Dossiê Jair Bolsonaro: seus crimes e desonestidades

Área destinada à discussão sobre Laicismo e Política e a imparcialidade do tratamento do Estado às pessoas.
Discussões sobre economia e sistemas econômicos também se encontram aqui.

Re: Dossiê Jair Bolsonaro: seus crimes e desonestidades

O organoléptico
Mensagens: 805
Registrado em: Seg, 22 22America/Sao_Paulo Novembro 22America/Sao_Paulo 2021 - 19:31 pm

Mensagem por O organoléptico »

Huxley escreveu:
Dom, 01 01America/Sao_Paulo Maio 01America/Sao_Paulo 2022 - 19:37 pm
O organoléptico escreveu:
Dom, 01 01America/Sao_Paulo Maio 01America/Sao_Paulo 2022 - 19:02 pm
Huxley escreveu:
Dom, 01 01America/Sao_Paulo Maio 01America/Sao_Paulo 2022 - 18:45 pm
O organoléptico escreveu:
Dom, 01 01America/Sao_Paulo Maio 01America/Sao_Paulo 2022 - 14:24 pm
SIM, é isso que está expresso na ideia de impessoalidade, por que de outro modo incorre-se em subjetivismo, o qual, subjetividade por subjetividade, segundo constante no link, prevalece a do Executivo. E é sobre essa subjetividade que remete a ideia de discricionaridade no ato da Graça, donde conta como mérito do ato presidencial, o qual não pode ser questionado.
Não se incorre em subjetivismo. Princípio da impessoalidade na administração pública não é invenção de sujeito algum do STF, ele está na Constituição de 1988. A ideia de que decreto de graça não pode ser questionado é FALSO; a liberdade do presidente de nomear um beneficiário da graça existe, mas está limitada pelo texto constitucional, ele só pode conceder o decreto de graça dentro de hipóteses legais e legítimas. Presidente algum tem direito de julgar a constitucionalidade do próprio decreto, já que isso violaria o princípio da separação de poderes, que também é um princípio constitucional. E da mesma maneira como magistrado legalmente não pode participar de julgamento de causa na qual tem interesse próprio, presidente também não. De maneira análoga, presidente não pode conceder decreto de graça para livrar um amigo de uma pena prisional do Judiciário. Isso violaria o princípio da impessoalidade na administração pública.
Se incorre sim, pois impessoalidade, que no caso equivocadamente está sendo considerado, porém é improcedente, primeiro por que a Graça se dá em caráter pessoal, e discricionário, portanto mérito, que por sua vez não é objeto de
questionamento, sendo na verdade procedente o critério de moralidade, esse sim, constitucional, portanto passível de apreciação, depende de interpretação, não se trata de objetivamente dizer que X é quadrado, ou vermelho, por exemplo. Francamente, já deu, esse troço já espichou demais.

Graça como algo automaticamente pessoal é invenção sua, não da lei, já que a constituição obriga que todo decreto e lei tenha caráter impessoal. Como já expliquei, “perdão individualizado” não é a mesma coisa que “perdão pessoal”; você até agora só negou isso com petição de princípio e repetindo esse seu mantra ad nauseum.

Não deixa de ser curioso você usar o “depende de interpretação” para desacreditar um argumento como se fosse algo que você mesmo não utilizasse. É óbvio que dizer que o presidente Bolsonaro tem algum direito de revogar cláusula pétrea da constituição julgando a constitucionalidade do próprio decreto não passa de um pura e simples interpretação. Má interpretação para ser mais específico.

A Constituição flagrantemente embola o meio de campo com a tal questão da subjetividade na parada da moralidade.

Re: Dossiê Jair Bolsonaro: seus crimes e desonestidades

Avatar do usuário
Fernando Silva
Conselheiro
Mensagens: 3564
Registrado em: Ter, 11 11America/Sao_Paulo Fevereiro 11America/Sao_Paulo 2020 - 08:20 am

Mensagem por Fernando Silva »

Repulsivo.
Ao participar de um culto da bancada evangélica na Câmara dos Deputados, nesta quarta-feira, a primeira-dama Michelle Bolsonaro se ajoelhou, chorou e orou para que haja um “avivamento” nos três Poderes, Executivo, Judiciário, que passam por um momento de tensão.

Imagem

"Tu és maravilhoso, senhor. Aleluias... Aleluias... Obrigada pela tua presença, senhor, onde pudemos sentir a tua presença na Câmara", disse Michelle, quando começou a chorar.

"Tu és poderoso para salvar a nossa nação, jesus. Aleluias. Deus, haja um avivamento na nossa nação, senhor. Haja um avivamento no Legislativo, Executivo e no Judiciário. Pai, estenda as tuas mãos sobre a nossa amada nação", continuou Michelle.

Imagem

A bancada evangélica realiza semanalmente cultos na Câmara com seus integrantes e convidados. O encontro desta semana foi em homenagem ao Dia das Mães, comemorado no próximo domingo.

O vídeo foi compartilhado pela página da Frente Parlamentar Evangélica (FPE) nas redes sociais.
https://oglobo.globo.com/politica/em-cu ... o-25500440

Re: Dossiê Jair Bolsonaro: seus crimes e desonestidades

O organoléptico
Mensagens: 805
Registrado em: Seg, 22 22America/Sao_Paulo Novembro 22America/Sao_Paulo 2021 - 19:31 pm

Mensagem por O organoléptico »

Fernando Silva escreveu:
Qui, 05 05America/Sao_Paulo Maio 05America/Sao_Paulo 2022 - 09:42 am
Repulsivo.
Ao participar de um culto da bancada evangélica na Câmara dos Deputados, nesta quarta-feira, a primeira-dama Michelle Bolsonaro se ajoelhou, chorou e orou para que haja um “avivamento” nos três Poderes, Executivo, Judiciário, que passam por um momento de tensão.

Imagem

"Tu és maravilhoso, senhor. Aleluias... Aleluias... Obrigada pela tua presença, senhor, onde pudemos sentir a tua presença na Câmara", disse Michelle, quando começou a chorar.

"Tu és poderoso para salvar a nossa nação, jesus. Aleluias. Deus, haja um avivamento na nossa nação, senhor. Haja um avivamento no Legislativo, Executivo e no Judiciário. Pai, estenda as tuas mãos sobre a nossa amada nação", continuou Michelle.

Imagem

A bancada evangélica realiza semanalmente cultos na Câmara com seus integrantes e convidados. O encontro desta semana foi em homenagem ao Dia das Mães, comemorado no próximo domingo.

O vídeo foi compartilhado pela página da Frente Parlamentar Evangélica (FPE) nas redes sociais.
https://oglobo.globo.com/politica/em-cu ... o-25500440
Não vejo por quê. Se trata de uma atividade bastante edificante, Fernando.

Re: Dossiê Jair Bolsonaro: seus crimes e desonestidades

Avatar do usuário
Titoff
Mensagens: 1268
Registrado em: Ter, 17 17America/Sao_Paulo Março 17America/Sao_Paulo 2020 - 11:47 am

Mensagem por Titoff »

Fernando Silva escreveu:
Qui, 05 05America/Sao_Paulo Maio 05America/Sao_Paulo 2022 - 09:42 am
Repulsivo.
Ao participar de um culto da bancada evangélica na Câmara dos Deputados, nesta quarta-feira, a primeira-dama Michelle Bolsonaro se ajoelhou, chorou e orou para que haja um “avivamento” nos três Poderes, Executivo, Judiciário, que passam por um momento de tensão.

Imagem

"Tu és maravilhoso, senhor. Aleluias... Aleluias... Obrigada pela tua presença, senhor, onde pudemos sentir a tua presença na Câmara", disse Michelle, quando começou a chorar.

"Tu és poderoso para salvar a nossa nação, jesus. Aleluias. Deus, haja um avivamento na nossa nação, senhor. Haja um avivamento no Legislativo, Executivo e no Judiciário. Pai, estenda as tuas mãos sobre a nossa amada nação", continuou Michelle.

Imagem

A bancada evangélica realiza semanalmente cultos na Câmara com seus integrantes e convidados. O encontro desta semana foi em homenagem ao Dia das Mães, comemorado no próximo domingo.

O vídeo foi compartilhado pela página da Frente Parlamentar Evangélica (FPE) nas redes sociais.
https://oglobo.globo.com/politica/em-cu ... o-25500440
Bando de cretinos e posers. Tava a micheque falando em línguas outro dia ao comemorar que o ministro terrivelmente evangélico tinha sido aceito. Logo ele virou comunista, ao também condenar o idiota útil da vez.

O ministro da educaçâo, pastor cristão, de bem e conservador, tinha seus outros ajudantes pastores pedindo grana e ouro para que prefeitos pudessem ser ouvidos pelo MEC, e, talvez, ter verbas liberadas. Tudo com conhecimento do presidente, segundo ministro-pastor indicado.

Re: Dossiê Jair Bolsonaro: seus crimes e desonestidades

Avatar do usuário
Fernando Silva
Conselheiro
Mensagens: 3564
Registrado em: Ter, 11 11America/Sao_Paulo Fevereiro 11America/Sao_Paulo 2020 - 08:20 am

Mensagem por Fernando Silva »

O organoléptico escreveu:
Qui, 05 05America/Sao_Paulo Maio 05America/Sao_Paulo 2022 - 10:26 am
Não vejo por quê. Se trata de uma atividade bastante edificante, Fernando.
1. Crendice e governo não se misturam. O governo não pode favorecer uma crendice em particular. A Lei Maior tem que prevalecer sobre qualquer crendice e não pode ser alterada para ficar de acordo com nenhum "livro sagrado".

2. Essa crentalhada no governo é um bando de hipócritas e sepulcros caiados

3. Por que essa cara de prisão de ventre?

Re: Dossiê Jair Bolsonaro: seus crimes e desonestidades

Huxley
Mensagens: 1578
Registrado em: Sáb, 07 07America/Sao_Paulo Março 07America/Sao_Paulo 2020 - 20:48 pm

Mensagem por Huxley »


Dizer a verdade na raiz rende retaliações, mas a realidade se impõe.

