Paulo Freire, Patrono da Educação Brasileira

Área destinada a discussões sobre História, Sociedade, Comportamento e Filosofia

Paulo Freire, Patrono da Educação Brasileira

Avatar do usuário
criso
Mensagens: 666
Registrado em: Qui, 19 Março 2020 - 15:57 pm
Localização: Santa Maria (RS)

Mensagem por criso »

Gostaria de ouvir a opinião dos foristas com relação ao Patrono da Educação Brasileira: Paulo Freire.

De preferência, com referência e citação, mostrando sua boa fundamentação etc.
Editado pela última vez por criso em Seg, 20 Setembro 2021 - 11:23 am, em um total de 2 vezes.

Re: Paulo Freire

Avatar do usuário
criso
Mensagens: 666
Registrado em: Qui, 19 Março 2020 - 15:57 pm
Localização: Santa Maria (RS)

Mensagem por criso »

vídeo do "mamãefalei"

youtu.be/1cd1TjS_v4Y

Re: Paulo Freire

Avatar do usuário
criso
Mensagens: 666
Registrado em: Qui, 19 Março 2020 - 15:57 pm
Localização: Santa Maria (RS)

Mensagem por criso »

"ministro da educação" do bolsonaro

youtu.be/sPt_LLavxLI

Re: Paulo Freire

Avatar do usuário
criso
Mensagens: 666
Registrado em: Qui, 19 Março 2020 - 15:57 pm
Localização: Santa Maria (RS)

Mensagem por criso »

"presidente" bolsonaro

youtu.be/4o4YONa9byg

Paulo Freire, Patrono da Educação Brasileira

Avatar do usuário
criso
Mensagens: 666
Registrado em: Qui, 19 Março 2020 - 15:57 pm
Localização: Santa Maria (RS)

Mensagem por criso »

Paulo Freire, 100 anos | Documentário

youtu.be/tG_pVkhzr1c

CENTENÁRIO DO PAULO FREIRE

youtu.be/Ah-I05ezx1I

Ler: Paulo Freire - Pedagogia do Oprimido:
https://cpers.com.br/wp-content/uploads ... Freire.pdf

Ler: Paulo Freire - Pedagogia da Autonomia:
https://nepegeo.paginas.ufsc.br/files/2 ... Freire.pdf


O centenário de Paulo Freire: admirado no mundo, também é vilão da direita
https://www.correiobraziliense.com.br/e ... reita.html
Editado pela última vez por criso em Seg, 20 Setembro 2021 - 12:44 pm, em um total de 1 vez.

Re: Paulo Freire, Patrono da Educação Brasileira

Avatar do usuário
Agnoscetico
Mensagens: 4655
Registrado em: Sáb, 21 Março 2020 - 11:46 am

Mensagem por Agnoscetico »

Opinião dada por quem leu PF em partes específicas ou até certo ponto,

Opinião de Adrilles é do tipo: 'Não sei qual responsabilidade do PF na educação' e depois 'PF é responsável pelo desastre educacional brasileiro'.


TRETA! Qual é a INFLUÊNCIA de Paulo Freire para o DESASTRE da educação?


youtu.be/Hkm9zKBO2hk


PL FAKE NEWS / PAULO FREIRE - MORNING SHOW - 20/09/21


youtu.be/6Rzeuf8DysU

Re: Paulo Freire, Patrono da Educação Brasileira

Avatar do usuário
Fernando Silva
Conselheiro
Mensagens: 5221
Registrado em: Ter, 11 Fevereiro 2020 - 08:20 am

Mensagem por Fernando Silva »

criso escreveu:
Seg, 20 Setembro 2021 - 11:06 am
Gostaria de ouvir a opinião dos foristas com relação ao Patrono da Educação Brasileira: Paulo Freire.

De preferência, com referência e citação, mostrando sua boa fundamentação etc.
O método dele funciona. As pessoas realmente aprendem a ler. E também é muito eficiente para doutrinar, para enfiar ideologias na cabeça das pessoas.
Foi usado pela esquerda, mas também funcionaria nas mãos da extrema direita.

Muito já foi postado aqui sobre ele, portanto seguem apenas alguns links:

https://clubeceticismo.com.br/viewtopic ... ido#p15726

https://clubeceticismo.com.br/viewtopic ... mido#p9274

Re: Paulo Freire, Patrono da Educação Brasileira

Avatar do usuário
Agnoscetico
Mensagens: 4655
Registrado em: Sáb, 21 Março 2020 - 11:46 am

Mensagem por Agnoscetico »

Vídeo do Brasil escola, cheio de comentários do tipo "PF é a causa do fracasso educacional brasileiro". O participante também não ajudou muito, pois pareceu ta lacrando usando clichês repetidos várias vezes "Latifundiário... Patriarcal... Autoritário... racista...". A melhor forma de ter prova desse método é testando isso numa escola que sirva de laboratório/cobaia e ver o resultado observado pro lacradores e mitadores. Se bem que ainda sim pode haver ter os haters, usando argumento do nível que conspiracionistas que eleições com urna eletrônica foram fraudadas, nem adiantaria usar comprovantes eles iriam confiar.

Paulo Freire - Brasil Escola


youtu.be/PRSiGgEpqmA

Re: Paulo Freire, Patrono da Educação Brasileira

Avatar do usuário
Fernando Silva
Conselheiro
Mensagens: 5221
Registrado em: Ter, 11 Fevereiro 2020 - 08:20 am

Mensagem por Fernando Silva »

Acho que alguém que diz "Escola não é para transmitir conhecimento, é para construir o indivíduo" não está ajudando muito.

E acho que alguém que diz que a frase "Eva viu a uva" deve ser usada para uma discussão em classe sobre quem tem direito à uva etc. etc. está doutrinando os alunos e não ensinando.

Além disso, são seguidores, com suas interpretações pessoais do que ele teria dito, que efetivamente ensinam.

Já citei em algum lugar uma escola pública no Rio em que os alunos tinham trocentas atividades: balé, capoeira, artesanato etc., mas ficaram em último lugar na classificação porque não sabiam matemática nem português.

Re: Paulo Freire, Patrono da Educação Brasileira

Avatar do usuário
Agnoscetico
Mensagens: 4655
Registrado em: Sáb, 21 Março 2020 - 11:46 am

Mensagem por Agnoscetico »

Spoiler:
Fernando Silva escreveu:
Ter, 21 Setembro 2021 - 12:51 pm
Acho que alguém que diz "Escola não é para transmitir conhecimento, é para construir o indivíduo" não está ajudando muito.

E acho que alguém que diz que a frase "Eva viu a uva" deve ser usada para uma discussão em classe sobre quem tem direito à uva etc. etc. está doutrinando os alunos e não ensinando.

Além disso, são seguidores, com suas interpretações pessoais do que ele teria dito, que efetivamente ensinam.

Já citei em algum lugar uma escola pública no Rio em que os alunos tinham trocentas atividades: balé, capoeira, artesanato etc., mas ficaram em último lugar na classificação porque não sabiam matemática nem português.
Não sei se tem correlação com esse problema, mas já faz muito tempo que eu me perguntava se era impressão minha ou países de terceiro mundo pareciam focar mais em Humanas (mais especificamente arte) do que Exatas (Matemática, etc) ou educação relacionada a tecnologia mais de ponta.

Re: Paulo Freire, Patrono da Educação Brasileira

Avatar do usuário
Fernando Silva
Conselheiro
Mensagens: 5221
Registrado em: Ter, 11 Fevereiro 2020 - 08:20 am

Mensagem por Fernando Silva »

Em breve, nem miçangas saberão fazer ...

Re: Paulo Freire, Patrono da Educação Brasileira

Avatar do usuário
Agnoscetico
Mensagens: 4655
Registrado em: Sáb, 21 Março 2020 - 11:46 am

Mensagem por Agnoscetico »

PF deve ser o assunto da semana:

