Dossiê Jair Bolsonaro: seus crimes e desonestidades

Área destinada à discussão sobre Laicismo e Política e a imparcialidade do tratamento do Estado às pessoas.
Discussões sobre economia e sistemas econômicos também se encontram aqui.

Re: Dossiê Jair Bolsonaro: seus crimes e desonestidades

Avatar do usuário
Fernando Silva
Conselheiro
Mensagens: 3699
Registrado em: Ter, 11 11America/Sao_Paulo Fevereiro 11America/Sao_Paulo 2020 - 08:20 am

Mensagem por Fernando Silva »

A eleição em que Bolsonaro defendeu urna eletrônica como antídoto contra fraude no voto impresso

Em 1993, Bolsonaro defendeu que eleições fossem informatizadas pelo TRE

Daniel Salomão Roque De São Paulo para a BBC News Brasil 04/08/2022


"Esse Congresso está mais do que podre", gritou o então deputado federal Jair Bolsonaro no dia 20 de agosto de 1993. "Estamos votando uma lei eleitoral que não muda nada. Não querem informatizar as apurações. Sabe o que vai acontecer? Os militares terão 30 mil votos, e só serão computados 3.000".

Bolsonaro, então filiado ao PPR (Partido Progressista Reformador) de Paulo Maluf, discursava para coronéis e generais da reserva na sede do Clube Militar do Rio de Janeiro em um evento para discutir a "salvação do Brasil". Fazia uma defesa da nascente urna eletrônica como um antídoto contra fraudes que ocorriam no voto impresso.

A maior parte da reunião, segundo o Jornal do Brasil da época, ocorreu sob sigilo, com os participantes divididos em seus planos para a retomada do poder. Uns defendiam o lançamento de candidaturas para as eleições de 1994. Outros, como Bolsonaro, sustentavam que a via democrática era um "sistema viciado".

"Independente das pequenas divergências, nós já somos uma força política, e estamos crescendo", disse no evento do clube militar Euclydes Figueiredo (1919-2009), irmão de João Figueiredo (1918-1999), último presidente da ditadura militar brasileira. "Não queremos o golpe, mas eles nos temem".

No final daquele ano, enumeraria as providências que julgava necessárias para garantir a lisura do processo eleitoral — entre elas, a proibição do voto dos analfabetos, a exigência de segundo grau (o antigo ensino médio) para os candidatos e a informatização das eleições.
https://www.bbc.com/portuguese/brasil-62311882

Re: Dossiê Jair Bolsonaro: seus crimes e desonestidades

Huxley
Mensagens: 1639
Registrado em: Sáb, 07 07America/Sao_Paulo Março 07America/Sao_Paulo 2020 - 20:48 pm

Mensagem por Huxley »

“Felipe Moura Brasil: Bolsonaro só quer tornar hediondo crime incomum entre políticos”:


youtu.be/_OxfxgDj3TI

Re: Dossiê Jair Bolsonaro: seus crimes e desonestidades

Avatar do usuário
Agnoscetico
Mensagens: 2938
Registrado em: Sáb, 21 21America/Sao_Paulo Março 21America/Sao_Paulo 2020 - 11:46 am

Mensagem por Agnoscetico »

O Bozo acabou de fazer uma live no Flow, pra "variar" ele falou contra Lula, tentou rebater sobre rachadinhas, criticou as supostas fake news contra ele ao mesmo tempo que fez afirmações com viés confirmatório, falsa correlações, etc. Foram umas 5 horas.

Será que Bozo ta desesperado angariar mais apoio em votações aponto de ir até o Flow?


BOLSONARO [PRESIDENTE DO BRASIL] - Flow #89



youtu.be/EToS1HBw64Q

Re: Dossiê Jair Bolsonaro: seus crimes e desonestidades

Avatar do usuário
Fernando Silva
Conselheiro
Mensagens: 3699
Registrado em: Ter, 11 11America/Sao_Paulo Fevereiro 11America/Sao_Paulo 2020 - 08:20 am

Mensagem por Fernando Silva »

Há uma enorme diferença entre aceitar numa boa homenagens de pessoas de outras religiões e ativamente defender uma crendice, que é o que ela vive fazendo.
Michelle Bolsonaro ataca Lula e religiões africanas: "Isso pode"

Primeira-dama compartilhou vídeo do ex-presidente com representantes de religiões de matriz africana

iG Último Segundo | 09/08/2022


Imagem

Nesta terça-feira (9), a primeira-dama Michelle Bolsonaro usou seu perfil no Instagram para atacar o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e religiões de matriz africana como o Candomblé.

Michelle compartilhou um vídeo em que Lula recebe um banho de pipoca de uma religiosa. As imagens foram filmadas no ano passado em um evento que ocorreu na Assembleia Legislativa da Bahia, em Salvador.

“Isso pode, né! Eu falar de Deus, não”, escreveu a primeira-dama. A publicação original foi feita por uma vereadora bolsonarista de São Paulo.