- https://youtu.be/KZCxHOqYLW0

- https://politica.estadao.com.br/blogs/c ... air-renan/

Imagem
(Felipe Moura Brasil)

Fonte: https://twitter.com/FMouraBrasil/status ... mPi6oqAAAA

Re: Dossiê Jair Bolsonaro: seus crimes e desonestidades

Avatar do usuário
Fernando Silva
Conselheiro
Mensagens: 3564
Registrado em: Ter, 11 11America/Sao_Paulo Fevereiro 11America/Sao_Paulo 2020 - 08:20 am

Mensagem por Fernando Silva »

AMEAÇAS À DEMOCRACIA

O golpe de Bolsonaro já começou

Por Bernardo Mello Franco 15/05/2022


Jair Bolsonaro é um golpista. Nunca escondeu, nunca disfarçou, nunca se sentiu obrigado a mudar. O capitão ganhou fama como defensor da ditadura e da tortura. Eleito com votos de militares, passou 28 anos na Câmara como símbolo do extremismo de direita.

No terceiro mandato parlamentar, Bolsonaro ganhou as manchetes ao pregar o fechamento do Congresso e o fuzilamento do presidente Fernando Henrique Cardoso. Questionado sobre o que faria se chegasse ao Planalto, abriu o jogo: “Daria golpe no mesmo dia”.

Na mesma entrevista, o então deputado disse que o Brasil precisava de uma guerra civil, mesmo que isso provocasse a morte de inocentes. Ele também escancarou seu desprezo pelas eleições. “Através do voto, você não vai mudar nada neste país. Nada, absolutamente nada”, decretou.

Numa trapaça da História, o inimigo da democracia se valeu dela para chegar ao poder. Na campanha de 2018, Bolsonaro se vendeu como o extremista de sempre. Falou em fuzilar adversários políticos, disse que as minorias teriam que se curvar às maiorias, renovou ameaças ao Judiciário e à imprensa.

A uma semana da eleição, prometeu “uma limpeza nunca vista”. Acrescentou que mandaria a “petralhada” para a “ponta da praia” — referência a um local usado pela ditadura para ocultar cadáveres de presos políticos. Nada disso impediu que ele fosse eleito com 57 milhões de votos e amplo apoio da elite econômica.

Ao subir a rampa, Bolsonaro começou a pôr em marcha o plano anunciado em 1999. Não deu o golpe “no mesmo dia”, mas trabalha desde a posse para viabilizá-lo. Seu governo é marcado pelo ataque permanente às instituições e pela campanha incessante contra o sistema eleitoral.

Bolsonaro sabe que as urnas eletrônicas são invioláveis. Sua ofensiva faz parte de uma estratégia para se perpetuar no poder. O capitão já deixou claro que só aceitará o resultado em caso de vitória. Se for derrotado, fará o possível para tumultuar o país e impedir a posse do sucessor.
https://blogs.oglobo.globo.com/bernardo ... mecou.html

Re: Dossiê Jair Bolsonaro: seus crimes e desonestidades

Avatar do usuário
Fernando Silva
Conselheiro
Mensagens: 3564
Registrado em: Ter, 11 11America/Sao_Paulo Fevereiro 11America/Sao_Paulo 2020 - 08:20 am

Mensagem por Fernando Silva »

Em busca do ouro

Por Merval Pereira 22/05/2022

[...]

Ocorre que esta instrumentalização, através de milhares de postagens e milhões de visualizações nas redes sociais, ao mesmo tempo em que alimenta a narrativa bolsonarista, acaba por reforçar uma imagem de partidarização das próprias Forças Armadas em parcelas da população, por estarem cada vez mais envolvidas na política, contribuindo assim para o seu desgaste enquanto instituição de Estado, independente e, principalmente, acima do jogo político, que é em grande parte o que garante sua credibilidade.

Esta é a Estratégia e o marco narrativo do bolsonarismo, segundo os pesquisadores:

1. As urnas falham: se mantém a ideia do “manto de desconfiança”, daí a necessidade de algum tipo de “auditoria” dos votos, para dar maior transparência;
2. Pesquisas manipulam: o que funciona é “datapovo” e pesquisas “internas”
3. A imprensa mente: o que funciona são redes sociais e canais amigos (JovenPan, Pingo nos is, entre outros)
4. A sala escura é prova da falta de transparência: TSE age com “sigilo e falta de transparência”
5. Atiçam de forma permanente a indisposição das FFAA com Ministros do STF/TSE: TSE não tem porque não “atender sugestões das FFAA”
6. Fulanizam ataques contra ministros: “Fachin agride FFAA”; “Moraes persegue Bolsonaro, o comandante em chefe das FFAA”
7. Defendem o Artigo 142 da Constituição Federal como mecanismo que permitiria acionar as Forças Armadas como "poder moderador" no caso de uma crise institucional entre os poderes.
8.O TSE e “meia dúzia” de funcionários teriam acesso à chamada “sala secreta” ou “sala escura”, resultando na proposta de Bolsonaro de “conectar o computador do TSE ao do Exército, para uma apuração paralela em tempo real”.
https://blogs.oglobo.globo.com/merval-p ... -ouro.html

Re: Dossiê Jair Bolsonaro: seus crimes e desonestidades

Huxley
Mensagens: 1578
Registrado em: Sáb, 07 07America/Sao_Paulo Março 07America/Sao_Paulo 2020 - 20:48 pm

Mensagem por Huxley »

Imagem
(Retweet de Felipe Moura Brasil)

Fonte: https://twitter.com/andrezamatais/statu ... a4hrcqAAAA

Re: Dossiê Jair Bolsonaro: seus crimes e desonestidades

Huxley
Mensagens: 1578
Registrado em: Sáb, 07 07America/Sao_Paulo Março 07America/Sao_Paulo 2020 - 20:48 pm

Mensagem por Huxley »

“Favorito à PGR deu festa em casa com Dirceu, Rui Falcão e outros petistas...” - Veja mais em https://noticias.uol.com.br/politica/ul ... tistas.htm

“Novo ministro da Justiça, André Mendonça já lançou livro em homenagem a Dias Toffoli”:
https://jc.ne10.uol.com.br/politica/202 ... ffoli.html

“Kassio Nunes já foi nomeado duas vezes por Lula e já defendeu causa do PSDB”:
https://ultimosegundo.ig.com.br/politic ... -psdb.html

“Indicado por Bolsonaro, ministro do STF vota a favor de Lula
Kássio Nunes vota a favor de manter mensagens hackeadas da Lava-Jato com defesa de Lula; ainda faltam votar Gilmar Mendes, Cármen Lúcia e Luiz Edson Fachin”:
https://www.em.com.br/app/noticia/polit ... lula.shtml


🐮Mas e o comunismo, hein?

O mito disse que quem apoia o PT é comunista, certo?

🐮Sim. É tudo comunista, ladrão e vagabundo.

Por que ele colocou um monte de petista no governo?

🐮Cala a sua boca comunista! Senão o PT ganha!

🤣

(…)

Olha o comunismo!

Imagem
Fontes: https://twitter.com/allandospanos/statu ... TMm7cqAAAA
https://twitter.com/allandospanos/statu ... zmnLcqAAAA

Re: Dossiê Jair Bolsonaro: seus crimes e desonestidades

Avatar do usuário
Fernando Silva
Conselheiro
Mensagens: 3564
Registrado em: Ter, 11 11America/Sao_Paulo Fevereiro 11America/Sao_Paulo 2020 - 08:20 am

Mensagem por Fernando Silva »

Quem nunca se deparou com o “tiozão do zap” e seus “argumentos” anti-vacina”, pra não dizer outra coisa?

Martim Cardoso

Fui à casa de um amigo. Chegaram sua nova namorada e amigos dela. Todos bolsonaristas. Ele não é, mas gosta dela a ponto de relevar. Pelo menos por enquanto.

Então eu tive contato com o maravilhoso mundo dos que se informam pelo site Brasil Paralelo. Brasil, não: Realidade Paralela. Confesso que não conheço o site de ir lá ver, até porque não me interessa. Mas conheci de forma indireta. Nem lhes conto...
Mentira: conto.

Em suma, acham que Bolsonaro tem a maioria dos eleitores, apesar das pesquisas apontarem o contrário, e a prova disso foram as manifestações do Sete de Setembro. Se não ganhar, será porque houve fraude.
Eu argumentei na medida do possível e nem tudo o que digo aqui, eu disse lá. Porque, em uma discussão, nem todo mundo consegue falar tudo o que tem para falar. É acalorado e as interrupções são frequentes. É por isso que debates têm moderador. Além do mais, eu estava rouco. Ainda estou, devido a um resfriado recente.

Mas vamos a esse ponto: o Sete de Setembro foi prova de que o Brasil tem 220 milhões de habitantes, de que 1% disso são 2.2 milhões e de que 0.5% disso é 1.1 milhão. Consegue-se encher as ruas sem ter maioria. Somente saberemos quem enche mais as ruas quando a campanha, com seus comícios, começar oficialmente, porque teremos comparação entre quem enche mais e quem enche menos. As ruas: o saco é outra história.
Prova de que encher as ruas não significa ter maioria é que o presidente tentou formar um novo partido e não conseguiu número suficiente de assinaturas. Como conciliar apoio da maioria com não conseguir formar um partido?

Depois uma pessoa chamou Fernando Henrique Cardoso de comunista.
- Onde você leu isso?
- No Brasil Paralelo.
Oh, céus.
Comunista, da forma como é usado, é tudo aquilo que a pessoa não entende ou com que não concorda.

E saíram falando que a redução drástica do número de casos de Covid ao longo de 2021 não se deveu à vacinação, mas ao ciclo natural da doença, porque se alcança a imunidade de rebanho, e que a vacina não teve nada a ver com isso. Oh, céus.

Que a máscara não protege contra doenças e obriga a pessoa a respirar o próprio CO2 e que ela vai adoecer em função disso. A pessoa que disse isso confessou que usava a máscara com o nariz para fora, que eu sempre pensei que fosse por não saber usar a máscara, mas era para não respirar de volta o próprio CO2. Oh, céus.

Quanto à pesquisa Datafolha, claro que não acreditam nela. Eu tentei argumentar.
- Tudo bem, então não dá para acreditar no Datafolha. Mas são vários institutos de pesquisa. Compraram todos?
- Sim, com o dinheiro do Petrolão.
Oh, céus.

Também disseram que o Voldemort não é responsável pelo preço da gasolina e eu não falei da alta do dólar, pela qual ele é em grande parte responsável (índice de confiança) e que incide no preço da gasolina. Se não é o único fator, é um dos principais.