Arthur do Val e seu mundo Paralelo sobre Paulo Freire
TRANSCRIÇÃO (Não ta bom, mas ta aí pra quem prefere ler que assistir)
Spoiler:
a gente tem alguns vídeos
atrás a gente soltou os cachorros todo
mundo falou mal de marxista falou mal de
anarco capitalista falou mal de
anarquista falou mal de liberar eu falo
mal de todo mundo então eu não gosto
muito quando eu faço isso né porque
quando eu tô com raiva eu só o cachorro
mesmo mas veja o que me motivou foi o
pessoal brigando comigo por causa da
posição que eu tava tendo em A
bm&a
então Leandro tá aqui conosco Isso é
ótimo Ele mexeu lá nos comentários agora
a gente acabou de comentar que o mbl
para os problemas bem velho aí ele
mencionou assim com a gente que assiste
bom assistir o Kinho que ia legal isso
que é legal aqui lupa Pelo menos é menos
pior e não sei que aí o que eu quero
contar para vocês Fortaleza muito grande
aí até brincava ali com o negócio dos
cids a Itália é que esses caras é eles
se organizam
e
eles se organizam voltou agora o que tá
tá dando para ver ouvir ou piorou o
áudio
ele se organizam de uma maneira de uma
maneira a tem uma influência dentro da
política Então essa influência conjunto
que é importante importante para bem ou
para mal a influência em conjunto E é
importante certo não o indivíduo sujeito
o nome o sobrenome a questão é como se
articular para ganhar uma espécie de
ascensão dentro das disputas de poder
que é legítimo e todo mundo pode fazer
né não tem nada de errado pessoal fazer
se reunir em grupos para disputar o
poder Mas a questão é nessas disputas
algumas coisas são colocadas em que a
gente se manifesta contra e esse é um
ponto aqui tem que deixar muito claro eu
acho o mbl um quem o rapaz lá
que foi com esses esses esses rapazes
todos e são muito piores do que Olavo de
Carvalho muito de hoje veja Porque nessa
manifestação do
Arthur a gente vê exatamente por quê
Porque ele racionaliza coisas que dia
outro modo seriam de nicho ser em uma
brincadeira seria aquele que aquela
galera que fala da Terra plana e ele vai
dar um ar de da digamos assim de
ceticismo nessa decisão racional preciso
racionar lá e como eu sou racional ai
como eu li todos os lados a como eu
questiono tudo e veja teve um outro
rapaz lá aquele outro rapaz da ibérica
escreveu Holiday o Holiday e quando ele
fez um vídeo há um ano atrás eu tava até
assistindo aqui no início que eu para
relembrar o que me tinha falado né E ele
fala olha eu participo da escola é eu tô
me informa aí curso de licenciatura e
não sei o que eu sei como é e o fato é
que as pessoas na prática das vezes da
escola e todo mundo sabe disso é todo
mundo sabe disso na prática das escolas
não se aplica metodologia o Freire não
se aplica não sabe aí eu vou dizer uma
coisa para você eu quero te dar esse
vídeo que serve para te dar a dimensão
de como com como funciona no no amplos é
na
dimensão de estatística da Coruja certo
não tô falando não tem uma pessoa a TV
outra pessoa lá Não tô falando disso eu
tô falando é a regra geral perceba a
faculdade ela serve ela serve para
ensinar muitas coisas eles muito
ensinar-lhes Muitas cenário mas ela
serve também para formar reserva de
mercado certo tem tem tranquilidade para
compreender isso os caras se formam em
advocacia né são pessoas específicas que
passam numa prova específica e tem uma
certa reserva de mercado livre para o
cara que é advogado para o cara querem
dinheiro para o cara existe uma uma
engenharia né funciona se a engrenagem
da Universidade até por isso que E é
difícil né porque obrigo contra o
pessoal que é antiacademico justamente
porque as pessoas que são antes
acadêmicas querem reduzir a academia é
isso que eu vou contar que ela é também
ela é também ela é também ela é uma
engrenagem que roda e faz reserva de
mercado pé sendo uma é uma engrenagem
que roda e faz reserva de mercado o fato
é que as pessoas que entram Pode ser que
muito jovem não é muito jovem entre
assim nossa eu quero muito aprender as
coisas conhecer o mundo revolucionário
planeta então Total mas na prática
estatisticamente o que acontece é que a
maioria dessas pessoas nunca vão
revolucionar nada do pão de me sentir
nunca vão apresentar alguma coisa vai
mudar os planetas né O curso agora a
gente vai falar mais em heliocentrismo e
a gente vai falar sobre guerras
Corinthians não tem isso entendeu a
regra a regra é que você esteja formando
pessoas para ocupar postos de trabalho
com a remuneração
e essa regra Essa é a regra E aí eu
entendo a crítica do esquerdinha
chato né que vai querer reduzir academia
apenas isso não é só isso mas é isso
também entende que não é só isso mas é
isso também beleza tens entendo isso com
verdadeiro o que você tem que entender é
que quando você faz um curso de
licenciatura O que você tá fazendo é
abrir a sua possibilidade de ocupar
vagas dentro de um esquema que sempre
roda deve sempre vai precisar até
professor assim como você vai precisar
ter policial assim como sempre vai
precisar tem Engenheiro você entrar na
faculdade de licenciatura
significa que você tá entrando para
ocupar esse esse espaço até e o que que
acontece então boa parte da galera que
entra na faculdade de licenciatura ela
vai vai vai
acochado dois cursinhos ali a dois duas
matérias na pedagogia 3 Já chegou o Avon
exagerar 5 matérias na pedagogia eu
quero vai pegar lá cinco matérias a
pegar hoje aí eu digo para você
todas as pessoas aqui todas as pessoas
aqui q fizeram universitário com óculos
com focos todas as pessoas aqui q
fizeram
Universidade é mentira ou é verdade que
eu tô falando o que eu tô de vou dizer
agora ou é mentira ou é verdade é
mentira ou é verdade que a maioria das
pessoas que vem sei lá da física ou do
da matemática ou da história ou de
qualquer coisa quando vai para uma aula
de pedagogia vai como se aquela aula
fosse casar com leite é ou não é eu tô
mentindo que eu tô falando eu tô
mentindo mesma pessoa que disse que
gosta muito aí eu adoro esse negócio de
pedagogia mesmo essa pessoa ela vai para
essa experiência de aula de pedagogia
achando que aula de pedagogia café com
leite ou não acha igual quando você tá
fazendo direito e eu fiz direito né E aí
você vai para aula de e a maioria
esmagadora
acha que aula de filosofia lado direito
é aula café com leite é aquela aula que
você tem que ir para cumprir os créditos
para completar a universidade para que
você ganhar o canudo no final para você
entrar no mercado de trabalho mas isso
não é aquela coisa mais tesuda do
planeta Terra aquela coisa mais
importante nem todo mundo eu tô
convocando as pessoas aqui do do quintal
assistindo esse vídeo porque todo mundo
que participa sabe todo mundo sabe todo
mundo chat a uma certa uma certa
falsidade no ar como se aquela Aquela
aquele aquela aula de filosofia lá ou
aquela ordem vão dizer não entrou na
história você tem que pelo menos na UnB
na história você tem que fazer
antropologia essa aula de Antropologia é
ou não é um café com leite que você faz
essas aulas assim que escapam do
currículo normal e no do currículo assim
Grosso da coisa que a matéria mesmo pra
o vestibular Essas são interpretadas
pela larga maioria como café com leite
ou não são ou não chão e aí é por isso
que eu tô convocando as pessoas para
falar porque todo mundo sabe se você não
sabe porque você nunca fez uma
universidade e esse gente como esse
Arthur tá tentando manipular o tava
tentando manipular você então todo mundo
sabe então Zinho e esse processo de
formação é exatamente o processo de
formação contra o qual Paulo Freire vai
bater que é aquele negócio você chega na
sala de aula só para aprender um
conjunto de informações padrão para você
decorar um conjunto de informações
padrão para você repetir numa prova lá
na frente para você passar nessa prova
lá na frente entrar no mercado de
trabalho e é assim quiser e é exatamente
assim que é entende então ou a única a
questão é a questão que se coloca
portanto é que por mais que não importa
se Paulo Freire Tá certo tá errado se
ele é bonito Se ele é feio se ele jogava
muito futebol se ele era gente boa que
ele queria dominar os meios de produção
se ele era Leni nista se ele comia
crianças no café da manhã não importa
isso porque isso tudo que acontece na
cabeça desse sujeito Não é aplicado e o
que é passado para as pessoas é a mesma
coisa que eu falo da escola dos annales
que eu falo aqui com vocês eu falei para
vocês eu brigo né desculpe escola dos
annales Total mas eu tentei e eu admito
e eu falo para vocês eu estou jogando o
quê que eu digo isso para vocês porque
eu sei como é que funciona na UnB que
não é uma faculdade pequena né e o
Provavelmente em todas as outras se não
é igual é muito parecido o que acontece
é o seguinte por exemplo na escola dos
annales não é igual da história é põe
ele tem um bolão de gente e tem essa
moda da escola do armário tem essa moda
é uma moda né e o funciona de uma
funciona de um jeito e um professor meu
lado a unidade da UnB que ele quer
estudar isso né como é que funciona essa
reprodução acadêmica porque assim o
professor que deixa o professor deixa um
professor que a gente trouxe um francês
um francês para cá né foi lá para a USP
não sei o que aquele cara do
estruturalismo falar para o outro foi
para a luz para o outro não sei o que
foi lá para não ter Então teve um monte
de referência isso vem para cá que fez
escola aí a partir daí é o seguinte você
que quer entrar no mestrado você não vai
tirar o negócio da tua bunda você vai
direto naquela Pesquisa onde o seu
professor já faz porque facilita que
você entra então a lógica de reprodução
é uma lógica de reprodução aí o meu. 1 é
tanto que o cara lá das galáxias um
francês mesmo que estudou 80 anos para
criar uma visão dele de mundo lá não tô
dizendo que esse cara é babaca não é
este o ponto o que eu tenho certeza né
porque eu tô lá eu sei como é que
funciona eu tenho certeza como funciona
é o que quando o professor o professor
que às vezes é muito bom professora que
da e às vezes o professor que é muito
bom ele é muito maravilhoso Levi o
levistros é Então veja o professor é
muito bom para você é maravilhoso só que
não há tempo hábil para ele te ensinar a
como fala um um
desses caras análise qualquer pão desses
cara não tem tempo para ele pegar esse
cara ensinar para você o cara tem que
dar um curso de teoria da história aí no
curso de teoria da história dele de seis
meses ele tem que dar do lado de
tucídides até hoje né ele tem que dar
ordem traz aí o que que ele faz às vezes
nem ele tem a habilidade de conhecer
muito bem profundamente toda essa galera
mas às vezes mesmo que ele tenha mesmo
que ele a tenha não existe
matematicamente entendi não existe
matematicamente tempo hábil para ele
apresentar todas essas coisas de um modo
de quando ele for apresentar na um um
cara desse nos análise qual e ele vai
apresentar um texto do cara e um texto
que seja mais famoso do cara de 20
páginas aí o cara sai da faculdade ele
sai da faculdade lendo o cara uma vez o
texto de 20 páginas do cara e vai tentar
reproduzir lá o cara aí ele pega uma
essência então tutor como eu falava que
negócio do da da ideia de recuperar a
idade média por exemplo o cara está
reproduzido isso Ele não estudou os
análise no estudo nada profundamente mas
ele capturou lá que num texto que ele
achou que era mais importante que o
professor pegou um tinha que escolher um
aí ele deu lá na mão do aluno o aluno ou
três vezes nós não porque a idade média
era sábado era tratada de uma maneira
esquemática E agora tem que tratar de um
outro jeito aí ele sai com essa frase de
ferro na cabeça então aluno não sai
doutrinado pelo cara lá da escola dos
anais que ele nunca leu ele sai com essa
frase que ele leu ali no bolo de uma de
um texto de 20 linhas que ele leu
correndo para fazer a prova no
justamente grupo é aquele de cor ou três
linhas ali quatro linhas para fazer a
prova para passar porque ele tá ele o
que importa para ele é o caruru perto
Essa é a regra Essa é a regra que vai
muito a né Por exemplo le goff né que o
quer umas pessoa aqui então cara não leu
o negócio ele não lê o negócio ele não
leu não eu não eu ele pegou o aluno
padrão igual não padrão bow Até porque
não tem tempo brother não tem tempo não
existe tempo hábil para você sair
engolindo todas as coisas certa então a
isso vale para o pessoal Daniele que a
gente tá sentando aqui da na minha
zueira e vale para qualquer outra coisa
um tu mas vale sim vale para o cara que