“Lula já entregou a sua alma para vencer essa eleição. Não lutamos contra a carne e nem o sangue, mas contra os principados e potestades das trevas. O cristão tem que ter a coragem de falar de política hoje para não ser proibido de falar de Jesus amanhã”, diz a legenda da postagem.

No último domingo (7), a primeira-dama afirmou que, antes do seu marido Jair Bolsonaro (PL) ocupar o cargo de presidente, o Palácio do Planalto era um espaço “consagrado a demônios”.

Lideranças e representantes de religiões de matriz africana criticaram a declaração de Michelle. Tais posições incomodaram bastante a esposa do chefe do executivo federal.

Em nota ao IG, a assessoria do petista declarou que “Lula respeita as religiões e sua liberdade de culto e não hostiliza manifestações religiosas”.
https://ultimosegundo.ig.com.br/politic ... -lula.html

Re: Dossiê Jair Bolsonaro: seus crimes e desonestidades

Huxley
Mensagens: 1639
Registrado em: Sáb, 07 07America/Sao_Paulo Março 07America/Sao_Paulo 2020 - 20:48 pm

Mensagem por Huxley »

“BOLSONARO FRAQUEJOU NO FLOW”:


youtu.be/AGHfnppSuI4

Re: Dossiê Jair Bolsonaro: seus crimes e desonestidades

Huxley
Mensagens: 1639
Registrado em: Sáb, 07 07America/Sao_Paulo Março 07America/Sao_Paulo 2020 - 20:48 pm

Mensagem por Huxley »

Porque pode aparecer uma mulher bonita, que desperte ciúmes na primeira-dama, Bolsonaro falta com a transparência sobre os visitantes da estrutura do Estado que ocupa.

Está “explicado” o sigilo de 100 anos sobre as visitas de machos com os quais ele faz acordões e escambos.
(Felipe Moura Brasil)

Fonte: https://twitter.com/FMouraBrasil/status ... eLhp0rAAAA

Re: Dossiê Jair Bolsonaro: seus crimes e desonestidades

Avatar do usuário
Agnoscetico
Mensagens: 2938
Registrado em: Sáb, 21 21America/Sao_Paulo Março 21America/Sao_Paulo 2020 - 11:46 am

Mensagem por Agnoscetico »

Huxley escreveu:
Qua, 10 10America/Sao_Paulo Agosto 10America/Sao_Paulo 2022 - 21:13 pm
“BOLSONARO FRAQUEJOU NO FLOW”:


youtu.be/AGHfnppSuI4
Mas tem quem reclamou que o Igor do Flow fraquejou, pegando leve. Só que se pegassem pesado com o Bozo, tinha o risco dele sair da live.

Re: Dossiê Jair Bolsonaro: seus crimes e desonestidades

Avatar do usuário
Fernando Silva
Conselheiro
Mensagens: 3699
Registrado em: Ter, 11 11America/Sao_Paulo Fevereiro 11America/Sao_Paulo 2020 - 08:20 am

Mensagem por Fernando Silva »

Eleições: Feliciano diz que igrejas vão fechar caso esquerda vença

Notícia falsa se disseminou em São Paulo; Marco Feliciano, apoiador de Bolsonaro, admite que tem feito essa pregação para ‘alertar’ fiéis

Por Agência O Globo 15/08/2022


Imagem
Deputado federal Pr. Marco Feliciano

A menos de dois meses da eleição, uma notícia falsa se espalhou por igrejas evangélicas em São Paulo: a possibilidade de seus templos serem fechados caso a esquerda volte a governar o país.

Durante um mês, a Rádio CBN visitou seis grandes denominações no estado, além de outras menores, e em todas fiéis disseram acreditar nesse boato.

Pastor da Assembleia de Deus, o deputado Marco Feliciano (PL), que é apoiador do presidente Jair Bolsonaro, admitiu que tem feito essa pregação para “alertar” os evangélicos.

Não há, nos planos de governo dos candidatos majoritários, incluindo os de esquerda, como os presidenciáveis Lula (PT) e Ciro Gomes (PDT), qualquer ataque à liberdade religiosa ou indicação de fechamento de igrejas, o que seria inconstitucional.

"Conversamos sobre o risco de perseguição, que pode culminar no fechamento de igrejas. Tenho que alertar meu rebanho de que há um lobo nos rondando, que quer tragar nossas ovelhas através da enganação e da sutileza. A esmagadora maioria das igrejas está anunciando a seus fiéis: ‘tomemos cuidado’", disse Feliciano, que é pastor da Assembleia de Deus Ministério Catedral do Avivamento.

[...]

Entre dezenas de fiéis ouvidos pela CBN, nenhum soube explicar de onde surgiram os boatos da “ameaça da esquerda”, mas a maioria acredita neles.

"Se a esquerda entrar, eles tentarão fazer isso, pois não gostam (dos evangélicos). Já vi nas redes sociais candidato falar que vai proibir a pregação em praças públicas", diz Fátima Dantas, evangélica há 24 anos, da comunidade da Igreja Quadrangular de Pari.

https://ultimosegundo.ig.com.br/politic ... venca.html
Responder