Não há espaço aqui para comentar o que disseram sobre globalismo, a teoria conspiratória pela qual a globalização, fenômeno real, não passa de um plano para dominar o mundo.
Mas foi isso: precisei desabafar.

Falando em céu, hoje, no Rio, ele está azul. Aproveitem o domingo.
Antes que me esqueça: fui chamado de comunista.
https://www.facebook.com/martim.cardoso ... CO%2CP-y-R

Re: Dossiê Jair Bolsonaro: seus crimes e desonestidades

Huxley
Mensagens: 1578
Registrado em: Sáb, 07 07America/Sao_Paulo Março 07America/Sao_Paulo 2020 - 20:48 pm

Mensagem por Huxley »

Ilusionismo

A redução de endividamento do governo se deve à inflação elevada, mas se precisamos disto, não há como se comprometer com a inflação na meta de maneira consistente

Por Alexandre Schwartsman
18 maio 2022 11h00 - Atualizado 2 semanas atrás

A boa notícia relativa às contas públicas é a redução do endividamento público no primeiro trimestre do ano: a dívida, medida como proporção do PIB, caiu para 78,5% em março contra 80,3% em janeiro. A má notícia é que a inflação alta continua desempenhando um papel central num drama em que lhe caberia, no máximo, figuração.

Isto sugere uma inconsistência crucial no arranjo fiscal corrente: se precisamos de inflação alta para pôr as contas em dia, não temos como reduzir a inflação de forma crível, portanto persistente.

A tabela abaixo, construída com dados do BC, resume parte da história.

Imagem

(Fonte: autor com dados do BCB)

Como se vê, no primeiro trimestre de 2022 a dívida pública encolheu cerca de 2% do PIB, mantendo a tendência observada desde o ano passado, quando a redução superou 8% do PIB. Parte relevante da redução se originou da apreciação do real ante ao dólar no período (linha B), dado que o governo ainda tem dívidas em moeda estrangeira (cerca de 7% da dívida no final do ano passado), cujo valor em reais fica menor quando a moeda nacional ganha terreno.

Como regra, contudo, não podemos contar com os movimentos da moeda para resolver o problema de endividamento. Da mesma forma que o real ganhou do dólar no primeiro trimestre, tem perdido no segundo.

A única forma de reduzir de forma persistente a relação dívida-PIB é por meio da chamada “dinâmica de dívida” (a linha A na tabela), resultante da interação entre o resultado primário do governo, o juro sobre a dívida pública e o crescimento do PIB.

De fato, o juro (descontada a inflação) empurra a razão dívida-PIB para cima; já o crescimento da economia tem efeito diametralmente oposto.

Isto dito, o efeito do juro real sobre o endividamento no período deixou de ser negativo, como foi no ano passado, refletindo, entre outras coisas, a elevação da Selic. A inflação, todavia, (o IPCA médio do período comparado ao observado no último trimestre de 2021, uma aproximação enquanto esperamos o resultado oficial do PIB) anulou o efeito do juro mais alto.

Já o efeito do crescimento do PIB, embora modesto, ajudou a reduzir a dívida.

Por fim, o resultado primário do governo geral (União, estados e municípios) também atuou neste sentido. Comparado ao mesmo período do ano passado, cerca de metade da melhora se deve a estados e municípios, enquanto a outra metade resulta do desempenho do governo federal.

A inspeção mais detalhada deste último, contudo, aponta para o efeito considerável da inflação elevada. No gráfico abaixo mostro a decomposição da variação das despesas federais medidas a preços de março de 2022 – no caso as despesas recorrentes, isto é, sem “pedaladas”, nem despesas extraordinárias, como, por exemplo, o auxílio de 2020 e 2021.

Imagem

Assim, embora os gastos medidos a preços constantes tenham caído bastante no passado (pouco mais de R$ 52 bilhões), a redução nos 12 meses terminados em março já é bem menor: R$ 17 bilhões.

Isto resulta de duas forças: a expansão dos gastos puxando a despesa real para cima em R$ 128 bilhões, enquanto a inflação “comeu” o equivalente a R$ 145 bilhões.

Caso a inflação tivesse ficado na meta, seu impacto sobre as despesas teria sido muito menor: R$ 56 bilhões. Numa primeira aproximação, a inflação acima da meta reduziu a despesa recorrente federal em quase R$ 90 bilhões. O gasto federal, medido a preços de março de 2022, teria crescido R$ 71 bilhões nos 12 meses até março, resultado bem diferente da queda observada de R$ 17 bilhões.

Ao invés, portanto, de registrar superávit de R$ 51 bilhões no primeiro trimestre, o governo federal amargaria déficit na casa de R$ 36 bilhões. Algo similar provavelmente se aplicaria a estados e municípios, embora não tenhamos ainda os dados que nos permitam aferir a intensidade deste fenômeno no caso dos governos subnacionais.

Se precisamos, portanto, de inflação alta para produzir saldos primários e reduzir a dívida pública, deve ficar claro que enfrentamos uma inconsistência séria no arranjo das contas públicas.

Não buscamos o equilíbrio das contas (aqui pensado como um nível de endividamento moderado e estável ao longo no tempo) por razões políticas ou estéticas, mas porque se trata de um requisito para manter a inflação também moderada e estável.

Se, com inflação baixa, a dívida crescer de forma descontrolada, a capacidade de o BC manter este estado de coisas fica comprometida, já que a taxa real de juros seria exagerada para estabilizar a dívida. Cedo ou tarde, o BC perderia o controle sobre a inflação.

O desafio, portanto, é equilibrar as contas com a inflação na meta, a prova dos nove quanto à sustentabilidade dos preços estáveis. Neste quesito, seguimos devendo e muito.
Fonte: https://www.infomoney.com.br/colunistas ... lusionismo

Re: Dossiê Jair Bolsonaro: seus crimes e desonestidades

Huxley
Mensagens: 1578
Registrado em: Sáb, 07 07America/Sao_Paulo Março 07America/Sao_Paulo 2020 - 20:48 pm

Mensagem por Huxley »

Pobres dariam a vida para morar no Brasil da propaganda de Bolsonaro

Josias de Souza
Colunista do UOL
02/06/2022 09h30

(…)
Bolsonaro encerra a peça publicitária com uma frase 100% feita de empulhação: "Sem pandemia, sem corrupção e com Deus no coração seremos uma grande nação." Na pandemia, Bolsonaro aliou-se ao vírus. Na corrupção, eliminou intermediários, privatizando o orçamento ao centrão. O Deus de Bolsonaro está armado até os dentes. E os brasileiros que cozinham com fogo à lenha para não gastar 13% do salário mínimo com um botijão de gás dariam a vida para morar na "grande nação" da propaganda do PL ... - Veja mais em https://noticias.uol.com.br/colunas/jos ... sonaro.htm
Huxley escreveu:
Seg, 02 02America/Sao_Paulo Maio 02America/Sao_Paulo 2022 - 20:50 pm
(…)
Tweet de atualização (02/05/2022):

Para manter a tradição: eis a economia voando...

Imagem
(Alexandre Schwartsman)

Fonte: https://twitter.com/AlexSchwartsman/sta ... 3SuZwqAAAA
Huxley escreveu:
Seg, 18 18America/Sao_Paulo Abril 18America/Sao_Paulo 2022 - 21:01 pm
“Inflação acelera a 1,62% em março, maior variação para o mês desde 1994

Em 12 meses, o índice acumula alta de 11,30%; mercado esperava aumento de 1,30% no mês e de 10,98% no acumulado em 12 meses; Transportes e Alimentação foram os maiores impactos do mês”:
https://www.cnnbrasil.com.br/business/i ... esde-1994/
1/2. O desemprego melhorou, mas sobretudo pelo mercado informal. O rendimento real ainda cai à razão de 8-8,5%, na esteira da inflação alta (sobretudo a de alimentos). Os juros mais elevados já alçam o custo médio da dívida pública a algo como 9,5% no acumulado em 12 meses. +
(Felipe Salto)

Fonte: https://twitter.com/FelipeSalto/status/ ... 2_lIAqAAAA
(…)
A inflação oficial do país bateu novos recordes no mês de abril. A alta de 1,06% foi o maior resultado para este mês desde 1996. No ano, o indicador acumula alta de 4,29% e, nos últimos 12 meses, os preços já subiram 12,13%, o que é o maior valor desde outubro de 2003.

Fonte: https://agenciabrasil.ebc.com.br/radioa ... ponta-ibge

Opinião ✂️ Futuro hipotecado. Para viabilizar reajuste dos servidores, governo preserva emendas parlamentares e corta recursos da Educação, Saúde e Ciencia e Tecnologia.
@Estadao
recomendo ⁦
@PriscilaFCruz
⁩ ⁦
@RaquelATeixeira
⁩ ⁦
@AnaCandocha
⁩ ⁦
@joaovillaverde

Imagem

(Josie Melo)

Fonte: https://twitter.com/Josie_Melo/status/1 ... H2psEqAAAA

Re: Dossiê Jair Bolsonaro: seus crimes e desonestidades

Huxley
Mensagens: 1578
Registrado em: Sáb, 07 07America/Sao_Paulo Março 07America/Sao_Paulo 2020 - 20:48 pm

Mensagem por Huxley »

Auditoria do TCU aponta que Bolsonaro gastou R$ 21 milhões no cartão corporativo
Redação O Antagonista

03.06.22 09:55

Despesas são referentes ao período entre janeiro de 2019 e março de 2021; somente em viagens foram gastos R$ 16,5 milhões

Uma auditoria sigilosa do TCU revelou que Jair Bolsonaro gastou R$ 21 milhões nos cartões corporativos da Presidência da República entre janeiro de 2019 e março de 2021, diz a Veja. De acordo com a reportagem, o maior volume está relacionado a viagens: foram R$ 16,5 milhões em hospedagem, fornecimento de alimentação e apoio operacional.

Os auditores da Corte também constataram que, durante o período, foram gastos R$ 2,6 milhões somente na compra de alimentos para as residências oficiais do presidente e do vice Hamilton Mourão — o equivalente a R$ 96,3 mil por mês.

Segundo a revista, o relatório ainda aponta que ministros viajaram a bordo do avião presidencial para passar feriados fora de Brasília ou assistir a jogos de futebol. Paulo Guedes (Economia), Fábio Faria (Comunicações), Augusto Heleno (Gabinete de Segurança Institucional) e Luiz Eduardo Ramos (Secretaria-Geral da Presidência) estão entre os nomes. Para o TCU, isso pode implicar em crime de improbidade administrativa.