tá na Área Se vale para o cara que tá na
área quanto mais um cara lá da pedagogia
que para a maioria esmagadora dos alunos
é café com leite é café com leite e aí o
que que acontece Às vezes você tem um
corpo né você vai ter um corpo na é de
pedagogos e vão ser tudo para frente Rex
muito para frente Tex é um gente vai
sentar numa lá e tem várias Quando você
vai fazer as aulas de
pedagogia Tem várias coisas para frente
Tex a gente vai sentar num circo às
vezes é por isso que a galera gosta né
não a gente senta num circo e você
participa aí não sei o que está papai
Total mas isso tem o seu lado bom E isso
tem o seu lado contra Porque como é que
você briga com o fato de que você tem
que ensinar a porcaria do negócio para o
vestibular né você tem que ensinar o
negócio para vestibular Então você tem
que conseguir unir para você ser um
professor vai nesse nível você tem que
unir conteúdo conteúdo conta capacidade
de fazer uma alma mais articular que
considere por exemplo Ai aquela situação
que o Astro faz é
eu não vou falar que a falta de
mau-caratismo não mas a
vamos lá o a questão a questão que se
coloca né de que o professor não deve
simplesmente desse é só injetar
informação é assim o cara tem que se
colocar na realidade do é uma coisa que
eu tenho um super dificuldade para fazer
e vocês reclamam de mim porque eu não
sou Paulo Freire cita né às vezes vocês
aparece aqui reclamando tem alguma toda
hora aparece Moleque Ah mas eu tô aqui
que eu vou aprender isso né É porque eu
não tenho essa capacidade que deveria
ter de me colocar na posição de vocês
não tá puxado de vez em quando eu faço
isso chamo desenho animado né não sei o
que é e às vezes até dar certo então
total que é isso que é tipo assim tentar
se colocar na posição de aprender de
ouvir a o aluno para entender a dimensão
da realidade em que ele tá para fazer
aquele controle que eu tô tentando
passar fazer sentido na aqui ela
realidade Total então assim tenho tem
Bora você pega essa leitura e lê da pior
maneira possível que é o seguinte agora
ele quer destruir autoridade ele quer
destruir autoridade é para isso que
serve Paulo Freire ES Essa é a maior
sem-vergonhice existe é maior
sem-vergonhice que existe que é claro
que sai discussão o problema de um
ensino a unilateral feito dessa maneira
né que não é reflexivo e tal tal tal é
claro que o cara tem posições de
esquerda em relação a isso né E você tem
que ajudar o aluno a Deus senso crítico
e não simplesmente engoliu que o
professor tá dizendo mas isso não se a
pode confundir com cara
simplificadamente
dizendo que no autoridade não serve para
nada né a às vezes essa imagem fica
exatamente pelos posmod sem o ao no
maconheiro né que meu Deus vou fumar uma
coisa ou salvar o planeta todo mundo se
ama Vou salvar o planeta vou abraçar uma
árvore Vou salvar o planeta E aí aquilo
com a uma simpatia que tem por Paulo
Freire e tal e aí mistura as imagens a
coisa mais o aluno maioria das vezes não
lê é
a única coisa que eu li nessas coisas de
Faculdade de Educação de Paulo Freire
foi o texto lá dele sobre a educação
bancária e educação bancária só uma
frase de efeito para a gente ficou
falando efeito Você não estudou o cara
Você não estudou o cara você pegou em um
texto do cara de 10 páginas que fala
sobre o problema de educação bancária
que todo mundo vai concordar todo mundo
vai concordar você escutar esse texto
específico um pó eu fui doutrinado por
exemplo todo mundo vai concordar né que
o professor não pode simplesmente chegar
em sala de aula e cuspir um monte de blá
blá que o aluno não vai assim interessar
e ele tem que decorar aqui ou se ele não
decorar para uma bomba na prova e acabou
se é isso que a educação né é um texto
que diz Quase que o óbvio não é quase
que o Óbvio só que hoje tem tempo de
Terra plana inclusive indica mais
necessário ficar repetindo o homem né
então ponto o ponto aqui é menos falar
bem é menos falar bem da figura do Paulo
Freire - falar bem do que mostrar a
realidade desse 10 e a Natália que se
aproveita de uma certa visão que o cara
é de esquerda que o cara tinha afinidade
com o Marxismo que o cara aí o cara usa
isso para usar o fato de que a educação
do país é ruim para juntar as coisas e
criar na imagem da cabeça das pessoas
que educação ruim igual esquerda e é por
causa do Paulo Freire ele fez o estado
aliás muito grande é é porque o Paulo
Freire eu dei por lei e olha que absurdo
é o patrono não sei o que como chocar
não tivesse ela dança internacional né
como se o cara não tivesse relevância
internacional além de Tá certo tá errado
não foi o Pater e decidiu que essa
absurdo né que como que eu quero que o
cara fica sugerindo esses esquemas de
associação e ele não inventou isso é
lícito Brasil para lerdos né e
obviamente o Brasil paralelo dos é
influenciado por educação de Olavo de
Carvalho pediu que esses caras são muito
piores igual nunca vários Olavo de
Carvalho pelo menos sal honesto ele do
que ele tá dizendo não que ele tá
defendendo do que ele quer esses caras
ele show nesse espírito que é Popular
para ganhar votos e eleger tudo bem
fazer isso e em jogar o jogo do cinismo
na política né É assim que acontece
agora a gente não pode ter uma
esquerdinha né ah não mas eu escuto ele
porque ele tem uns lábios que são legais
na questão de telados legais lá dos
legais todo mundo tem todo mundo tem até
o demônio deve ter lados legais agora o
ponto é no conjunto da obra Qual é a
consequência desse tipo de propaganda
desse tipo de
ascender na população que a escola é
ruim porque tem um cara que é patrono do
não sei o que que ninguém nunca nem lê
que ninguém nunca estuda aí a gente diz
foca como é que é o bom como é que
resolve o problema da educação no Brasil
é só tirar o cara é só parar de aplicar
o cara agora tem que ensinar um outro
cara tem que ensinar como se isso
fizesse diferença Como que Como se o que
fizesse diferença ah não fosse como se o
que fizesse diferença não fosse uma
série hiper complexa de fatores das
quais os símbolos O Paulo não é o que a
O que é o fiel da balança na situação
atual não é o fiel da balança e veja eu
eu sou super embora eu seja super
agressivo você já perceberam né embora
eu seja super raivoso né com um discurso
público que a gente faz no YouTube
quando eu tô desses ambientes que tem
essa cultura e que a gente meio que tem
que se adaptar ela essa cultura
pós-moderna mesmo É disso que eu tô
falando Ah E a gente tenta se adaptar o
teu tento me adaptar ela às vezes eu
mudo a língua às vezes eu mando a língua
então fico falando cara esse negócio
aqui se você tá muito abraçar você tá
muito abraçado Mas tá bom vou jogar seu
jogo e aí a gente fez faz estágio não
sei que E aí eu tentei fazer o negócio
de sentar a molecada na roda e parar e
fazer pergunta e fazer o moleque
participar e perguntar da vida dele né
perguntar da vida dele tem que tá me
interessar e tal tal tal eu saí do
negócio abraçado pela mulher não vai
embora não e a gente morde a língua né a
gente morre a linguagem Às vezes a gente
acha que tá consciente preciso não sei o
que tal a gente morde a língua E aí
esses caras não se dão eles pegam um
ambiente que o ambiente é caçador mesmo
ambiente o pós-moderno e castrador mesmo
aí ele pega aquela rejeição que
eventualmente o aluno tem com esse
ambiente castrador pós-moderna e
castrador para caramba e aí ele quer
fazer aquela imagens e lá o autor o
autor no outro século que não tinha nada
a ver com isso né aí na E aí os assuntos
se misturam tudo que te incomoda você
associa você associa e esses caras
trabalham assim o tempo todo é por isso
que eu não respeito eu não respeito que
tem gente que faz besteira é óbvio que
tem agora você não é led figuras assim
que representou a esquerda né as a culpa
é da esquerda como se as pessoas não
pudessem errar e acertar que coisas
ruins e coisas boas né então Esses caras
são os piores da minha opinião e na
minha opinião política e eu me reservo
ao direito de pela é eles são os piores
de todos eles são os piores disparados
né porque eles naturalizam e se tentam
transformar isso não é questão racional
que você entende aí eles eles são
exatamente os que eu faço pega uma
experiência comum né Pega uma
experiência comum e puxam para o lado
negativo e puxam para o lado negativo
isso eu tô atentando entrou atacando o
tempo todo é por isso que que às vezes o
tiro sai para outro lado para o que que
é um ambiente castrador um ambiente
castrador e assim Luiz existe uma visão
de mundo não é uma visão de mundo e se
você sai um pouco desse âmbito dessa
visão de mundo o pessoal comecei a
Creator né o pessoal começa a te olhar
torto ela é o primeiro movimento começa
a te olhar torto daqui a pouco tá
falando de você no canto daqui a pouco é
porque você quer aparecer daqui a pouco
é porque você veio de uma família rica
daqui a pouco é porque eu não sei o que
você não pode pensar diferente é isso
que é um ambiente Caçador né uma e o que
é que aquela coisa dos caras que são da
virtude né o cara se acha dono da
virtude existe uma sociabilidade que
cria essa noção de sedona virtude E aí
se você escapar um pouco daquilo e tiver
uma visão crítica sobre aquela pessoa
que eles apontamentos eles vão e e de
uma maneira ou de outra vai rolar um
rolo compressor social e vai te
desmoralizando vai diminuindo vai te
excluindo acontece mesmo que acontece aí
o que que esses caras fazem eles pegam a
experiência do dedo de uma pessoa
frustrada com esse tipo de situação
que não deve ser pouca gente né que
passa por esse tipo de coisa e aí tenta
e levar aí só o problema é da esquerda
como se isso não fosse o problema da
sociabilidade humana como se isso não
acontece em todos os casos como se não
tivesse mundo de fuga por isso aqui que
me odeia porque eu digo isso esse aqui
outra como se não fosse próprio do ser
social aí ele transforma isso um
problema da do inimigo político dele
como se isso não acontecer direita aí
depois que acontece né ou e lá né água
quando bolsonaro foi eleito depois
tiveram divergências mim aí aconteceu
isso que eu tô falando esse ambiente
castrado você não pode pensar diferente
você é idiota você é besta total aí aí
ele não se não pode ser num social aí
esse cara é bom sou petista né Isso não
é do Social e se não é isso acontece em
todos os lugares entre liberais entrar
na capitalismo não não acontece acontece
só com os caras esquerda e com esse que
agora são meus inimigos à direita que
eles são iguais os de esquerda só por
isso que eles são do mal né então assim
é esse jogo de associação é o maior
cinismo que existe é o maior cinismo
presente no jogo da política né ai eu
sou diferentão de todo mundo é que os
extremos e não sei o que é um cinismo
desgraçados que isso é um problema
social humano né esse é um problema
social humano que eu tô dizendo que esse
essa molecada pós-modernas ela é capaz
oradora isso é em todos os ambientes se
você vive um pouco na internet você já
sabe você já sabe você já sente toda
hora que um pouco da linha aí alguém te
puxa o pé em tesoura e discar nê
escarnece né tenta de diminuir de
destruir então então é isso
[Aplausos]
bom
então é isso O que é isso que eu tinha
para falar para vocês ou é isso que eu
tinha para falar para vocês não tem nada
a ver com o fato de que não tem pessoas
de esquerda não tem influência não tem
isso ir tem tudo isso tem tudo isso tem
tudo isso só que isso tem qualquer
núcleo social é esse é um pouco esse é o
ponto a E aí no você não pode ficar
passando pano para essa essa som ser
porque os caras sabe assistir o vídeo do
Holiday de um ano atrás que ele deixa
claro como é né como é o Paulo Freire
não foi assim nada no no jogo da coisa
mesmo na prática e tem só um espírito de
ser contra o sistema sim meu filho mas
aí todo mundo quer diz que ainda tem
esses pedidos né já Ai como eu sou
contra esses e meia direita e inventou
isso agora nós vamos ficar feliz
inclusive nesse grupo de liberar o
safado também ai Cristiano studies
questioning ilicitudes né então a esse é
o ponto né o shampoo não é o cara faz um
discurso que a linha exatamente colar
ficar velho vai lá para o Brasil para
lerdos e tal a linha ali a linha né
então a é tudo bem você queria alinhar
agora o que eu tô querendo dizer sim a
gente não pode se fazer de sonso Por que
tá acontecendo não pode achar que um
cara é - Olavo de Carvalho Olavo de
Carvalho o ano do cavalo é mais
descarado no máximo
um beijo beijo amo vocês
a menos que você gosta do mbl aí eu BTS

