo mais primitivo seria hoje tambem herege, pois que aderia a costumes judaicos como circuncisao, dentre outros. Era praticamente judaismo.

No fundo é tudo busca por poder. A Ortodoxia de uma época é ditada por quem detem o poder. O resto é heresia.
Religiao foi, é e sempre sera busca ávida por poder, de controlar as massas, de ditar o que devem ser, fazer, dizer...

Re: Herege de hoje é o santo de amanhã.

O organoléptico
Mensagens: 934
Registrado em: Seg, 22 Novembro 2021 - 19:31 pm

Mensagem por O organoléptico »

fenrir escreveu:
Ter, 09 Julho 2024 - 10:30 am
O primeiro a ter a ideia (e executa-la) de se definir escrito(s) oficiais, um cânone, foi o arqui-herege, Marcion (Marcião), chamado por um dos padres da igreja primitiva (Policarpo) de "primogenito de satanas".
O canone marcionita incluia um evangelho e as cartas paulinas (nao todas, acho)

Paulo era considerado fonte principal de todos os heresiarcas do sec II. Ha suspeitas que ele e Simão Mago (o 1o herege) sejam a mesma pessoa.

Por fim, o cristianismo mais primitivo seria hoje tambem herege, pois que aderia a costumes judaicos como circuncisao, dentre outros. Era praticamente judaismo.

No fundo é tudo busca por poder. A Ortodoxia de uma época é ditada por quem detem o poder. O resto é heresia.
Religiao foi, é e sempre sera busca ávida por poder, de controlar as massas, de ditar o que devem ser, fazer, dizer...
Interessante, né o tal do poder. Muita gente fala que dinheiro não é tudo, que o que vale é o poder, mas pouca reflexão há de por que as pessoas querem o poder. Na verdade o poder é tão intrinsecamente relativo quanto a liberdade. Aliás, tecnicamente a liberdade e o poder são sinônimos.

O poder pelo poder, dizem. Mas a equação não fecha, não é mesmo? Há que se sondar por que as pessoas o querem.

A igrejja(com dois j, pra lembrar do forista j_j, e também para se referir a uma ala, apenas da cristandade, especificamente, o catoliquismo romano) teve esse papel incrivrlmente viral de trazer um grupo de livros com seus contos causos e histórias chamado Bíblia à apoteose, convertendo os quatro cantos do mundo ao cristianismo. Ninguém explica esse meme. Tem método. Quase como se o conteúdo dessa obra fosse realmente inspirado.

Re: Herege de hoje é o santo de amanhã.

fenrir
Mensagens: 760
Registrado em: Qui, 19 Março 2020 - 21:59 pm

Mensagem por fenrir »

Ah explica sim!
O tal meme era frequentemente propagado no marra
Que o digam Teodosio, Justiniano, Olav Tryggvason, ....

Mas eles davam liberdade pro pobre diabo desconhecedor do meme apreciar o mesmo, a liberdade de escolher entre aceitar o meme ou se f****.

Esse poder, essa liberdade ajudou muito na propagação do meme, era mesmo algo visc... ops viral.

Re: Herege de hoje é o santo de amanhã.

O organoléptico
Mensagens: 934
Registrado em: Seg, 22 Novembro 2021 - 19:31 pm

Mensagem por O organoléptico »

fenrir escreveu:
Qua, 10 Julho 2024 - 06:27 am
Ah explica sim!
O tal meme era frequentemente propagado no marra
Que o digam Teodosio, Justiniano, Olav Tryggvason, ....

Mas eles davam liberdade pro pobre diabo desconhecedor do meme apreciar o mesmo, a liberdade de escolher entre aceitar o meme ou se f****.

Esse poder, essa liberdade ajudou muito na propagação do meme, era mesmo algo visc... ops viral.
Eu contra argumentaria que no início do cristianismo não havia ainda essa imposição.

Re: Herege de hoje é o santo de amanhã.