“A utilização da aeronave presidencial para transportar, em viagens de agenda privada, pessoas que não são seus familiares diretos, bem como pagamento de despesa de hospedagem de pessoas que não são autoridades ou dignitários, sinalizam aproveitamento da estrutura administrativa em benefício próprio. Tais situações afrontam os princípios da supremacia do interesse público, moralidade e legalidade”, diz um trecho da auditoria.

O documento foi enviado à PGR ao Ministério Público do DF e à Comissão de Fiscalização e Controle da Câmara.
Fonte: https://oantagonista.uol.com.br/brasil/ ... rporativo/
Uma auditoria sigilosa do Tribunal de Contas da União revelou que os gastos no cartão corporativo do presidente Bolsonaro somam R$ 21 MILHÕES!

Agora dá pra entender porque o maior vagabundo da República decretou sigilo de 100 anos no cartão, né?!
(Rubinho Nunes)

Fonte: https://twitter.com/RubensNunesMBL/stat ... Kvv8UqAAAA

Re: Dossiê Jair Bolsonaro: seus crimes e desonestidades

Huxley
Mensagens: 1578
Registrado em: Sáb, 07 07America/Sao_Paulo Março 07America/Sao_Paulo 2020 - 20:48 pm

Mensagem por Huxley »

Segundo fontes do governo, custo das medidas anunciadas por Bolsonaro para conter alta dos combustíveis ficará em torno de R$ 40 bilhões.

Serão +/- R$ 25 bi em compensação de ICMS aos Estados e outros R$ 15 bi para zerar PIS/Cofins e Cide). Medidas valeriam de 1/7 a 31/12.
(Daniel Rittner)

Fonte: https://www.twitter.com/rittner_daniel/ ... 7146174466
Cortar impostos não é medida liberal. Isso qualquer populista faz.

O difícil é cortar impostos E gastos. Cortar de um lado e cobrir com $ de outro é mágica de circo mambembe. Só criança acredita.

(...)
Leonardo o
@Ideias_Radicais
tem um ponto o que achas?
(...)

Ele está errado :
1) "starve the beast" não funciona. A única coisa que faz é jogar o gasto para o futuro.
2) é falso que governo vai sempre criar rombo. nem todo país tem trajetórias fiscais catastróficas.
(...)
(Leonardo Monasterio)

Fonte: https://www.twitter.com/lmonasterio/sta ... vRu8oqAAAA
Por que libertários deveriam repudiar cortes de impostos sem redução de gastos? Porque é um tiro no pé
- Cria a ilusão de que se pode manter serviços públicos sem impostos. Isso aumenta a demanda por gasto, o déficit e o próprio tamanho do governo.
https://www.niskanencenter.org/starve-b ... upt-chief/

Imagem

O grande Niskanen escreveu sobre os problemas da tese Starve the Beast no distante ano de 2006:

Imagem
(Leonardo Monasterio)

Fonte: https://www.twitter.com/lmonasterio/sta ... b2vcoqAAAA

Guedes agora abertamente na estratégia “amanhã eu pago”: gastando dinheiro que não tem e não sabe se vai ter.

Imagem
(Carlos Góes)

Fonte: https://twitter.com/goescarlos/status/1 ... bBysoqAAAA

Re: Dossiê Jair Bolsonaro: seus crimes e desonestidades

Huxley
Mensagens: 1578
Registrado em: Sáb, 07 07America/Sao_Paulo Março 07America/Sao_Paulo 2020 - 20:48 pm

Mensagem por Huxley »

"Enquanto aqui a gente está num evento voltado pra fraternidade, amor, compaixão, do outro lado da Praça dos Três Poderes, o STF, por 3 a 2, mantém a cassação de um deputado por espalhar fake news. Esse deputado não espalhou fake news, porque o que ele falou na live eu também falei para todo mundo: que estava havendo fraude nas eleições de 2018." (Jair Bolsonaro apud Reinaldo Azevedo, ver citação no artigo do UOL que postarei mais à frente)

Bolsonaro deu piti por causa da cassação do deputado bolsonarista Fernando Francischini. O paspalho negou que o parlamentar cassado tenha feito imputação falsa de crime eleitoral porque ele, Bolsonaro, também denunciara que as urnas foram fraudadas no primeiro turno. Entenderam? Algo seria verdade porque Bolsonaro disse isso, e não porque ele teria demonstrado isso (risos). Mas o pior é que ele e o deputado não falaram a mesma coisa:
Não houve fraude em 2018. Aliás, Bolsonaro inventou mentira distinta daquela contada por Francischini em sua live. O presidente insiste que o eleitor digitava o "1" e já aparecia o "13". O deputado cassado inventou que a urna não permitia que se votasse no então presidenciável do PSL, afirmou que aparelhos haviam sido apreendidos e que o TSE admitira a existência de fraude.... - Veja mais em https://noticias.uol.com.br/colunas/rei ... nfesso.htm
O momento em que Francischini fez a acusação de fraude foi nas eleições de 2018, e adivinhem, Bolsonaro ainda não tinha iniciado seu discurso aloprado de alegação de fraude generalizada nas urnas; aliás, quem já o entrevistou alega que isso só veio muito tempo depois. O jornalista Felipe Moura Brasil disse que foi o último a entrevistá-lo antes do resultado da eleição de 2018 e constatou isso (ver 5:48-6:50):
https://open.spotify.com/episode/316ldb3yyj2i9JFxAzU4m6

Enfim, só cortina de fumaça para seus gados continuarem fazendo propaganda no estilo “Se não apoiar Bolsonaro, o PT fica”, negligenciando que o PT e a base parlamentar bolsonarista votaram juntos na mudança da Lei de Improbidade Administrativa (afrouxamento da punição), votaram juntos nos três jabutis no Pacote Anticrime de Moro (limitação à delação premiada, restrição à prisão preventiva e a criação da figura do juiz de garantias), etc.

Re: Dossiê Jair Bolsonaro: seus crimes e desonestidades

Huxley
Mensagens: 1578
Registrado em: Sáb, 07 07America/Sao_Paulo Março 07America/Sao_Paulo 2020 - 20:48 pm

Mensagem por Huxley »

“Bolsonaro comemora alta de 1% no PIB: "Só notícia boa"
O presidente mostrou várias reportagens para embasar a afirmação, dentre elas, uma que apontava que a taxa de desemprego no país”:
https://www.correiobraziliense.com.br/p ... a-boa.html

Falácia da evidência suprimida, pois a taxa de crescimento do PIB e a taxa de inflação no Brasil têm apresentado desempenho inferior ao do resto do mundo nos últimos anos: viewtopic.php?p=23736&sid=ec60d8341d24a ... a4b#p23736

Ademais, para piorar o cenário, esta notícia de hoje é terrível:

Renda média do brasileiro é a menor em 10 anos

Redação O Antagonista
10.06.22 10:32

Segundo o IBGE, o rendimento mensal médio real de todas as fontes no país passou de R$ 2.386 em 2020 para R$ 2.265 em 2021

Dados divulgados hoje pelo IBGE apontam que a renda do brasileiro teve queda recorde diante da pandemia e atingiu o menor nível da série histórica do instituto, que começou em 2012.

Segundo a pesquisa, o rendimento mensal médio real de todas as fontes no país passou de R$ 2.386 em 2020 para R$ 2.265 em 2021, valor mais baixo desde 2012, quando foi iniciada série histórica da pesquisa e era estimado em R$ 2.369 — já descontada a inflação do período). Significa que houve recuo de 5,1%, o maior da série.

Até então, a maior queda da renda mensal real no país, considerando todas as fontes de rendimento, havia sido de 3,4%, registrada na passagem de 2019 para 2020 e puxada pelo desemprego.
Fonte: https://oantagonista.uol.com.br/economi ... m-10-anos/

Re: Dossiê Jair Bolsonaro: seus crimes e desonestidades

Huxley
Mensagens: 1578
Registrado em: Sáb, 07 07America/Sao_Paulo Março 07America/Sao_Paulo 2020 - 20:48 pm

Mensagem por Huxley »

Huxley escreveu:
Sex, 10 10America/Sao_Paulo Junho 10America/Sao_Paulo 2022 - 22:00 pm
“Bolsonaro comemora alta de 1% no PIB: "Só notícia boa"
O presidente mostrou várias reportagens para embasar a afirmação, dentre elas, uma que apontava que a taxa de desemprego no país”:
https://www.correiobraziliense.com.br/p ... a-boa.html

Falácia da evidência suprimida, pois a taxa de crescimento do PIB e a taxa de inflação no Brasil têm apresentado desempenho inferior ao do resto do mundo nos últimos anos: viewtopic.php?p=23736&sid=ec60d8341d24a ... a4b#p23736

Ademais, para piorar o cenário, esta notícia de hoje é terrível:

Renda média do brasileiro é a menor em 10 anos

Redação O Antagonista
10.06.22 10:32

Segundo o IBGE, o rendimento mensal médio real de todas as fontes no país passou de R$ 2.386 em 2020 para R$ 2.265 em 2021

Dados divulgados hoje pelo IBGE apontam que a renda do brasileiro teve queda recorde diante da pandemia e atingiu o menor nível da série histórica do instituto, que começou em 2012.

Segundo a pesquisa, o rendimento mensal médio real de todas as fontes no país passou de R$ 2.386 em 2020 para R$ 2.265 em 2021, valor mais baixo desde 2012, quando foi iniciada série histórica da pesquisa e era estimado em R$ 2.369 — já descontada a inflação do período). Significa que houve recuo de 5,1%, o maior da série.

Até então, a maior queda da renda mensal real no país, considerando todas as fontes de rendimento, havia sido de 3,4%, registrada na passagem de 2019 para 2020 e puxada pelo desemprego.
Fonte: https://oantagonista.uol.com.br/economi ... m-10-anos/
Renda média dos brasileiros tem queda de 8,7% em um ano

Redação O Antagonista
11.06.22 10:19

Os rendimentos reais habituais dos brasileiros caíram 8,7% no primeiro trimestre de 2022 em comparação com o mesmo período do ano passado, segundo estudo do Ipea divulgado na sexta-feira (10). O valor médio registrado nos primeiros meses do ano foi de R$ 2.548.