youtu.be/fuWhYbfW_xc

Re: Paulo Freire, Patrono da Educação Brasileira

Avatar do usuário
Agnoscetico
Mensagens: 4655
Registrado em: Sáb, 21 Março 2020 - 11:46 am

Mensagem por Agnoscetico »

Não tem jeito, depois que PF virou doodle no Google, a turma da direita não fica quieto.

Nesse vídeo fala sobre PF teria plagiado professor americano e atribuindo culpa a PF pela "destruição" da educação brasileira; que os livros escritos por ele seria folhetins socialista de pior espécie e que precisa ter estômago forte (direitista) pra que leia isso:

Paulo Freire plagiou professor americano e destruiu a educação brasileira
Spoiler:
é porque alguém ainda celebra o
socialista que dava mais importância a
revolução comunista do que a educação em
si
essa visão libertária sua fonte de
informações de centralizados e
distribuídos Os Comunistas e socialistas
seguidores de Karl Marx sempre se
depararam com um problema fático sério a
tal revolução do proletariado nunca
aconteceu isso muito antes do muro de
Berlim sempre foi o pesadelo marxista
porque não acontece a revolta do
proletariado prevista por Marx lembre-se
na teoria do Marques devido a mais-valia
acumulação do Capital aconteceria de
forma crescente a um ponto que seria
inevitável A Revolta do proletariado
tomando a força os meios de produção e
assim corrigindo os problemas do
materialismo histórico depois da
revolução proletária os meios de
produção na mão do proletariado a
sociedade teria naturalmente para o
comunismo o dinheiro e outras relações
que só são necessárias em uma sociedade
capitalista parece lindo mas nunca
aconteceu lógico nós libertários sabemos
que não aconteceu por um motivo simples
a teoria do Marques estava errada mais
valia não existe veja muita gente comete
o erro de achar que mais valia é o mesmo
que lucro mas não mais valia não é a
mesma coisa que o lucro é um conceito
baseado na diferença entre o valor
absoluto das coisas que Marx entendia
como sendo o valor trabalho o valor do
trabalho empregado para criar aquilo e o
valor devidamente compensado pelo patrão
ou pagar seus empregados o mesmo
trabalhador que usa o seu trabalho para
construir um carro não consegue comprar
este mesmo carro com o seu trabalho isso
acontecia antes de colocar o preço nas
coisas preço custo lucro isso tudo vinha
depois o preço o valor monetário das
coisas era na visão de Marx que o
mecanismo usado para causar a mais Oi e
o lucro uma consequência disso essa
teoria toda portanto depende da
existência de um valor absoluto das
coisas acontece aqui na mesma época que
calmart publicava a sua obra principal o
capital Karl menninger publicou também
sua obra sobre o marginalismo
demonstrando que não há valor absoluto
em nada todo valor é relativo é
subjetivo e é uma comparação feita entre
duas coisas senão a tal valor absoluto
não a mais-valia pode haver um lucro
devido à preferência temporal o pessoal
mas não a mais-valia isso garante que
embora possa existir acumulação de
Capital essa não será sempre crescente e
isso destrói a teoria marxista já na
origem para mais informações sobre isso
veja o vídeo o que é mais-valia no meu
canal ancap.su Classic Mas lógico os
socialistas não sempre achar que Marx
estava certo a revolução na cabeça
dessas pessoas não acontecia por outros
motivos alguns dizia o que é viu as
estruturas de poder na sociedade além da
relação entre patrões e empregados que
impediam que o proletariado se
revoltasse enxergavam várias estruturas
de poder na sociedade Como o estado a
família religião a escola a imprensa as
amizades enfim na visão deles Marx
estava certo mas tem algumas coisas que
atrapalhavam a Revolução desde então
buscaram diversas formas de dinamitar
essas dificuldades a primeira tentativa
foi lógico a revolução Soviética não
houve revolução proletária na União
Soviética houve um golpe político mas na
visão deles derrubado o estado poderia
se impor o estado socialista que
acabaria da mesma forma com um
materialismo histórico e assim era certo
chegarmos ao comunismo mais adiante o
fato de ter acabado com o materialismo
histórico e mesmo assim não ter chegado
o comunismo é prova Cabal de que a
teoria do Max estava errada Lógico o
comunismo como descritos por Marcos
nunca aconteceu na União Soviética e o
povo abandonou o dinheiro nunca deixou
de haver em plásticos de mais
favorecidos e menos favorecidos por la
aristocracia política hoje é
essencialmente socialista no mundo todo
a escola e imprensa claramente foram
tomadas pelo esquerdismo mas os pontos
que os esquerdistas não podiam tomar com
uma família usaram a teoria crítica para
dinamitar assim que foi criado o
patriarcado que era usado para dinamitar
a família o racismo para dinamitar a
amizade toda a teoria crítica marxista
tem por objetivo destruir essas supostas
estruturas de Poder da sociedade e
facilitar a tão sonhada revolução do
proletariado que nunca acontece se você
quer saber mais sobre teoria crítica tem
um outro vídeo meu o que é teoria
crítica marxista dentro dos esforços dos
socialistas estava lógico a doutrinação
escolar isso aconteceu muito antes de
Paulo Freire mas ele foi uma Pedra
Angular nessa história ao pegar o método
lombar e adaptá-lo para a filosofia
comunista não tenha é a grande
contribuição entre aspas do Paulo Freire
para a educação de adultos e crianças no
Brasil é nula tudo que ele fez foi
copiar um método que já existia
incluindo ideais socialistas ali ele
pegou um método de alfabetização baseado
em associar imagens e ideias com as
letras do alfabeto e assim ajudar o
adulto EA criança aprender a ler e
escrever o método lombar que foi
desenvolvido pelo missionário
protestante Frank Charles lombar por
ocasião da tentativa dele de alfabetizar
As Filipinas muita gente nem lembra que
as Filipinas já foram Uma colônia nos
Estados Unidos tendo se tornado
independente apenas após a Segunda
grande Guerra antes disso no início do
século 20 lombar foi enviado com a
missão de alfabetizar os filipinos mas a
tarefa era árdua não apenas havia poucas
pessoas alfabetizadas lá como as Ilhas
acabavam criando uma profusão de
dialetos e palavras locais que
dificultavam o ensino em larga escala
ele então a identificar ideias de
objetos com nomes comuns em todos os
dialetos para permitir a alfabetização
em massa de crianças e adultos por lá
você lembra quando começou a aprender a
ler que o professor mostrava uma árvore
e falava sobre a letra A uma bola e
falava sobre a letra b e assim por
diante incluindo novas letras
paulatinamente sempre associando a
objetos animais frases Então esse é um
método lombar Mas mesmo aqui no Brasil
existem vários objetos que também têm
nomes diferentes em diferentes locais do
país existem seres primitivos por aí que
chama um biscoito de como é que é mesmo
bolacha alguma coisa assim é preciso
então buscar objetos com nome similares
para fazer esse esquema do método lombar
mas mais do que isso a medida que
educação avança é preciso frase simples
ideias Faces para facilitar os primeiros
passos do aprendizado após as letras em
comum o método lobar Partiu para frases
religiosas inspiradoras patrióticas mas
principalmente e em 1943 durante a
segunda guerra com os filipinos
invadidas pelos japoneses lobares teve
um tempo no Recife onde deu palestras e
aulas em Várias escolas e universidades
ele já era famoso pelo método dele de
alfabetização Paulo Freire então pegou o
exato mesmo método lobar mas não adaptou
ele as realidades brasileiras isso já
havia sido feito antes ele apenas pegou
as frases adaptou para doutrinação
socialista inclui o frases e palavras
ligadas ao pressão trabalho indústria
Operário inclui os jargões socialistas
em todas as frases ideias o seu método
Ou seja no final não ajudou em nada a
quem queria aprender a ler e escrever
mas garantiu aos professores brasileiros
uma cartilha de doutrinação que poderiam
usar com facilidade para justificar
impor ideias socialistas a seus alunos
quanto aos livros escritos por eles são
folhetim socialistas da pior espécie se
você um dia tiver e o cálice amontoado
de besteiras e chavões sem sentido vai
se deparar como coisas como o uso
extensivo da dialética marxista do
início ao fim o tal Pedagogia do
Oprimido lógico vem contraposição à
pedagogia bancária que coisas sem
sentido que seria lógico a forma
tradicional de ensino enquanto a
pedagogia das classes opressoras a
pedagogia Tradicional em caro aluno como
uma conta bancária vazia ser enchido de
conhecimento a pedagogia do oprimido
buscar liberar o aluno das amarras
capitalistas e criar um agente de
mudança social olha ele confessa ele
quer criar revolucionários Acho que nem
precisa traduzir isso daqui não entendeu
Essa Ideia ele basicamente propõe que
professores não deve se preocupar com
essas coisas como passar conhecimento
para os alunos isso é besteira é
mentalidade capitalista bancária de você
achar que o professor de 40 anos sabe
mais que o aluno de 14 matemática
opressor história a professora ciência
impressora nada disso importa o papel do
professor nós o segundo Paulo Freire é
formar revolucionário socialista você
vai ver seu amigo esquerdista falando Ah
mas Paulo Freire é cultuado no mundo
todo simples socialistas caramba nenhum
deles teve tanta cara de pau de copiar
l'alba que descaradamente como Paulo
Freire fez mas adoraram a ideia de poder
usar a doutrinação marxista desde a
alfabetização para seus próprios
interesses socialistas ele só é
respeitado entre "outros socialistas

youtu.be/11NH5Yktu3A

Re: Paulo Freire, Patrono da Educação Brasileira

Avatar do usuário
criso
Mensagens: 666
Registrado em: Qui, 19 Março 2020 - 15:57 pm
Localização: Santa Maria (RS)

Mensagem por criso »

'Brasil nunca aplicou Paulo Freire', diz pesquisador
Link: https://www.bbc.com/portuguese/noticias ... ofreire_cc

Amigo pessoal de Freire, Romão diz que críticos do educador "falam bobagem" sobre sua influência na educação brasileira

"Chega de doutrinação marxista. Basta de Paulo Freire". A frase, que aparecia em uma faixa durante a manifestação contra o governo Dilma Rousseff em Brasília, em março de 2015, causou polêmica nas redes sociais e provocou até uma resposta da ONU, defendendo o educador brasileiro famoso mundialmente pela teoria da pedagogia crítica.