Avatar do usuário
Fernando Silva
Conselheiro
Mensagens: 5363
Registrado em: Ter, 11 Fevereiro 2020 - 08:20 am

Mensagem por Fernando Silva »

No início do cristianismo não havia dogmas nem papas definindo doutrinas. Cada comunidade discutia livremente sua fé. Mas aí vieram os bispos, assumiram o controle do cristianismo e o povão foi expulso. A partir daí, o que lhe cabia era apenas acreditar sem discutir.

Re: Herege de hoje é o santo de amanhã.

O organoléptico
Mensagens: 934
Registrado em: Seg, 22 Novembro 2021 - 19:31 pm

Mensagem por O organoléptico »

Fernando Silva escreveu:
Qua, 10 Julho 2024 - 10:45 am
No início do cristianismo não havia dogmas nem papas definindo doutrinas. Cada comunidade discutia livremente sua fé. Mas aí vieram os bispos, assumiram o controle do cristianismo e o povão foi expulso. A partir daí, o que lhe cabia era apenas acreditar sem discutir.
Concordo, mas correlação não é especificamente causalidade.

Re: Herege de hoje é o santo de amanhã.

Avatar do usuário
Fernando Silva
Conselheiro
Mensagens: 5363
Registrado em: Ter, 11 Fevereiro 2020 - 08:20 am

Mensagem por Fernando Silva »

O organoléptico escreveu:
Qua, 10 Julho 2024 - 10:49 am
Fernando Silva escreveu:
Qua, 10 Julho 2024 - 10:45 am
No início do cristianismo não havia dogmas nem papas definindo doutrinas. Cada comunidade discutia livremente sua fé. Mas aí vieram os bispos, assumiram o controle do cristianismo e o povão foi expulso. A partir daí, o que lhe cabia era apenas acreditar sem discutir.
Concordo, mas correlação não é especificamente causalidade.
Parece-me que a causalidade está bem definida:
- Bispos tomaram o controle das comunidades
- Bispos impuseram suas interpretações das escrituras.
- Povão foi proibido de pensar com a própria cabeça.

Re: Herege de hoje é o santo de amanhã.

Avatar do usuário
Cinzu
Mensagens: 1204
Registrado em: Seg, 02 Março 2020 - 16:06 pm

Mensagem por Cinzu »

Hoje eu tomei água e minha sede foi saciada.
Apesar da correlação, não deve ter tido causalidade.

Re: Herege de hoje é o santo de amanhã.

O organoléptico
Mensagens: 934
Registrado em: Seg, 22 Novembro 2021 - 19:31 pm

Mensagem por O organoléptico »

Fernando Silva escreveu:
Qui, 11 Julho 2024 - 09:31 am
O organoléptico escreveu:
Qua, 10 Julho 2024 - 10:49 am
Fernando Silva escreveu:
Qua, 10 Julho 2024 - 10:45 am
No início do cristianismo não havia dogmas nem papas definindo doutrinas. Cada comunidade discutia livremente sua fé. Mas aí vieram os bispos, assumiram o controle do cristianismo e o povão foi expulso. A partir daí, o que lhe cabia era apenas acreditar sem discutir.
Concordo, mas correlação não é especificamente causalidade.
Parece-me que a causalidade está bem definida:
- Bispos tomaram o controle das comunidades
- Bispos impuseram suas interpretações das escrituras.
- Povão foi proibido de pensar com a própria cabeça.
A correlação, no caso. Se está falando de conversão e conversões em grande parte se deram não ao estilo islâmico de forçar escolhas mas na base do bico doce, ao estilo jesuíta.

Re: Herege de hoje é o santo de amanhã.

O organoléptico
Mensagens: 934
Registrado em: Seg, 22 Novembro 2021 - 19:31 pm

Mensagem por O organoléptico »

Cinzu escreveu:
Qui, 11 Julho 2024 - 10:28 am
Hoje eu tomei água e minha sede foi saciada.
Apesar da correlação, não teve ter tido causalidade.
Ué, tomar água causou a cessação/sacio da sede ou a correlacionou?