As maiores quedas foram registradas no Sudeste e Sul, entre os trabalhadores mais velhos e com ensino superior.

Ainda segundo o instituto, os empregados do setor público e que trabalham por conta própria tiveram as maiores deteriorações de suas rendas.

O Ipea considera renda habitual apenas o fluxo constante de pagamentos, sem acréscimos como décimo terceiro salário e outros.

Considerando a renda média efetiva, que inclui esses recebimentos, a queda foi de 6,2%. Já em relação do mesmo período de 2020, o recuo foi de 8,5%.
Fonte: https://oantagonista.uol.com.br/brasil/ ... em-um-ano/

Re: Dossiê Jair Bolsonaro: seus crimes e desonestidades

Avatar do usuário
Zero
Mensagens: 221
Registrado em: Sex, 28 28America/Sao_Paulo Fevereiro 28America/Sao_Paulo 2020 - 13:29 pm

Mensagem por Zero »

Re: Dossiê Jair Bolsonaro: seus crimes e desonestidades

fenrir
Mensagens: 610
Registrado em: Qui, 19 19America/Sao_Paulo Março 19America/Sao_Paulo 2020 - 21:59 pm

Mensagem por fenrir »

Zero escreveu:
Dom, 12 12America/Sao_Paulo Junho 12America/Sao_Paulo 2022 - 18:15 pm
Imagem

https://www.bloomberg.com/news/articles ... ainst-lula
Traduzo isso como: "foda-se todo o resto, so quero me manter no poder custe o que custar"
Mesmo se para isso for preciso fazer o que nem o presidente da mais fuleira e submissa republica das bananas se atreveu a fazer: pedir ao vivo e a cores que o presidente de uma potencia de um empurrãozinho para vencer eleições democráticas.

O mais foda quando um sujeito é burro bagarai é que ele é incapaz de dissimular suas intenções, não consegue ser discreto - é como um elefante bêbado numa loja de porcelana.
As intenções do cara acabam se tornando óbvias cedo ou tarde. Basta apenas observar o que o sujeito diz e faz. E nem precisa de um nivel alto de atenção, porque essas ações geralmente saltam aos olhos.

Re: Dossiê Jair Bolsonaro: seus crimes e desonestidades

Vitor Moura
Mensagens: 329
Registrado em: Sáb, 02 02America/Sao_Paulo Outubro 02America/Sao_Paulo 2021 - 10:13 am

Mensagem por Vitor Moura »

Bolsonaro precisa sair do poder logo:


youtu.be/8O_U4tOjtt0

Re: Dossiê Jair Bolsonaro: seus crimes e desonestidades

Avatar do usuário
Agnoscetico
Mensagens: 2821
Registrado em: Sáb, 21 21America/Sao_Paulo Março 21America/Sao_Paulo 2020 - 11:46 am

Mensagem por Agnoscetico »

Alguém aí entendido de economia pode dizer em que Bolsonaro mentou, errou, acertou, nessa questão que ele tratou na entrevista que deu pra Leda Nagle?

Bolsonaro diz que houve exagero quando se implementou paridade de preço internacional na Petrobras
(Reuters) - O presidente Jair Bolsonaro disse nesta quarta-feira que houve exagero quando se implementou a regra de paridade de preço internacional na Petrobra...
https://br.noticias.yahoo.com/bolsonaro ... 19884.html

Entrevista com o Presidente Jair Bolsonaro


youtu.be/6ER6sML1S2s

Re: Dossiê Jair Bolsonaro: seus crimes e desonestidades

Vitor Moura
Mensagens: 329
Registrado em: Sáb, 02 02America/Sao_Paulo Outubro 02America/Sao_Paulo 2021 - 10:13 am

Mensagem por Vitor Moura »

Agnoscetico escreveu:
Qui, 16 16America/Sao_Paulo Junho 16America/Sao_Paulo 2022 - 17:25 pm
Alguém aí entendido de economia pode dizer em que Bolsonaro mentou, errou, acertou, nessa questão que ele tratou na entrevista que deu pra Leda Nagle?
https://m.youtube.com/shorts/mz0Tv_nDO-E?feature=share

Re: Dossiê Jair Bolsonaro: seus crimes e desonestidades

Avatar do usuário
Fernando Silva
Conselheiro
Mensagens: 3564
Registrado em: Ter, 11 11America/Sao_Paulo Fevereiro 11America/Sao_Paulo 2020 - 08:20 am

Mensagem por Fernando Silva »

Durante um pronunciamento no plenário da Câmara dos Deputados em 15 de abril de 1998. Bolsonaro criticou a política de demarcação de terras indígenas na Amazônia e chamou de “incompetente” a cavalaria brasileira por não fazer o mesmo que as tropas norte-americanas, “que dizimou seus índios no passado”.

“A cavalaria brasileira foi muito incompetente. Competente, sim, foi a cavalaria norte-americana, que dizimou seus índios no passado e hoje em dia não tem esse problema em seu país”, declarou. A opinião do político foi registrada e publicada no Diário Oficial da Câmara no dia seguinte ao momento.
https://www.correiobraziliense.com.br/p ... ndios.html

Re: Dossiê Jair Bolsonaro: seus crimes e desonestidades

Huxley
Mensagens: 1578
Registrado em: Sáb, 07 07America/Sao_Paulo Março 07America/Sao_Paulo 2020 - 20:48 pm

Mensagem por Huxley »

Agnoscetico escreveu:
Qui, 16 16America/Sao_Paulo Junho 16America/Sao_Paulo 2022 - 17:25 pm
Alguém aí entendido de economia pode dizer em que Bolsonaro mentou, errou, acertou, nessa questão que ele tratou na entrevista que deu pra Leda Nagle?

Bolsonaro diz que houve exagero quando se implementou paridade de preço internacional na Petrobras
(Reuters) - O presidente Jair Bolsonaro disse nesta quarta-feira que houve exagero quando se implementou a regra de paridade de preço internacional na Petrobra...
https://br.noticias.yahoo.com/bolsonaro ... 19884.html

Entrevista com o Presidente Jair Bolsonaro


youtu.be/6ER6sML1S2s
O aumento do lucro da Petrobras no ano não proveio do aumento de margens aplicadas ao consumidor: viewtopic.php?p=24515&sid=3941bf3990812 ... eb3#p24515

Re: Dossiê Jair Bolsonaro: seus crimes e desonestidades

Huxley
Mensagens: 1578
Registrado em: Sáb, 07 07America/Sao_Paulo Março 07America/Sao_Paulo 2020 - 20:48 pm

Mensagem por Huxley »

Até a eleição, Bolsonaro ainda pode trocar o presidente da Petrobras mais umas três vezes, para fingir ao eleitorado que a culpa de tudo é sempre dos outros, inclusive daqueles que ele próprio indica.

Força aí, claque.
(Felipe Moura Brasil)

Fonte: https://twitter.com/FMouraBrasil/status ... H6m9sqAAAA

Re: Dossiê Jair Bolsonaro: seus crimes e desonestidades

Avatar do usuário
Titoff
Mensagens: 1268
Registrado em: Ter, 17 17America/Sao_Paulo Março 17America/Sao_Paulo 2020 - 11:47 am

Mensagem por Titoff »

Ih, prenderam o ministro pastor cidadão de bem armado cristão de direita...

O pessoal mais militante já está acusando uma suposta "ala petista" da PF. Não duvido que logo peçam a exoneração dos responsáveis por mais esse ataque comunista contra o bom nome do mito.

Tudo bem que o ministro pastor mesmo disse que o presidente estava ligado nos esquemas, e até o biroliro resolveu colocar as reuniões dele com os pastores envolvidos em sigilo por 100 anos, mas isso não deve ser considerado, não.

Mesmo assim, o presidento havia dito que colocava a cara no fogo (?) pelo ministro pastor.

Passeando de moto e com a cara chamuscada... Cada país tem o motoqueiro fantasma que merece.

Re: Dossiê Jair Bolsonaro: seus crimes e desonestidades

Huxley
Mensagens: 1578
Registrado em: Sáb, 07 07America/Sao_Paulo Março 07America/Sao_Paulo 2020 - 20:48 pm

Mensagem por Huxley »

“Milton Ribeiro já disse que fez tudo a pedido de Bolsonaro; prisão será novo problema | Tales Faria”:


youtu.be/N5c5XsrNe8U

“BOLSONARO E A RELAÇÃO COM MILTON RIBEIRO PRESO”:


youtu.be/hF1IpkhB4PY

“Não tem corrupção no meu governo.”

#Sqn!

Um clipe de Jair Bolsonaro ajustando a narrativa conforme a conveniência.
(Felipe Moura Brasil)

Fonte: https://twitter.com/FMouraBrasil/status ... vShN4qAAAA

COMENTÁRIOS MEUS:

Dia ruim para o gado que repetia feito papagaio o discurso de Bolsonaro de que “no meu governo não tem corrupção”. Dentre alguns desses, estão incluídos bolsominions enrustidos.

Re: Dossiê Jair Bolsonaro: seus crimes e desonestidades

Huxley
Mensagens: 1578
Registrado em: Sáb, 07 07America/Sao_Paulo Março 07America/Sao_Paulo 2020 - 20:48 pm

Mensagem por Huxley »

Um final menos infeliz para o caso da menina que foi estuprada em Santa Catarina…

“Menina de 11 anos que foi estuprada em SC consegue fazer aborto, diz MPF”:
https://oantagonista.uol.com.br/brasil/ ... o-diz-mpf/

E, como de costume, Bolsonaro e a mídia bolsotralha fazendo papelão na exposição de opinião de um caso polêmico. Eis uma matéria com declarações de Bolsonaro; aliás, acho que O Antagonista andou pegando leve na descrição do título. O título deveria se chamar “Bolsonaro defende legitimidade de estuprador fazer filho em criança”:


Quem quer ditadura diz que menina tem que abortar, diz Bolsonaro

Redação O Antagonista

23.06.22 13:54
Presidente falou publicamente pela primeira vez sobre caso de menina de 11 anos que foi estuprada em Santa Catarina, cujo aborto foi negado por juíza

Jair Bolsonaro tratou nesta quinta-feira (23), pela primeira vez, do caso de uma menina vítima de estupro de 11 anos, cujo aborto foi impedido por uma juíza em Santa Catarina. Em conversa com apoiadores no “cercadinho” do Palácio da Alvorada, o presidente disse que só quem quer uma ditadura no país apoia o direito da garota.