Considerado patrono da educação no Brasil desde 2012, Freire dá nome a institutos acadêmicos em países como Finlândia, Inglaterra, Estados Unidos, África do Sul e Espanha, mas, em sua terra natal, tem sido criticado por manifestantes e articulistas pelo que consideram sua "influência esquerdista" no ensino.

O historiador e doutor em Educação José Eustáquio Romão, seu amigo pessoal e especialista em sua obra, discorda: "Paulo Freire nunca foi aplicado na educação brasileira. (...) Ele entra (nas universidades) como frase de efeito, como título de biblioteca, nome de salão."

Re: Paulo Freire, Patrono da Educação Brasileira

Avatar do usuário
Fernando Silva
Conselheiro
Mensagens: 5221
Registrado em: Ter, 11 Fevereiro 2020 - 08:20 am

Mensagem por Fernando Silva »

criso escreveu:
Sex, 24 Setembro 2021 - 16:55 pm
'Brasil nunca aplicou Paulo Freire', diz pesquisador
Link: https://www.bbc.com/portuguese/noticias ... ofreire_cc
Dificilmente aplicaram Paulo Freire ao pé da letra porque provavelmente não o leram.
Mas o usaram como pretexto ou justificativa, tipo os crentes que dizem "A Bíblia manda fazer isto, então vamos fazer aquilo (algo completamente diferente)".

E daí levam às últimas consequências o conceito de que "escola não é para ensinar, é para construir o indivíduo", e o resultado é que há escolas que oferecem trocentas atividades 'construtivas', mas não ensinam matemática nem português.

Re: Paulo Freire, Patrono da Educação Brasileira

Avatar do usuário
Fernando Silva
Conselheiro
Mensagens: 5221
Registrado em: Ter, 11 Fevereiro 2020 - 08:20 am

Mensagem por Fernando Silva »

Postado por Acauan Guajajara
Anexos
Acauan-Mecanica_dos_Fluidos_segundo_Paulo_Freire.jpg

Re: Paulo Freire, Patrono da Educação Brasileira

Avatar do usuário
Agnoscetico
Mensagens: 4655
Registrado em: Sáb, 21 Março 2020 - 11:46 am

Mensagem por Agnoscetico »

Mario Sergio Cortella - Por que Paulo Freire é tão odiado?


youtu.be/gHyOzhJc8Q8

Re: Paulo Freire, Patrono da Educação Brasileira

Pedro Reis
Mensagens: 810
Registrado em: Ter, 24 Março 2020 - 11:28 am

Mensagem por Pedro Reis »

Fernando Silva escreveu:
Sáb, 25 Setembro 2021 - 10:21 am
criso escreveu:
Sex, 24 Setembro 2021 - 16:55 pm
'Brasil nunca aplicou Paulo Freire', diz pesquisador
Link: https://www.bbc.com/portuguese/noticias ... ofreire_cc
Dificilmente aplicaram Paulo Freire ao pé da letra porque provavelmente não o leram.
Mas o usaram como pretexto ou justificativa, tipo os crentes que dizem "A Bíblia manda fazer isto, então vamos fazer aquilo (algo completamente diferente)".

E daí levam às últimas consequências o conceito de que "escola não é para ensinar, é para construir o indivíduo", e o resultado é que há escolas que oferecem trocentas atividades 'construtivas', mas não ensinam matemática nem português.
Estudei em escola pública apenas na 1ª e 2ª série. Estive, mais tarde, em 3 universidades públicas: duas federais e uma estadual.

Jamais vi professor algum aplicar o método Paulo Freire ou basear sua pedagogia nas teses de Paulo Freire.

Muito menos vi professores interessados em "construir indivíduos". As aulas, em sua maioria, eram "cupe e giz". Um conteúdo pré-formatado cuja essência mesmo os alunos mais brilhantes e interessados, raramente penetram.

Ou seja, tudo que Paulo Freire criticou. Exatamente o que ele denominou de "educação cheque" e que eu mesmo, sem conhecer Paulo Freire, chamava de "escola fábrica".

Infelizmente este brilhante pedagogo brasileiro se tornou um dos alvos preferenciais em uma guerra ideológica suja, onde a mentira e a difamação são as armas mais utilizadas.

Este post mesmo, do Acauãn, tem todos os indícios do tipo de coisas que eles inventam e depois as tias do zap espalham. Então o cara se apresenta como "eu sou o professor Paulo Freiriano", o que indica que este é um primeiro dia de aula. Mas o professor Paulofreiriano não diz o próprio nome: "eu sou o Prof. paulofreiriano Luis Augusto", que seria de se esperar. Estranho...

E é um 1º dia de aula, mas o professor paulofreiriano sem nome conclama seus alunos a apresentarem visões não matemáticas do Teorema. (????).

Mas qual teorema se é o 1º dia, o professor acabou de se apresentar e não deu teorema algum ainda?

E nessa altura do campeonato as pessoas ainda acreditam nestes memes sem duvidar e passam pra frente.

Paulo Freire não era apenas de esquerda. Paulo Freire foi comunista e admirava a URSS, Cuba, Fidel Castro e Che Guevara.

E, horor dos horrores, Paulo Freire ajudou a fundar o PT.

Obviamente que um homem assim precisa ser demonizado. Pior ainda por ser o intelectual brasileiro mais citado em monografias de mestrado e doutorado e uma personalidade respeitadíssima em sua área em todo o mundo.

Paulo Freire precisa ser desmoralizado, destruído, transformado na raiz de todos os males da educação no Brasil. E não importa que seja tão estranho que o que está destruindo a educação aqui seja super bem sucedido quando aplicado lá fora. Não importa que a escola pública premiada como de melhor ensino nos EUA, em 2017, aplique o método Paulo Freire.

O homem Paulo Freire era comunista. Logo o pedagogo Paulo Freire é um bosta.

Jorge Amado foi do partido comunista. Logo é uma bosta de escritor, seus romances uma porcaria.

Chico Buarque simpatizava com Cuba. Logo ele não pode ser um dos compositores mais geniais, não do Brasil, mas do mundo.

E Albert Einstein foi comunista também. Escreveu um longo artigo explicando porque o futuro da humanidade seria o comunismo.

Vamos nos livrar da Teoria de Relatividade também!!!

É assim com o bolsonazismo, querem acabar com tudo que não seja bolsonazimo.

Uma pena que só o que exista no bolsonazismo seja a mais absoluta mediocridade.

Manguinhos e Butantan estão repletos de "esquerdistas", eles acham. Então montam um gabinete de crise com a Nilse Yamaguchi, Osmar Terra e a capitã Cloroquina. Botam ator de Malhação na Secretaria de Cultura pra substituir um outro que era nazista e psicótico, mas bolsonarista. Botam terraplanista na Fundação Nacional de Artes e a Ancine (agência para promoção do cinema nacional) está tentando destruir o cinema nacional na sua melhor fase histórica, quando o cinema brasileiro ganhava prêmios em vários festivais importantes.

Qualquer resquício de capacidade, talento e competência neste país deve ser substituído pela mediocridade que se alinha com a bitolação bolsonarista.

Para entender Paulo Freire (o PEDAGOGO) de uma vez por todas.

Educação passou por uma grande transformação com a Revolução Industrial. Antes, mesmo nos países mais ricos e poderosos, quase todo mundo era analfabeto e apenas a elite poderia pagar tutores para seus filhos.

Instruir, portanto, era um processo personalizado, aonde o tutor se relacionava direta e intimamente com seu pupilo (na Grécia Antiga muito direta e intimamente... ). Estudar era mais ou menos como conversas entre professor e aluno onde, claro, o professor sabia mais sobre o que estava ensinando que o aluno. Não havia provas, não havia notas, não havia séries, ninguém passava de ano ou era reprovado. Era uma relação pessoal e o mestre sabia imediatamente se o pupilo estava ou não aprendendo. Se estava ou não interessado.

Excluindo-se a pedofilia dos gregos, esse é o tipo de processo educativo ideal, que faz o aluno se relacionar integralmente com aquilo está aprendendo.

Mas nunca seria possível educar as massas dessa forma. Apenas os nobres e aristocratas teriam acesso à educação.

Com a Revolução Industrial surgiu a escola que reproduzia o modelo da fábrica e instituía a educação em série. Não só porque a Revolução Industrial permitia produzir tijolos em série baratos para construir escolas, carteiras em série, quadro-negros em série, giz em série, cartilhas em série, lápis, cadernos... tudo em série e barato o bastante para ser fornecido a milhares de crianças, mas também porque o próprio modelo da escola passou a seguir o bem sucedido modelo da fábrica: uma linha de produção de ensino.

Na escola fábrica todos os alunos usam o mesmo uniforme, como os operários. As aulas são ministradas sempre de segunda a sexta, e a escola começa a funcionar sempre no mesmo horário, quando toca a sirene da fábic... digo, o sinal da escola. Também o expediente se encerra ao tocar o apito da fábrica, digo, o sinal da escola. Todos sentam em carteiras iguais, usam os mesmos livros, copiam a mesma matéria do quadro negro e o professor dá a mesmíssima aula para todas as turmas.

Passa a existir também um sistema de avaliação padronizado, e todos fazem a mesma prova que recebe uma nota seguindo critérios impessoais e objetivos. É o controle de qualidade da fábrica.

Se um aluno repete de ano, no ano seguinte ele vai assistir exatamente as mesmas aulas. Vai copiar no caderno palavra por palavra daquilo que o professor já tinha escrito no ano anterior.

É uma coisa em série, padronizada, impessoal, que pode ser empregada em milhares de alunos ao mesmo tempo a um baixo custo.

E na escola fábrica, impessoal, o aluno tem metas. Mas a meta do aluno não é o saber; é a nota, é passar de ano.

Na prática, o resultado disso é que os bons alunos se interessam muito por boas notas mas raramente algum aluno se interessa mesmo por aprender. Desenvolve curiosidade e interesse genuíno por Matemática, Física, Química, etc, etc, etc... E isto mesmo entre os assim chamados CDFs.

O modelo escola fábrica foi o cemitério do interesse pelo saber.

É impressionante, se você conversar com um adolescente que estudou sempre em boas escolas e está prestes a fazer o Enem, descobrir o quanto este jovem NÃO SABE.. Ele vai passar no Enem, vai entrar numa federal. Mas ele não entende nada sobre Biologia, Matemática, Literatura, Química, Geografia... mal é capaz de escrever uma redação decente sobre um tema simples.

E isso é a regra entre OS BONS ALUNOS. Nem estou aqui falando dos ruins.

Mas este "bom aluno", nos últimos dez anos, esteve envolvido uma média de 8 horas por dia com estudo e sua família gastou uma pequena fortuna com sua educação.

Evidentemente há algo de muito errado e ineficiente neste paradigma de escola fábrica.

Pois bem, o PEDAGOGO Paulo Freire, comunista comedor de criancinha, foi um dos primeiros a entender e diagnosticar esta síndrome na Educação e propor alternativas que funcionam!!!

Ele estava errado em relação a Fidel Castro. Mas na pedagogia o homem acertou em cheio.