Re: Herege de hoje é o santo de amanhã.

fenrir
Mensagens: 760
Registrado em: Qui, 19 Março 2020 - 21:59 pm

Mensagem por fenrir »

O organoléptico escreveu:
Qua, 10 Julho 2024 - 10:23 am
fenrir escreveu:
Qua, 10 Julho 2024 - 06:27 am
Ah explica sim!
O tal meme era frequentemente propagado no marra
Que o digam Teodosio, Justiniano, Olav Tryggvason, ....

Mas eles davam liberdade pro pobre diabo desconhecedor do meme apreciar o mesmo, a liberdade de escolher entre aceitar o meme ou se f****.

Esse poder, essa liberdade ajudou muito na propagação do meme, era mesmo algo visc... ops viral.
Eu contra argumentaria que no início do cristianismo não havia ainda essa imposição.
No inicio nao havia unidade (marcionitas, proto-ortodoxos, etc, etc) e os numeros eram pequenos.
Cristaos eram apenas mais um de muitos. Haviam mais devotos do mitraismo ou de isis.
Mas o meme ganhou força e se alastrou como fogo de palha quando a fala do bico doce era acompanhado pela espada ou o porrete. Foi ai que se deu a "pacifica" e "voluntaria" cristianizacao da europa, de vikings no norte aos povos balticos e eslavos a leste.
Ah e os jesuitas foram mesmo bem legais com os nativos do novo mundo. Foi só no bico doce, claro.
E tem lata de falar de islamicos, como se cristãos fossem santos.
Ainda nao vi islamicos pregarem pessoas a granel em estacas e atear fogo, porque eram "bruxas", vejam só...

Re: Herege de hoje é o santo de amanhã.

O organoléptico
Mensagens: 934
Registrado em: Seg, 22 Novembro 2021 - 19:31 pm

Mensagem por O organoléptico »

fenrir escreveu:
Qui, 11 Julho 2024 - 11:08 am
O organoléptico escreveu:
Qua, 10 Julho 2024 - 10:23 am
fenrir escreveu:
Qua, 10 Julho 2024 - 06:27 am
Ah explica sim!
O tal meme era frequentemente propagado no marra
Que o digam Teodosio, Justiniano, Olav Tryggvason, ....

Mas eles davam liberdade pro pobre diabo desconhecedor do meme apreciar o mesmo, a liberdade de escolher entre aceitar o meme ou se f****.

Esse poder, essa liberdade ajudou muito na propagação do meme, era mesmo algo visc... ops viral.
Eu contra argumentaria que no início do cristianismo não havia ainda essa imposição.
No inicio nao havia unidade (marcionitas, proto-ortodoxos, etc, etc) e os numeros eram pequenos.
Cristaos eram apenas mais um de muitos. Haviam mais devotos do mitraismo ou de isis.
Mas o meme ganhou força e se alastrou como fogo de palha quando a fala do bico doce era acompanhado pela espada ou o porrete. Foi ai que se deu a "pacifica" e "voluntaria" cristianizacao da europa, de vikings no norte aos povos balticos e eslavos a leste.
Ah e os jesuitas foram mesmo bem legais com os nativos do novo mundo. Foi só no bico doce, claro.
E tem lata de falar de islamicos, como se cristãos fossem santos.
Ainda nao vi islamicos pregarem pessoas a granel em estacas e atear fogo, porque eram "bruxas", vejam só...
Ainda que houvessem imposições pela força elas não passariam de meras correlações se o meme não tivesse um apelo profundo que atingira o próprio âmago espiritual dos convertidos, ou então não seria um meme.