“Quem quer impor uma ditadura no Brasil não sou eu. É quem não quer a liberdade de expressão, é quem vai controlar a mídia, é quem diz que vai valorizar o MST, é quem diz que esse caso da menina grávida de sete meses tem que abortar”, disse o presidente.

Fonte: https://oantagonista.uol.com.br/brasil/ ... bolsonaro/

O paspalho do presidente não entende que há um imperativo de que a menina tem que abortar, pois não entende a mãe da criança estuprada tem todo direito de exercer seu direito de não ter um neto indesejado que foi concebido através de um estupro de vulnerável. Também foi dito que o tempo para fazer o aborto foi extrapolado demais. Mentira! Não existe limite temporal legal para se fazer aborto em caso de estupro no Brasil e ademais o prazo de gestação era praticamente idêntico ao prazo-limite de gestação da norma técnica recomendada do Ministério da Saúde. Outra mentira é dizer que a juíza Joana Ribeiro Zimmer errou em nada na condução do processo do caso. Como essa última coisa precisa ser explicada em mais detalhes, deixo os dois artigos abaixo para maiores esclarecimentos:


As marcas cruéis do Estado bolsonarista no corpo de uma criança
O caso exemplar da aliança pelo atraso
Ricardo Noblat
22/06/2022 9:00,atualizado 22/06/2022 7:34

(…)

O Código Penal é autoaplicável. No artigo 128 estabelece que o aborto praticado por médico não é punível quando há risco de vida para a mulher ou quando a gravidez resulta de estupro e há o consentimento da gestante ou de seu representante legal.

Dispensa-se autorização judicial. Dispensa-se a obrigação do médico de apurar previamente se a informação prestada pela gestante ou por seu representante é verdadeira ou não. E o aborto independe do estágio da gravidez indesejada.

Aconteceu tudo ao contrário com a menina. Médicos do hospital que a atenderam recusaram-se a fazer o aborto por calcularem que a gravidez era de 22 semanas e dois dias, quer dizer: dois dias além do que o Ministério da Saúde fixou em norma técnica.

E desde quando uma norma técnica se sobrepõe à lei? Uma juíza retirou a menina do convívio com a mãe e tentou convencê-la a não abortar. Falou do pai da criança (estuprador não é pai) e do “bebezinho” que poderia ser adotado mais tarde.

E assim se passou quase um mês até o escândalo tornar-se público. A juíza foi promovida e abandonou o caso. Feito o aborto, a menina voltará para casa e carregará para sempre as cicatrizes deixadas em seu corpo e na sua memória pelo Estado brasileiro. (…)


Fonte: https://www.metropoles.com/blog-do-nobl ... ma-crianca
Aborto legal: especialista explica o procedimento e como funciona no Brasil
Nesta semana, uma menina de 11 anos que engravidou após ser estuprada teve o direito ao aborto legal negado pela Justiça de Santa Catarina

Thays Martins
postado em 22/06/2022 19:59 / atualizado em 22/06/2022 20:10

O aborto é legalizado no Brasil em três situações: quando a gravidez é decorrente de um estupro, quando há risco de vida para a gestante e quando existe anencefalia do feto. Nesses casos, o procedimento deve ser disponibilizado pelo Sistema Único de Saúde (SUS) e não é preciso uma decisão judicial. Apesar disso, nesta semana foi revelado — pelo jornal The Intercept Brasil — que uma menina de 11 anos, estuprada, teve esse direito negado pelo Justiça de Santa Catarina. Ela teve o procedimento negado em um hospital de Florianópolis por estar com 22 semanas e dois dias de gestação.

Apesar de uma Norma Técnica de Atenção Humanizada ao Abortamento, disponibilizada pelo Ministério da Saúde, falar que o procedimento só pode ser realizado até 20ª semana de gestação, podendo ser estendido até 22 semanas, caso o feto tenha menos de 500 gramas, a lei brasileira não prevê qual o tempo máximo em que o procedimento pode ser feito. "Nenhuma hipótese de aborto legal prevê semana que pode ser feito ou não", destaca a advogada especialista em Direitos Humanos e Penal, também mentora de Feminismo e Inclusão e líder de empoderamento, Mayra Cardozo, ao Correio.

Quais casos há direito ao aborto?

O crime de aborto é previsto no Código Penal Brasileiro, com pena tanto para a gestante quanto para o médico que realizar o procedimento. No entanto, a própria legislação já tem as exceções de gravidez em caso de estupro e quando há risco para a gestante. Desde 2012, também é possível a interrupção da gravidez quando o feto é anencéfalo — por entendimento do Supremo Tribunal Federal (STF).

Tanto quanto há risco para a vida da gestante, quanto nos casos de fetos anencéfalos, é necessário um laudo médico que comprove a situação.

Em 9 de junho deste ano, uma cartilha do Ministério da Saúde chegou a falar que todo aborto é crime. De acordo com Mayra, a afirmação não faz sentido. "Se todo aborto é crime, então o aborto natural e acidental também é crime. A gente tem hipóteses em que o aborto é criminalizado e hipóteses que é legalizado", explica.

Quando a gravidez é decorrente de violência sexual não é necessário apresentar um Boletim de Ocorrência ou laudo do Instituto Médico Legal (IML). Porém, desde 2020, uma portaria obriga profissionais de saúde a comunicar à polícia, em 24 horas, casos em que há indícios de violência contra a mulher. "Tinha uma portaria que estabelecia que precisava de boletim, mas nunca foi preciso autorização judicial. No caso da menina de Santa Catarina, o hospital que exigiu a decisão judicial", afirma Mayra.

No hospital, a mulher que opta pelo procedimento deverá ser atendida por uma equipe multidisciplinar. Não são todos os hospitais que realizam o procedimento, somente os especializados. Porém, caso no município em que a mulher reside não tenha uma unidade especializada, ela tem direito a ter todas as despesas pagas para ir até a outra cidade ou estado.

Para que o procedimento seja feito, é necessário a autorização da mulher por escrito. Nos casos, em que a vítima tem menos de 18 anos, também é necessário uma autorização dos pais.

"Esse direito não pode ser negado. A família poderia ter entrado com um mandado de segurança, porque é um direito líquido e certo — poder abortar legalmente em caso de violência sexual. O próprio fato do hospital exigir uma decisão judicial, por lei, se ele se recusa a atender a vítima em caso de emergência esperando procedimentos burocráticos, ele (o hospital) pode incidir em crime. No caso de ser uma menina de 11 anos, que a gestação implica em risco para a vida dela, para mim é uma situação clara de emergência", defende Mayra.

O caso de Santa Catarina

Vítima de estupro, a menina de 11 anos procurou atendimento no Hospital Universitário de Florianópolis quando descobriu a gravidez. A unidade, no entanto, se recusou a fazer o procedimento já que a menina estava com 22 semanas de gestação.

O caso foi parar na Justiça. Porém, a juíza Joana Ribeiro Zimmer, do Tribunal de Justiça de Santa Catarina, e a promotora do Ministério Público do estado Mirela Dutra Alberton tentaram convencer a menina a desistir do procedimento, como revelado pelo jornal The Intercept Brasil. Nesta terça-feira, a Justiça autorizou a criança voltasse a morar com a mãe. Ela estava sendo mantida em um abrigo.

Mayra ainda explica que o fato da menina ter sido levada para um abrigo é uma medida que visa preservar a vítima. Porém, existem outras formas de protegê-la. "Essa questão da retirada da convivência para o abrigo foi colocada até pela Lei Maria da Penha e visa proteger a mulher de outras violências. Na audiência, a juíza fala que o agressor estaria próximo e poderia cometer o delito novamente. Mas os relatos são que as condições nos abrigos são péssimas. Então essa situação em que a menina não queria e a mãe não queria que ela fosse para o abrigo poderia ser resolvida com mais sensibilidade com um mandado de prisão para o agressor", destaca.
Fonte: https://www.correiobraziliense.com.br/b ... rasil.html
Editado pela última vez por Huxley em Qui, 23 23America/Sao_Paulo Junho 23America/Sao_Paulo 2022 - 23:59 pm, em um total de 3 vezes.

Re: Dossiê Jair Bolsonaro: seus crimes e desonestidades

Huxley
Mensagens: 1578
Registrado em: Sáb, 07 07America/Sao_Paulo Março 07America/Sao_Paulo 2020 - 20:48 pm

Mensagem por Huxley »

PF solta nota bolsonarista, chamando de “boatos” as denúncias de interferência na condução da investigação de Milton Ribeiro.

Na verdade, delegado Bruno Calandrini enviou mensagem a colegas dizendo que investigação foi "prejudicada" por blindagem a Ribeiro.

A Folha noticiou.

O caso confirma o que sempre apontei sobre a tensão existente dentro da PF, entre a ala disposta a atender os interesses bolsonaristas, o que inclui a cúpula da corporação, e agentes independentes lutando contra a ingerência do governo.

A realidade não é binária.

É tensa mesmo.

Se PF informa que “foi determinada a instauração de procedimento apuratório para verificar a eventual ocorrência de interferência”, por que considera de antemão como “boatos” as denúncias?

Nota vergonhosa que tenta desqualificá-las, impregnando de viés, desde já, o procedimento.

Relato do delegado, mostrando que Ribeiro teve privilégio e que outra ala da PF impediu sua transferência de SP a Brasília, ordenada pelo juiz, deixa no ar a suspeita de operação-abafa para evitar depoimento do ex-ministro no DF, até decisão favorável do TRF-1.

CPI é necessária.

Bruno: "O deslocamento de Milton para a carceragem da PF em SP é demonstração de interferência na condução da investigação, por isso afirmo não ter autonomia investigativa e administrativa para conduzir o inquérito policial deste caso com independência…"

Delegado do caso, Bruno Calandrini diz ainda que comunicou ao seu superior a situação e que irá manter a postura "de que a investigação foi obstaculizada ao se escolher pela não transferência de Milton a Brasília à revelia da decisão judicial".

"A investigação envolvendo corrupção no MEC foi prejudicada no dia de ontem em razão do tratamento diferenciado concedido pela PF ao investigado Milton Ribeiro”, diz delegado. Ele aponta que Ribeiro, "principal alvo" da operação, foi “tratado com honrarias não existentes.