E o pior é que, no mundo inteiro, nos lugares onde a educação avança, é porque a "escola fábrica" está sendo substituída por modelos menos ineficientes. Ou seja, FORA de Paulo Freire não há solução para a educação. E se ele não tivesse existido algum outro, comunista ou não, teria chegado nas mesmas conclusões.

Da mesma forma, se o comunista Albert Einstein não tivesse elaborado a Teoria da Relatividade, algum outro o faria. Comunista ou não.

Porque é a realidade. Porque os fatos são teimosos e cagam para nossas inclinações ideológicas, gostos, moral e preconceitos.

Re: Paulo Freire, Patrono da Educação Brasileira

Avatar do usuário
Hipatia
Mensagens: 277
Registrado em: Qua, 04 Março 2020 - 15:27 pm
Localização: 3ª PEDRA ORBITANDO A ESTRELA AMARELA

Mensagem por Hipatia »

Pedro Reis escreveu:
Seg, 27 Setembro 2021 - 22:12 pm
Fernando Silva escreveu:
Sáb, 25 Setembro 2021 - 10:21 am
criso escreveu:
Sex, 24 Setembro 2021 - 16:55 pm
'Brasil nunca aplicou Paulo Freire', diz pesquisador
Link: https://www.bbc.com/portuguese/noticias ... ofreire_cc
Dificilmente aplicaram Paulo Freire ao pé da letra porque provavelmente não o leram.
Mas o usaram como pretexto ou justificativa, tipo os crentes que dizem "A Bíblia manda fazer isto, então vamos fazer aquilo (algo completamente diferente)".

E daí levam às últimas consequências o conceito de que "escola não é para ensinar, é para construir o indivíduo", e o resultado é que há escolas que oferecem trocentas atividades 'construtivas', mas não ensinam matemática nem português.
Estudei em escola pública apenas na 1ª e 2ª série. Estive, mais tarde, em 3 universidades públicas: duas federais e uma estadual.

Jamais vi professor algum aplicar o método Paulo Freire ou basear sua pedagogia nas teses de Paulo Freire.

Muito menos vi professores interessados em "construir indivíduos". As aulas, em sua maioria, eram "cupe e giz". Um conteúdo pré-formatado cuja essência mesmo os alunos mais brilhantes e interessados, raramente penetram.

Ou seja, tudo que Paulo Freire criticou. Exatamente o que ele denominou de "educação cheque" e que eu mesmo, sem conhecer Paulo Freire, chamava de "escola fábrica".

Infelizmente este brilhante pedagogo brasileiro se tornou um dos alvos preferenciais em uma guerra ideológica suja, onde a mentira e a difamação são as armas mais utilizadas.

Este post mesmo, do Acauãn, tem todos os indícios do tipo de coisas que eles inventam e depois as tias do zap espalham. Então o cara se apresenta como "eu sou o professor Paulo Freiriano", o que indica que este é um primeiro dia de aula. Mas o professor Paulofreiriano não diz o próprio nome: "eu sou o Prof. paulofreiriano Luis Augusto", que seria de se esperar. Estranho...

E é um 1º dia de aula, mas o professor paulofreiriano sem nome conclama seus alunos a apresentarem visões não matemáticas do Teorema. (????).

Mas qual teorema se é o 1º dia, o professor acabou de se apresentar e não deu teorema algum ainda?

E nessa altura do campeonato as pessoas ainda acreditam nestes memes sem duvidar e passam pra frente.

Paulo Freire não era apenas de esquerda. Paulo Freire foi comunista e admirava a URSS, Cuba, Fidel Castro e Che Guevara.

E, horor dos horrores, Paulo Freire ajudou a fundar o PT.

Obviamente que um homem assim precisa ser demonizado. Pior ainda por ser o intelectual brasileiro mais citado em monografias de mestrado e doutorado e uma personalidade respeitadíssima em sua área em todo o mundo.

Paulo Freire precisa ser desmoralizado, destruído, transformado na raiz de todos os males da educação no Brasil. E não importa que seja tão estranho que o que está destruindo a educação aqui seja super bem sucedido quando aplicado lá fora. Não importa que a escola pública premiada como de melhor ensino nos EUA, em 2017, aplique o método Paulo Freire.

O homem Paulo Freire era comunista. Logo o pedagogo Paulo Freire é um bosta.

Jorge Amado foi do partido comunista. Logo é uma bosta de escritor, seus romances uma porcaria.

Chico Buarque simpatizava com Cuba. Logo ele não pode ser um dos compositores mais geniais, não do Brasil, mas do mundo.

E Albert Einstein foi comunista também. Escreveu um longo artigo explicando porque o futuro da humanidade seria o comunismo.

Vamos nos livrar da Teoria de Relatividade também!!!

É assim com o bolsonazismo, querem acabar com tudo que não seja bolsonazimo.

Uma pena que só o que exista no bolsonazismo seja a mais absoluta mediocridade.

Manguinhos e Butantan estão repletos de "esquerdistas", eles acham. Então montam um gabinete de crise com a Nilse Yamaguchi, Osmar Terra e a capitã Cloroquina. Botam ator de Malhação na Secretaria de Cultura pra substituir um outro que era nazista e psicótico, mas bolsonarista. Botam terraplanista na Fundação Nacional de Artes e a Ancine (agência para promoção do cinema nacional) está tentando destruir o cinema nacional na sua melhor fase histórica, quando o cinema brasileiro ganhava prêmios em vários festivais importantes.

Qualquer resquício de capacidade, talento e competência neste país deve ser substituído pela mediocridade que se alinha com a bitolação bolsonarista.

Para entender Paulo Freire (o PEDAGOGO) de uma vez por todas.

Educação passou por uma grande transformação com a Revolução Industrial. Antes, mesmo nos países mais ricos e poderosos, quase todo mundo era analfabeto e apenas a elite poderia pagar tutores para seus filhos.

Instruir, portanto, era um processo personalizado, aonde o tutor se relacionava direta e intimamente com seu pupilo (na Grécia Antiga muito direta e intimamente... ). Estudar era mais ou menos como conversas entre professor e aluno onde, claro, o professor sabia mais sobre o que estava ensinando que o aluno. Não havia provas, não havia notas, não havia séries, ninguém passava de ano ou era reprovado. Era uma relação pessoal e o mestre sabia imediatamente se o pupilo estava ou não aprendendo. Se estava ou não interessado.

Excluindo-se a pedofilia dos gregos, esse é o tipo de processo educativo ideal, que faz o aluno se relacionar integralmente com aquilo está aprendendo.

Mas nunca seria possível educar as massas dessa forma. Apenas os nobres e aristocratas teriam acesso à educação.

Com a Revolução Industrial surgiu a escola que reproduzia o modelo da fábrica e instituía a educação em série. Não só porque a Revolução Industrial permitia produzir tijolos em série baratos para construir escolas, carteiras em série, quadro-negros em série, giz em série, cartilhas em série, lápis, cadernos... tudo em série e barato o bastante para ser fornecido a milhares de crianças, mas também porque o próprio modelo da escola passou a seguir o bem sucedido modelo da fábrica: uma linha de produção de ensino.

Na escola fábrica todos os alunos usam o mesmo uniforme, como os operários. As aulas são ministradas sempre de segunda a sexta, e a escola começa a funcionar sempre no mesmo horário, quando toca a sirene da fábic... digo, o sinal da escola. Também o expediente se encerra ao tocar o apito da fábrica, digo, o sinal da escola. Todos sentam em carteiras iguais, usam os mesmos livros, copiam a mesma matéria do quadro negro e o professor dá a mesmíssima aula para todas as turmas.

Passa a existir também um sistema de avaliação padronizado, e todos fazem a mesma prova que recebe uma nota seguindo critérios impessoais e objetivos. É o controle de qualidade da fábrica.

Se um aluno repete de ano, no ano seguinte ele vai assistir exatamente as mesmas aulas. Vai copiar no caderno palavra por palavra daquilo que o professor já tinha escrito no ano anterior.

É uma coisa em série, padronizada, impessoal, que pode ser empregada em milhares de alunos ao mesmo tempo a um baixo custo.

E na escola fábrica, impessoal, o aluno tem metas. Mas a meta do aluno não é o saber; é a nota, é passar de ano.

Na prática, o resultado disso é que os bons alunos se interessam muito por boas notas mas raramente algum aluno se interessa mesmo por aprender. Desenvolve curiosidade e interesse genuíno por Matemática, Física, Química, etc, etc, etc... E isto mesmo entre os assim chamados CDFs.

O modelo escola fábrica foi o cemitério do interesse pelo saber.

É impressionante, se você conversar com um adolescente que estudou sempre em boas escolas e está prestes a fazer o Enem, descobrir o quanto este jovem NÃO SABE.. Ele vai passar no Enem, vai entrar numa federal. Mas ele não entende nada sobre Biologia, Matemática, Literatura, Química, Geografia... mal é capaz de escrever uma redação decente sobre um tema simples.

E isso é a regra entre OS BONS ALUNOS. Nem estou aqui falando dos ruins.

Mas este "bom aluno", nos últimos dez anos, esteve envolvido uma média de 8 horas por dia com estudo e sua família gastou uma pequena fortuna com sua educação.

Evidentemente há algo de muito errado e ineficiente neste paradigma de escola fábrica.

Pois bem, o PEDAGOGO Paulo Freire, comunista comedor de criancinha, foi um dos primeiros a entender e diagnosticar esta síndrome na Educação e propor alternativas que funcionam!!!

Ele estava errado em relação a Fidel Castro. Mas na pedagogia o homem acertou em cheio.

E o pior é que, no mundo inteiro, nos lugares onde a educação avança, é porque a "escola fábrica" está sendo substituída por modelos menos ineficientes. Ou seja, FORA de Paulo Freire não há solução para a educação. E se ele não tivesse existido algum outro, comunista ou não, teria chegado nas mesmas conclusões.

Da mesma forma, se o comunista Albert Einstein não tivesse elaborado a Teoria da Relatividade, algum outro o faria. Comunista ou não.

Porque é a realidade. Porque os fatos são teimosos e cagam para nossas inclinações ideológicas, gostos, moral e preconceitos.
:clap: :clap: :clap:
AVE ENTROPIA MORITURI TE SALUTANT

Re: Paulo Freire, Patrono da Educação Brasileira

Avatar do usuário
Fernando Silva
Conselheiro
Mensagens: 5221
Registrado em: Ter, 11 Fevereiro 2020 - 08:20 am

Mensagem por Fernando Silva »

O resultado desastroso do método Paulo Freire nas escolas dos Estados Unidos

James Lindsay 21/04/2024

Imagem
Painel em homenagem a Paulo Freire na sede da CUT do Distrito Federal.| Foto: Valter Campanato/Agência Brasil

Como se sabe, o nome do professor pernambucano Paulo Freire (1921-1997) é um dos mais citados em trabalhos acadêmicos mundo afora. Mas não deixa de ser uma surpresa o fato de que a influência de seu método pedagógico, de bases marxistas, tenha influenciado até o sistema educacional dos EUA — polo central do capitalismo contemporâneo.