Quanto ao islamismo, o Thiago Braga do You Tube em seu canal Brasão de Armas, por exemplo tem um vídeo exatamente desse assunto, sobre como os islâmicos não deverem nada em práticas "pragmáticas" em conversões tão iguais ou mais às cristãs.

Re: Herege de hoje é o santo de amanhã.

fenrir
Mensagens: 760
Registrado em: Qui, 19 Março 2020 - 21:59 pm

Mensagem por fenrir »

Vejo é forte correlação entre embromação e seu post.
Prefiro bons livros de historia a qualquer canal no bullshittube.
E islamicos embora estejam se esforçando bastante, ainda precisam de mais maldade para chegar no nivel da propagação compulsória do meme cristão.

Re: Herege de hoje é o santo de amanhã.

O organoléptico
Mensagens: 934
Registrado em: Seg, 22 Novembro 2021 - 19:31 pm

Mensagem por O organoléptico »

Os islâmicos são feitos do mesmo material venal de qualquer outro grupo humano, e com o acachapantamento de serem autoritários e ingerentes.

Re: Herege de hoje é o santo de amanhã.

Avatar do usuário
Fernando Silva
Conselheiro
Mensagens: 5363
Registrado em: Ter, 11 Fevereiro 2020 - 08:20 am

Mensagem por Fernando Silva »

O organoléptico escreveu:
Qui, 11 Julho 2024 - 10:54 am
Fernando Silva escreveu:
Qui, 11 Julho 2024 - 09:31 am
O organoléptico escreveu:
Qua, 10 Julho 2024 - 10:49 am
Fernando Silva escreveu:
Qua, 10 Julho 2024 - 10:45 am
No início do cristianismo não havia dogmas nem papas definindo doutrinas. Cada comunidade discutia livremente sua fé. Mas aí vieram os bispos, assumiram o controle do cristianismo e o povão foi expulso. A partir daí, o que lhe cabia era apenas acreditar sem discutir.
Concordo, mas correlação não é especificamente causalidade.
Parece-me que a causalidade está bem definida:
- Bispos tomaram o controle das comunidades
- Bispos impuseram suas interpretações das escrituras.
- Povão foi proibido de pensar com a própria cabeça.
A correlação, no caso. Se está falando de conversão e conversões em grande parte se deram não ao estilo islâmico de forçar escolhas mas na base do bico doce, ao estilo jesuíta.
Não estou falando de conversões, forçadas ou não, e sim da interpretação livre das escrituras pelos já convertidos versus interpretação centralizada por auto-nomeados líderes infalíveis, que chamam de herege quem pensa diferente.

Re: Herege de hoje é o santo de amanhã.

Avatar do usuário
Fernando Silva
Conselheiro
Mensagens: 5363
Registrado em: Ter, 11 Fevereiro 2020 - 08:20 am

Mensagem por Fernando Silva »

fenrir escreveu:
Qui, 11 Julho 2024 - 11:08 am
No inicio nao havia unidade (marcionitas, proto-ortodoxos, etc, etc) e os numeros eram pequenos.
Cristaos eram apenas mais um de muitos. Haviam mais devotos do mitraismo ou de isis.
Mas o meme ganhou força e se alastrou como fogo de palha quando a fala do bico doce era acompanhado pela espada ou o porrete. Foi ai que se deu a "pacifica" e "voluntaria" cristianizacao da europa, de vikings no norte aos povos balticos e eslavos a leste.
Fala-se muito, por exemplo, sobre como São Patrício converteu instantaneamente os irlandeses, mas a verdade é que eles não se converteram, apenas adicionaram o poderoso deus do império romano a seu panteão.
Continuaram a adorar seus deuses tradicionais e levou séculos para que tais deuses fossem vistos, aos poucos, como crendice de gente atrasada. Ou fossem substituídos, no sincretismo, por santos e entidades cristãs reais ou inventadas pela Igreja. Ou então festas cristãs sendo criadas para substituir festas pagãs.
O mesmo deve ter acontecido com os outros povos europeus.
Responder