Milton Ribeiro dormiu na Superintendência da PF em SP por determinação que veio de cima na PF, não do delegado do caso.

Com isso, não houve audiência de custódia, onde o ex-ministro bolsonarista poderia falar algo comprometedor para o governo, que temia o depoimento.

Alô, CPI.
(Felipe Moura Brasil)

Fonte: https://twitter.com/FMouraBrasil/status ... XnqN8qAAAA

Re: Dossiê Jair Bolsonaro: seus crimes e desonestidades

Avatar do usuário
Titoff
Mensagens: 1268
Registrado em: Ter, 17 17America/Sao_Paulo Março 17America/Sao_Paulo 2020 - 11:47 am

Mensagem por Titoff »

Parece que o nosso motoqueiro miasma também é sensitivo. Recebe premoniçôes que vem do... éter, provavelmente.

Re: Dossiê Jair Bolsonaro: seus crimes e desonestidades

Huxley
Mensagens: 1578
Registrado em: Sáb, 07 07America/Sao_Paulo Março 07America/Sao_Paulo 2020 - 20:48 pm

Mensagem por Huxley »

Huxley escreveu:
Qui, 23 23America/Sao_Paulo Junho 23America/Sao_Paulo 2022 - 22:12 pm
Um final menos infeliz para o caso da menina que foi estuprada em Santa Catarina…

“Menina de 11 anos que foi estuprada em SC consegue fazer aborto, diz MPF”:
https://oantagonista.uol.com.br/brasil/ ... o-diz-mpf/

E, como de costume, Bolsonaro e a mídia bolsotralha fazendo papelão na exposição de opinião de um caso polêmico. Eis uma matéria com declarações de Bolsonaro; aliás, acho que O Antagonista andou pegando leve na descrição do título. O título deveria se chamar “Bolsonaro defende legitimidade de estuprador fazer filho em criança”:


Quem quer ditadura diz que menina tem que abortar, diz Bolsonaro

Redação O Antagonista

23.06.22 13:54
Presidente falou publicamente pela primeira vez sobre caso de menina de 11 anos que foi estuprada em Santa Catarina, cujo aborto foi negado por juíza

Jair Bolsonaro tratou nesta quinta-feira (23), pela primeira vez, do caso de uma menina vítima de estupro de 11 anos, cujo aborto foi impedido por uma juíza em Santa Catarina. Em conversa com apoiadores no “cercadinho” do Palácio da Alvorada, o presidente disse que só quem quer uma ditadura no país apoia o direito da garota.

“Quem quer impor uma ditadura no Brasil não sou eu. É quem não quer a liberdade de expressão, é quem vai controlar a mídia, é quem diz que vai valorizar o MST, é quem diz que esse caso da menina grávida de sete meses tem que abortar”, disse o presidente.

Fonte: https://oantagonista.uol.com.br/brasil/ ... bolsonaro/

O paspalho do presidente não entende que há um imperativo de que a menina tem que abortar, pois não entende a mãe da criança estuprada tem todo direito de exercer seu direito de não ter um neto indesejado que foi concebido através de um estupro de vulnerável. Também foi dito que o tempo para fazer o aborto foi extrapolado demais. Mentira! Não existe limite temporal legal para se fazer aborto em caso de estupro no Brasil e ademais o prazo de gestação era praticamente idêntico ao prazo-limite de gestação da norma técnica recomendada do Ministério da Saúde. Outra mentira é dizer que a juíza Joana Ribeiro Zimmer errou em nada na condução do processo do caso. Como essa última coisa precisa ser explicada em mais detalhes, deixo os dois artigos abaixo para maiores esclarecimentos:


As marcas cruéis do Estado bolsonarista no corpo de uma criança
O caso exemplar da aliança pelo atraso
Ricardo Noblat
22/06/2022 9:00,atualizado 22/06/2022 7:34

(…)

O Código Penal é autoaplicável. No artigo 128 estabelece que o aborto praticado por médico não é punível quando há risco de vida para a mulher ou quando a gravidez resulta de estupro e há o consentimento da gestante ou de seu representante legal.

Dispensa-se autorização judicial. Dispensa-se a obrigação do médico de apurar previamente se a informação prestada pela gestante ou por seu representante é verdadeira ou não. E o aborto independe do estágio da gravidez indesejada.

Aconteceu tudo ao contrário com a menina. Médicos do hospital que a atenderam recusaram-se a fazer o aborto por calcularem que a gravidez era de 22 semanas e dois dias, quer dizer: dois dias além do que o Ministério da Saúde fixou em norma técnica.

E desde quando uma norma técnica se sobrepõe à lei? Uma juíza retirou a menina do convívio com a mãe e tentou convencê-la a não abortar. Falou do pai da criança (estuprador não é pai) e do “bebezinho” que poderia ser adotado mais tarde.

E assim se passou quase um mês até o escândalo tornar-se público. A juíza foi promovida e abandonou o caso. Feito o aborto, a menina voltará para casa e carregará para sempre as cicatrizes deixadas em seu corpo e na sua memória pelo Estado brasileiro. (…)


Fonte: https://www.metropoles.com/blog-do-nobl ... ma-crianca
Aborto legal: especialista explica o procedimento e como funciona no Brasil
Nesta semana, uma menina de 11 anos que engravidou após ser estuprada teve o direito ao aborto legal negado pela Justiça de Santa Catarina

Thays Martins
postado em 22/06/2022 19:59 / atualizado em 22/06/2022 20:10

O aborto é legalizado no Brasil em três situações: quando a gravidez é decorrente de um estupro, quando há risco de vida para a gestante e quando existe anencefalia do feto. Nesses casos, o procedimento deve ser disponibilizado pelo Sistema Único de Saúde (SUS) e não é preciso uma decisão judicial. Apesar disso, nesta semana foi revelado — pelo jornal The Intercept Brasil — que uma menina de 11 anos, estuprada, teve esse direito negado pelo Justiça de Santa Catarina. Ela teve o procedimento negado em um hospital de Florianópolis por estar com 22 semanas e dois dias de gestação.

Apesar de uma Norma Técnica de Atenção Humanizada ao Abortamento, disponibilizada pelo Ministério da Saúde, falar que o procedimento só pode ser realizado até 20ª semana de gestação, podendo ser estendido até 22 semanas, caso o feto tenha menos de 500 gramas, a lei brasileira não prevê qual o tempo máximo em que o procedimento pode ser feito. "Nenhuma hipótese de aborto legal prevê semana que pode ser feito ou não", destaca a advogada especialista em Direitos Humanos e Penal, também mentora de Feminismo e Inclusão e líder de empoderamento, Mayra Cardozo, ao Correio.

Quais casos há direito ao aborto?

O crime de aborto é previsto no Código Penal Brasileiro, com pena tanto para a gestante quanto para o médico que realizar o procedimento. No entanto, a própria legislação já tem as exceções de gravidez em caso de estupro e quando há risco para a gestante. Desde 2012, também é possível a interrupção da gravidez quando o feto é anencéfalo — por entendimento do Supremo Tribunal Federal (STF).

Tanto quanto há risco para a vida da gestante, quanto nos casos de fetos anencéfalos, é necessário um laudo médico que comprove a situação.

Em 9 de junho deste ano, uma cartilha do Ministério da Saúde chegou a falar que todo aborto é crime. De acordo com Mayra, a afirmação não faz sentido. "Se todo aborto é crime, então o aborto natural e acidental também é crime. A gente tem hipóteses em que o aborto é criminalizado e hipóteses que é legalizado", explica.

Quando a gravidez é decorrente de violência sexual não é necessário apresentar um Boletim de Ocorrência ou laudo do Instituto Médico Legal (IML). Porém, desde 2020, uma portaria obriga profissionais de saúde a comunicar à polícia, em 24 horas, casos em que há indícios de violência contra a mulher. "Tinha uma portaria que estabelecia que precisava de boletim, mas nunca foi preciso autorização judicial. No caso da menina de Santa Catarina, o hospital que exigiu a decisão judicial", afirma Mayra.

No hospital, a mulher que opta pelo procedimento deverá ser atendida por uma equipe multidisciplinar. Não são todos os hospitais que realizam o procedimento, somente os especializados. Porém, caso no município em que a mulher reside não tenha uma unidade especializada, ela tem direito a ter todas as despesas pagas para ir até a outra cidade ou estado.

Para que o procedimento seja feito, é necessário a autorização da mulher por escrito. Nos casos, em que a vítima tem menos de 18 anos, também é necessário uma autorização dos pais.

"Esse direito não pode ser negado. A família poderia ter entrado com um mandado de segurança, porque é um direito líquido e certo — poder abortar legalmente em caso de violência sexual. O próprio fato do hospital exigir uma decisão judicial, por lei, se ele se recusa a atender a vítima em caso de emergência esperando procedimentos burocráticos, ele (o hospital) pode incidir em crime. No caso de ser uma menina de 11 anos, que a gestação implica em risco para a vida dela, para mim é uma situação clara de emergência", defende Mayra.

O caso de Santa Catarina

Vítima de estupro, a menina de 11 anos procurou atendimento no Hospital Universitário de Florianópolis quando descobriu a gravidez. A unidade, no entanto, se recusou a fazer o procedimento já que a menina estava com 22 semanas de gestação.

O caso foi parar na Justiça. Porém, a juíza Joana Ribeiro Zimmer, do Tribunal de Justiça de Santa Catarina, e a promotora do Ministério Público do estado Mirela Dutra Alberton tentaram convencer a menina a desistir do procedimento, como revelado pelo jornal The Intercept Brasil. Nesta terça-feira, a Justiça autorizou a criança voltasse a morar com a mãe. Ela estava sendo mantida em um abrigo.