Em ‘A Pedagogia do Marxismo’, o escritor americano James Lindsay analisa o impacto das ideias “freirianas” em seu país e afirma: além de destruir a educação, o brasileiro está por trás da radicalização política atual. Leia a seguir um trecho do livro, lançado em março no Brasil pelo selo Avis Rara.

Paulo Freire não foi meramente um educador. Ele foi um pós-colonialista radical e um marxista.

É preciso também compreendê-lo como uma figura religiosa, especificamente um teólogo da libertação, ou pelo menos um devoto da teologia da libertação, que podemos descrever como marxismo disfarçado de catolicismo.

Os registros religiosos na pedagogia de Freire — na teologia do marxismo — não são meramente casuais nem secundários.

Eles são absolutamente fundamentais para o seu trabalho, que, portanto, deve ser reconhecido como uma forma explícita e intencional de ensino religioso.

Na realidade, seria melhor considerar que Paulo Freire foi o principal divulgador da teologia e da prática do marxismo na última metade do século XX.

No final das contas, o mais simples resumo do extenso conjunto da obra de Paulo Freire é que ele marxificou a educação, transformando-a em um tipo de ensino religioso que o nosso estado atualmente respalda, financia, apoia, promove e demanda.

Dizer que Freire “marxificou” a educação não é dizer que ele injetou ideias marxistas nela, e também não é dizer que ele a adaptou para que servisse à doutrinação marxista, como nós geralmente a compreendemos.

Freire transformou a própria teoria da educação (pedagogia) numa teoria da pedagogia marxista. Ele mudou até o significado do que é ser educado (ou letrado) da mesma maneira.

Freire criou uma teoria marxista do conhecimento que permeia toda a sua teoria da educação, e construiu uma práxis marxista de reforma do pensamento em torno dela. Esse é o seu legado.

Suas escolas — as quais praticamente todas as nossas crianças na América do Norte frequentam, ao menos até certo ponto —, portanto, tratam a educação como um marxista a trataria se o conhecimento propriamente dito fosse entendido como um tipo de capital cultural que Marx, se visse isso dessa maneira, aboliria.

Em minha opinião, é principalmente por esse motivo que as escolas norte-americanas têm fracassado tão completamente em ensinar as crianças a ler, escrever e fazer cálculos matemáticos, entender História e educação cívica, e tornarem-se cientificamente instruídas, mesmo no nível da série em que estão, apesar dos substanciais e cada vez maiores recursos (públicos ou outros) que são destinados à tarefa da educação.

A finalidade do que as escolas freirianas consideram “educação” não poderia estar mais distante disso — na realidade, a sua finalidade é transformar nossos filhos em marxistas.

Nos Estados Unidos como um todo, o fracasso no desempenho escolar, particularmente nas escolas públicas, é absolutamente condenável, até mesmo por padrões internacionais que são um tanto torpes.

Embora isso varie de acordo com a disciplina, série e o estado, nas escolas públicas norte-americanas em geral, menos de um terço dos estudantes têm desempenho dentro da média.

O analfabetismo e a incapacidade em matemática são cada vez mais a norma (e não a exceção), a ser enfrentada com demandas crescentes por programas, dinheiro e “igualdade”, outra finalidade marxista.

Nada disso funcionará enquanto a pedagogia de Freire estiver instalada no cerne da educação. Seria mais proveitoso colocar fogo no dinheiro (ou deixar que as pessoas fiquem com ele).

Enquanto isso, as salas de aula ficam cada vez mais fora de controle graças a tendências relacionadas (marxistas), como a “justiça restaurativa”, e estudantes vão sendo pouco a pouco afastados do processo escolar e do conteúdo acadêmico em suas escolas.

Esse exorbitante fracasso está acontecendo num cenário de padrões e avaliações aparentemente muito rigorosos (todos os estudantes são bem-sucedidos, núcleo comum, etc.), envolvimento excessivo e doações de fundações e ONGs agora suspeitas, e rios de dinheiro federal e estadual adicional despejados nas escolas — muitas vezes destinado de maneira ilegítima, até mesmo por meio da Lei CARES, que destinava recursos de assistência na pandemia de coronavírus.

Muitos fatores contribuíram para o fracasso da educação nesse aspecto, mas pouco se fala diretamente a respeito do enorme impacto das ideias desastrosas de Paulo Freire, as quais não podem levar ao sucesso acadêmico, por mais dinheiro que seja desperdiçado para impulsioná-las.

Na realidade, razões não faltam para acreditarmos que quanto mais essas abordagens forem financiadas, piores serão os resultados.

Por esse motivo, a pedagogia crítica de Paulo Freire é um abjeto fracasso antieducacional, que deveria ser extirpado tanto do nosso ambiente de educação primária e secundária quanto das faculdades de pedagogia o mais rápido e mais completamente possível.

Na verdade, ela jamais deveria ter sido adotada, e as pessoas que se encarregaram de colocá-la em prática deveriam ser responsabilizadas pelos danos inacreditáveis que ela causou em 40 anos de interferência.

Essas ideias eram terríveis e infundadas já quando foram escritas nos anos 1960 e quando foram aceitas na América do Norte nos anos 1980, e não tiveram nem uma gota de aprimoramento nas décadas que se seguiram.

A sua adoção e inclusão, primeiro nas faculdades de pedagogia norte-americanas, depois nas escolas primárias e secundárias, deve ser considerada um dos maiores escândalos acadêmicos na História mundial.

Sem dúvida, a usurpação “crítica” da educação deve ser considerada nada menos que um crime contra a humanidade.
https://www.gazetadopovo.com.br/ideias/ ... os-unidos/

Re: Paulo Freire, Patrono da Educação Brasileira

Avatar do usuário
Agnoscetico
Mensagens: 4655
Registrado em: Sáb, 21 Março 2020 - 11:46 am

Mensagem por Agnoscetico »

Spoiler:
Fernando Silva escreveu:
Qua, 24 Abril 2024 - 08:27 am
O resultado desastroso do método Paulo Freire nas escolas dos Estados Unidos

James Lindsay 21/04/2024

Imagem
Painel em homenagem a Paulo Freire na sede da CUT do Distrito Federal.| Foto: Valter Campanato/Agência Brasil

Como se sabe, o nome do professor pernambucano Paulo Freire (1921-1997) é um dos mais citados em trabalhos acadêmicos mundo afora. Mas não deixa de ser uma surpresa o fato de que a influência de seu método pedagógico, de bases marxistas, tenha influenciado até o sistema educacional dos EUA — polo central do capitalismo contemporâneo.

Em ‘A Pedagogia do Marxismo’, o escritor americano James Lindsay analisa o impacto das ideias “freirianas” em seu país e afirma: além de destruir a educação, o brasileiro está por trás da radicalização política atual. Leia a seguir um trecho do livro, lançado em março no Brasil pelo selo Avis Rara.

Paulo Freire não foi meramente um educador. Ele foi um pós-colonialista radical e um marxista.

É preciso também compreendê-lo como uma figura religiosa, especificamente um teólogo da libertação, ou pelo menos um devoto da teologia da libertação, que podemos descrever como marxismo disfarçado de catolicismo.

Os registros religiosos na pedagogia de Freire — na teologia do marxismo — não são meramente casuais nem secundários.

Eles são absolutamente fundamentais para o seu trabalho, que, portanto, deve ser reconhecido como uma forma explícita e intencional de ensino religioso.

Na realidade, seria melhor considerar que Paulo Freire foi o principal divulgador da teologia e da prática do marxismo na última metade do século XX.

No final das contas, o mais simples resumo do extenso conjunto da obra de Paulo Freire é que ele marxificou a educação, transformando-a em um tipo de ensino religioso que o nosso estado atualmente respalda, financia, apoia, promove e demanda.

Dizer que Freire “marxificou” a educação não é dizer que ele injetou ideias marxistas nela, e também não é dizer que ele a adaptou para que servisse à doutrinação marxista, como nós geralmente a compreendemos.

Freire transformou a própria teoria da educação (pedagogia) numa teoria da pedagogia marxista. Ele mudou até o significado do que é ser educado (ou letrado) da mesma maneira.

Freire criou uma teoria marxista do conhecimento que permeia toda a sua teoria da educação, e construiu uma práxis marxista de reforma do pensamento em torno dela. Esse é o seu legado.

Suas escolas — as quais praticamente todas as nossas crianças na América do Norte frequentam, ao menos até certo ponto —, portanto, tratam a educação como um marxista a trataria se o conhecimento propriamente dito fosse entendido como um tipo de capital cultural que Marx, se visse isso dessa maneira, aboliria.

Em minha opinião, é principalmente por esse motivo que as escolas norte-americanas têm fracassado tão completamente em ensinar as crianças a ler, escrever e fazer cálculos matemáticos, entender História e educação cívica, e tornarem-se cientificamente instruídas, mesmo no nível da série em que estão, apesar dos substanciais e cada vez maiores recursos (públicos ou outros) que são destinados à tarefa da educação.

A finalidade do que as escolas freirianas consideram “educação” não poderia estar mais distante disso — na realidade, a sua finalidade é transformar nossos filhos em marxistas.

Nos Estados Unidos como um todo, o fracasso no desempenho escolar, particularmente nas escolas públicas, é absolutamente condenável, até mesmo por padrões internacionais que são um tanto torpes.

Embora isso varie de acordo com a disciplina, série e o estado, nas escolas públicas norte-americanas em geral, menos de um terço dos estudantes têm desempenho dentro da média.

O analfabetismo e a incapacidade em matemática são cada vez mais a norma (e não a exceção), a ser enfrentada com demandas crescentes por programas, dinheiro e “igualdade”, outra finalidade marxista.

Nada disso funcionará enquanto a pedagogia de Freire estiver instalada no cerne da educação. Seria mais proveitoso colocar fogo no dinheiro (ou deixar que as pessoas fiquem com ele).

Enquanto isso, as salas de aula ficam cada vez mais fora de controle graças a tendências relacionadas (marxistas), como a “justiça restaurativa”, e estudantes vão sendo pouco a pouco afastados do processo escolar e do conteúdo acadêmico em suas escolas.

Esse exorbitante fracasso está acontecendo num cenário de padrões e avaliações aparentemente muito rigorosos (todos os estudantes são bem-sucedidos, núcleo comum, etc.), envolvimento excessivo e doações de fundações e ONGs agora suspeitas, e rios de dinheiro federal e estadual adicional despejados nas escolas — muitas vezes destinado de maneira ilegítima, até mesmo por meio da Lei CARES, que destinava recursos de assistência na pandemia de coronavírus.

Muitos fatores contribuíram para o fracasso da educação nesse aspecto, mas pouco se fala diretamente a respeito do enorme impacto das ideias desastrosas de Paulo Freire, as quais não podem levar ao sucesso acadêmico, por mais dinheiro que seja desperdiçado para impulsioná-las.