Mayra ainda explica que o fato da menina ter sido levada para um abrigo é uma medida que visa preservar a vítima. Porém, existem outras formas de protegê-la. "Essa questão da retirada da convivência para o abrigo foi colocada até pela Lei Maria da Penha e visa proteger a mulher de outras violências. Na audiência, a juíza fala que o agressor estaria próximo e poderia cometer o delito novamente. Mas os relatos são que as condições nos abrigos são péssimas. Então essa situação em que a menina não queria e a mãe não queria que ela fosse para o abrigo poderia ser resolvida com mais sensibilidade com um mandado de prisão para o agressor", destaca.
Fonte: https://www.correiobraziliense.com.br/b ... rasil.html
Bolsonaro voltou a falar besteira sobre o caso da menina de 11 anos que foi estuprada. O título da matéria já resume a porcaria verbal:
"Não se discute a forma que ele foi gerado", diz Bolsonaro, sobre caso da menina grávida por estupro
Fonte: https://oantagonista.uol.com.br/brasil/ ... r-estupro/
Não importa contexto: ato sexual com menor de 14 anos é estupro; entenda

De Universa, em São Paulo 24/06/2022 15h53Atualizada em 24/06/2022 18h09

De acordo com documento obtido por Universa, o suspeito de ter engravidado a menina de 11 anos em Santa Catarina é um adolescente de 13 anos que, por ser menor de 18, se torna inimputável. Mas especialistas esclarecem que a criança não deixou de ser uma vítima de um estupro de vulnerável por isso, já que qualquer ato sexual —não importa o contexto, a autoria ou se houve ou não consentimento— com menores de 14 anos entra nessa classificação. Em consequência disso, essa faixa de idade tem garantido acesso ao aborto

Em consequência disso, essa faixa de idade tem garantido acesso ao aborto legal, uma vez que a lei estabelece que vítimas de violência sexual podem fazer o procedimento.

A advogada Ana Claudia Cifali, coordenadora jurídica do Instituto Alana, explica que o Código Penal brasileiro é bastante claro em relação à presunção de estupro de vulnerável sempre que envolve menor de 14 anos. "Crianças grávidas, com até 14 anos, deveriam ter o acesso ainda mais facilitado ao aborto legal porque o estupro de vulnerável já está presumido em lei. Mesmo se o caso envolver uma outra criança, o aborto continua sendo um direito garantido porque a condição da menina enquanto vítima de estupro não se desconstitui", afirma a especialista. "Uma decisão recente do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul afastou a culpabilidade de um adolescente, numa relação entre namorados, menores de 18 anos, que tinham idade muito próxima e estavam iniciando a vida sexual juntos. Mas, via de regra, é considerado estupro." A advogada Luciana Temer, presidente do Instituto Liberta, que combate a exploração sexual infantil, explica que a lei que definiu estupro de vulnerável é de 2009 e foi estabelecida para afastar subjetividades nas análises dos casos. "Antes dessa lei, existia uma subjetividade ao analisar o que era consentimento e o que não era, se era estupro ou se não era. Esta lei veio para acabar com essa subjetividade. Não importa qual foi a situação, tem um dado objetivo na lei que define o que é estupro de vulnerável", diz.

Além disso, ela lembra, a legislação também determina que vítimas de estupro têm acesso ao aborto legal (o procedimento no país também está autorizado para mulheres em risco por causa da gestação e para caso de feto com anencefalia). "São duas leis claras e objetivas que não comportam qualquer outra interpretação: ato sexual envolvendo menor é estupro, e o aborto é permitido em caso de estupro." Mônica Brito, secretária executiva do Cedeca (Centro de Defesa dos Direitos da Criança e do Adolescente) Glória de Ivone, no Tocantins, afirma que não existe a ideia de "consentimento" para relações sexuais com menores de 14 anos. "Nessa idade, não existe discernimento próprio para decidir sobre aquele ato, sobre relação de afetividade. A criança ainda não tem esse domínio. Estamos falando de uma condição peculiar de crescimento e desenvolvimento, em um período que ela ainda não teve acesso à educação sexual —inclusive não temos, no Brasil, uma educação sexual sem tabu, sem preconceito, sem criminalização e sem o envolvimento da questão religiosa e moral", diz a especialista.

Ou seja, independentemente da ideia de consentimento ou não, nessa idade ela não tem discernimento para afirmar que aquele tipo de relação pode ou não a prejudicar, do ponto de vista da saúde e psicológico." Para a especialista, comentários que dizem que a menina não teria acesso ao aborto legal por ter tido a relação com menor de 13 anos são equivocados e revelam uma visão "adultocêntrica" e "violadora dos direitos humanos", além de culpabilizar a criança. "O que está por trás dessas falas é preconceito com o aborto", diz.

Temer afirma que as duas discussões, no entanto, apontam para uma realidade: a falta de educação sexual no país. "Estamos vendo essas situações se repetirem. Nossa sociedade precisa discutir sexualidade saudável com nossas crianças e adolescentes, se não isso vai continuar acontecendo", diz. "Se a gente não falar, a pornografia vai. Precisamos falar das torturas e ilegalidades institucionais que essa menina sofreu, mas também precisamos falar sobre prevenção, que é ter essa conversa nas escolas públicas e privadas."... - Veja mais em https://www.uol.com.br/universa/noticia ... ntenda.htm
COMENTÁRIOS MEUS:

Bolsonaro comentou que a menina já estava no tempo de gestação de 7 meses - 29 semanas, para ser mais preciso-, o que levou gente da mídia bolsonarista a dizer que a gestação alcançou o estágio em que o feto pode sobreviver fora da barriga da mãe. Só que a altura da viabilidade do feto é determinada pelo estado da tecnologia existente, que obviamente variará de época para época e de país para país. Isso torna arbitrária a adoção do critério da viabilidade fetal. (Um critério objetivo seria, por exemplo, o do período em que se inicia a atividade organizada do córtex cerebral. Uma certa estimativa médica diria que só às 30 semanas de gestação essa atividade tem início). Por sua vez, a legislação não define limite temporal para se abortar. Na presença de uma autorização da lei, não importa os precedentes e a jurisprudência - um juiz (ou juíza) de primeira instância não é obrigado a seguir decisão de tribunal superior, pois na tradição da lei civil, a lei prevalece sobre os precedentes e a jurisprudência.
Editado pela última vez por Huxley em Sáb, 25 25America/Sao_Paulo Junho 25America/Sao_Paulo 2022 - 01:27 am, em um total de 2 vezes.

Re: Dossiê Jair Bolsonaro: seus crimes e desonestidades

Huxley
Mensagens: 1578
Registrado em: Sáb, 07 07America/Sao_Paulo Março 07America/Sao_Paulo 2020 - 20:48 pm

Mensagem por Huxley »

Linha do tempo liga interferências na PF e caso Ribeiro.

Minha cronologia no UOL conecta os fatos. Entenda.

https://noticias.uol.com.br/colunas/fel ... ntenda.htm

“Ele”, citado por Milton Ribeiro, é mesmo Jair Bolsonaro, como confirmam os outros trechos agora revelados da transcrição do telefonema do ex-ministro para sua filha. Atualizei a linha do tempo.

A suspeita - para dizer o mínimo - é que as expressões "pressentimento", "ele acha" e "mandado versículos" foram usadas como senhas para amenizar informações confidenciais de vazamento trocadas entre ambos, com o objetivo de evitar conclusões categóricas em caso de interceptação.

Imagem

Delegado Alexandre Saraiva, ex-superintendente da PF no Amazonas, removido do cargo pelo governo federal após apresentar notícia-crime contra o então ministro Ricardo Salles, ironiza “pressentimento” de Jair Bolsonaro.

(…)
(Felipe Moura Brasil)

Fonte: https://twitter.com/FMouraBrasil/status ... Sb1eAqAAAA

Re: Dossiê Jair Bolsonaro: seus crimes e desonestidades

Huxley
Mensagens: 1578
Registrado em: Sáb, 07 07America/Sao_Paulo Março 07America/Sao_Paulo 2020 - 20:48 pm

Mensagem por Huxley »



Só porque Bolsonaro disse que não ia esperar “foder minha família ou amigo meu”, que queria informação da PF, que ia interferir; trocou diretores; delegados que miraram aliados caíram; o do caso Ribeiro confirmou interferência; e presidente alertou sobre busca e apreensão.

“Só”.

(…)

No petismo, a senha era “ventos frios sopram de Curitiba” ou, por rascunho de e-mail compartilhado, “seu grande amigo está muito doente”, “médicos consideram que o risco é máximo”, “a esposa agora está com câncer”.

No bolsonarismo, por telefone, é “pressentimento”.

São poetas.

(…)

“Alô, Milton, eu tô mandando o ‘Bessias’ junto com o papel, quer dizer, o ‘pressentimento’, pra gente ter ele, e só usa em caso de necessidade, talkey?”

(…)

Tem que alertar investigado sobre busca e apreensão, “senão o PT volta”.

(…)

"Ele estava sabendo. Pra ter rumores do alto é porque o negócio já estava certo”, disse mulher de Milton Ribeiro, logo após a prisão do ex-ministro, em ligação interceptada pelos investigadores.

Na prática, ela traduziu o "pressentimento".

https://politica.estadao.com.br/blogs/f ... s-do-alto/
(Felipe Moura Brasil)

Fontes:
https://twitter.com/FMouraBrasil/status ... Sb1eAqAAAA

https://twitter.com/FMouraBrasil/status ... Ch4uAqAAAA

https://twitter.com/FMouraBrasil/status ... Hu5uAqAAAA

https://twitter.com/FMouraBrasil/status ... vm6uAqAAAA

https://twitter.com/FMouraBrasil/status ... vP7OAqAAAA

Re: Dossiê Jair Bolsonaro: seus crimes e desonestidades

Huxley
Mensagens: 1578
Registrado em: Sáb, 07 07America/Sao_Paulo Março 07America/Sao_Paulo 2020 - 20:48 pm

Mensagem por Huxley »

Recordar é viver!

Imagem
(Allan dos Panos)

Fonte: https://twitter.com/allandospanos/statu ... 2Cv-kqAAAA

Re: Dossiê Jair Bolsonaro: seus crimes e desonestidades

Huxley
Mensagens: 1578
Registrado em: Sáb, 07 07America/Sao_Paulo Março 07America/Sao_Paulo 2020 - 20:48 pm

Mensagem por Huxley »

“BOLSONARO NUNCA QUIS AUXÍLIO DE R$ 600 | PEC Kamikaze do Desespero”:


youtu.be/tEguAHLJGg8

Re: Dossiê Jair Bolsonaro: seus crimes e desonestidades

Huxley
Mensagens: 1578
Registrado em: Sáb, 07 07America/Sao_Paulo Março 07America/Sao_Paulo 2020 - 20:48 pm

Mensagem por Huxley »

“Orçamento SECRETO é um MENSALÃO legalizado!”:


youtu.be/23eTy45o_hU
Responder