Na realidade, razões não faltam para acreditarmos que quanto mais essas abordagens forem financiadas, piores serão os resultados.

Por esse motivo, a pedagogia crítica de Paulo Freire é um abjeto fracasso antieducacional, que deveria ser extirpado tanto do nosso ambiente de educação primária e secundária quanto das faculdades de pedagogia o mais rápido e mais completamente possível.

Na verdade, ela jamais deveria ter sido adotada, e as pessoas que se encarregaram de colocá-la em prática deveriam ser responsabilizadas pelos danos inacreditáveis que ela causou em 40 anos de interferência.

Essas ideias eram terríveis e infundadas já quando foram escritas nos anos 1960 e quando foram aceitas na América do Norte nos anos 1980, e não tiveram nem uma gota de aprimoramento nas décadas que se seguiram.

A sua adoção e inclusão, primeiro nas faculdades de pedagogia norte-americanas, depois nas escolas primárias e secundárias, deve ser considerada um dos maiores escândalos acadêmicos na História mundial.

Sem dúvida, a usurpação “crítica” da educação deve ser considerada nada menos que um crime contra a humanidade.
https://www.gazetadopovo.com.br/ideias/ ... os-unidos/
Mas tem as fontes sobre educação dos EUA ter aplicado algum método de Paulo Freire?

Fui conferir sobre esse escritor, se for o mesmo que encontrei, ele teri se envolvido em controvérsias e até conspiracionismo:

James A. Lindsay

https://en.wikipedia.org/wiki/James_A._Lindsay
Conspiracy theory promotion
Lindsay has promoted several prominent conspiracy theories.[4][7]

He is a proponent of the right-wing LGBT grooming conspiracy theory and has been credited as one of several public figures responsible for popularizing "groomer" as a slur directed at LGBTQ educators and activists by members of the political right.[24][40][41] Lindsay has referred to the Pride flag as "the flag of a hostile enemy."[5][23]

In 2021, Lindsay wrote on Twitter that "there will be" a genocide of whites if critical race theory "isn't stopped."[42] His statement was met with widespread criticism, including from founder of libertarian anti-identity politics magazine Quillette Claire Lehmann who wrote: "James Lindsay is now peddling White Genocide Theory. Implying that a genocide against whites in the U.S. is imminent has the potential to inspire racist violence. Such comments are extreme, reckless, and irresponsible. They should be denounced."[42][43]

Lindsay has promoted the far-right Cultural Marxism conspiracy theory,[44][34][6][45][better source needed] which alleges a concerted effort by Marxist critical theorists to undermine Western civilization using Marxism.[6][44]

Re: Paulo Freire, Patrono da Educação Brasileira

Avatar do usuário
Tutu
Mensagens: 2257
Registrado em: Qui, 09 Abril 2020 - 17:03 pm

Mensagem por Tutu »

Nunca entendi essa teoria da conspiração sobre Paulo Freire. Em nenhum lugar está escrito uma lista com os principais preceitos do método de Paulo Freire. Assim, não é possível saber se ele é aplicado ou se ele é bom.

De fato, nenhuma educação libertadora existe e pensamento crítico existe. As crianças apenas estão aprendendo ideias prontas. Educação libertadora existe e pensamento crítico passa a ideia de criticar tudo na sociedade e a buscar liberdade contra os problemas, mas isso não é o que ocorre na prática. O povo de direito ou esquerda continua igual a gado acreditando em ideias que fazem mal como fossem boas para elas e estão fechadas a ideias diferentes.

Agnoscetico escreveu:
Qui, 25 Abril 2024 - 00:07 am
Conspiracy theory promotion
Lindsay has promoted several prominent conspiracy theories.[4][7]

He is a proponent of the right-wing LGBT grooming conspiracy theory and has been credited as one of several public figures responsible for popularizing "groomer" as a slur directed at LGBTQ educators and activists by members of the political right.[24][40][41] Lindsay has referred to the Pride flag as "the flag of a hostile enemy."[5][23]

In 2021, Lindsay wrote on Twitter that "there will be" a genocide of whites if critical race theory "isn't stopped."[42] His statement was met with widespread criticism, including from founder of libertarian anti-identity politics magazine Quillette Claire Lehmann who wrote: "James Lindsay is now peddling White Genocide Theory. Implying that a genocide against whites in the U.S. is imminent has the potential to inspire racist violence. Such comments are extreme, reckless, and irresponsible. They should be denounced."[42][43]

Lindsay has promoted the far-right Cultural Marxism conspiracy theory,[44][34][6][45][better source needed] which alleges a concerted effort by Marxist critical theorists to undermine Western civilization using Marxism.[6][44]
Não é teoria da conspiração. A realidade já começou. Só ver que já existe racismo contra branco e supremacismo LGBT e as pessoas sem o direito de se defender.

Re: Paulo Freire, Patrono da Educação Brasileira

Avatar do usuário
Leo Kruger
Mensagens: 91
Registrado em: Seg, 18 Março 2024 - 11:34 am

Mensagem por Leo Kruger »

Tutu escreveu:
Sáb, 27 Abril 2024 - 16:55 pm
Nunca entendi essa teoria da conspiração sobre Paulo Freire.
Teoria de conspiração? Impressionante como essa tática de criar mentiras por meio da ridicularização ganham força. É uma máquina de doutrinação travestida de método pedagógico. Em todos os livros ele critica o capitalismo abertamente, quer o fim de classes sociais, cita Marx, Lenin, Guevara, todas as suas ideias que se alinham com a visão socialista além de criar um "nós contra eles" na teoria do oprimido vs. opressor. É só ler Paulo Freire.
Em nenhum lugar está escrito uma lista com os principais preceitos do método de Paulo Freire. Assim, não é possível saber se ele é aplicado ou se ele é bom.
Errado, tem várias abordagens, é basicamente uma educação voltada a critica da realidade. O problema é que ela induz a crítica ao capitalismo e promove o ódio de classes.
De fato, nenhuma educação libertadora existe e pensamento crítico existe. As crianças apenas estão aprendendo ideias prontas. Educação libertadora existe e pensamento crítico passa a ideia de criticar tudo na sociedade e a buscar liberdade contra os problemas, mas isso não é o que ocorre na prática. O povo de direito ou esquerda continua igual a gado acreditando em ideias que fazem mal como fossem boas para elas e estão fechadas a ideias diferentes.
Nenhuma educação libertadora e pensamento crítico vindo do estado* existe. A educação pública, gratuita e obrigatória foi criada pelo Bismarck com o único intuito de doutrinação :lol: acho que teve algumas pessoas antes dele com a mesma ideia, religiosos doidos querendo ensinar cristianismo obrigatório e afins. A educação pública e obrigatória é um pilar pra controle de massas, se não fosse, não veríamos tantos ditadores, fascistas, nazistas e autoritários reformulando a educação assim que tomam o poder. Quantos de vocês estariam nesse fórum se não fosse pelo amplo conhecimento adquirido fora da escola como na internet?

"O que não expressou Guevara, talvez por sua humildade, é que foram exatamente esta humildade e a sua capacidade de amar que possibilitaram a sua ‘comunhão’ com o povo. (...). Este homem excepcional revelava uma profunda capacidade de amar e comunicar-se"

Paulo Freire <3

Re: Paulo Freire, Patrono da Educação Brasileira

Avatar do usuário
Fernando Silva
Conselheiro
Mensagens: 5221
Registrado em: Ter, 11 Fevereiro 2020 - 08:20 am

Mensagem por Fernando Silva »

Leo Kruger escreveu:
Sáb, 27 Abril 2024 - 23:15 pm
"O que não expressou Guevara, talvez por sua humildade, é que foram exatamente esta humildade e a sua capacidade de amar que possibilitaram a sua ‘comunhão’ com o povo. (...). Este homem excepcional revelava uma profunda capacidade de amar e comunicar-se"

Paulo Freire <3
Che Guevara em discurso na ONU:
"Fuzilamos e continuaremos fuzilando"

Re: Paulo Freire, Patrono da Educação Brasileira

Avatar do usuário
Tutu
Mensagens: 2257
Registrado em: Qui, 09 Abril 2020 - 17:03 pm

Mensagem por Tutu »

Leo Kruger escreveu:
Sáb, 27 Abril 2024 - 23:15 pm
Errado, tem várias abordagens, é basicamente uma educação voltada a critica da realidade. O problema é que ela induz a crítica ao capitalismo e promove o ódio de classes.
Como ele faz isso em aulas de matemática e ciências naturais?
é basicamente uma educação voltada a critica da realidade. O problema é que ela induz a crítica ao capitalismo
Comunismo é um fracasso, mas não significa que capitalismo seja bom e livre de críticas. Existe problemas ambientais, excesso de trabalho, capitalismo de compadrio, etc. E existe muita sujeira ocorrendo sem "regulamentação do Estado esquerdista" (ver Farmacêuticas).
Nenhuma educação libertadora e pensamento crítico vindo do estado* existe. A educação pública, gratuita e obrigatória foi criada pelo Bismarck com o único intuito de doutrinação :lol: acho que teve algumas pessoas antes dele com a mesma ideia, religiosos doidos querendo ensinar cristianismo obrigatório e afins. A educação pública e obrigatória é um pilar pra controle de massas, se não fosse, não veríamos tantos ditadores, fascistas, nazistas e autoritários reformulando a educação assim que tomam o poder. Quantos de vocês estariam nesse fórum se não fosse pelo amplo conhecimento adquirido fora da escola como na internet?
O sistema que é usado hoje no Brasil é completamente baseado nesse prussiano, criado para doutrinar pessoas, criar nacionalismo, aprender a seguir ordens.
O método de Paulo Freire critica o modelo prussiano.
O método usado num dos melhores sistema de educação, o finlandês, diverge muito do de base prussiana.

O modelo finlandês tem um número pequeno de alunos por professor. Aplicá-lo com muitos alunos bagunceiros por professor num lugar sucateado é a receita para o fracasso.

Re: Paulo Freire, Patrono da Educação Brasileira

anthonyparkin
Mensagens: 1
Registrado em: Seg, 13 Maio 2024 - 00:49 am

Mensagem por anthonyparkin »

Na minha opinião, a economia também é parte da razão pela qual muitas pessoas já não pensam muito em casar e ter filhos (custo).

Equilibrar e impulsionar a economia também ajuda a promover o equilíbrio populacional.

Re: Paulo Freire, Patrono da Educação Brasileira

Avatar do usuário
Fernando Silva
Conselheiro
Mensagens: 5221
Registrado em: Ter, 11 Fevereiro 2020 - 08:20 am

Mensagem por Fernando Silva »

anthonyparkin escreveu:
Seg, 13 Maio 2024 - 23:33 pm
Na minha opinião, a economia também é parte da razão pela qual muitas pessoas já não pensam muito em casar e ter filhos (custo).

Equilibrar e impulsionar a economia também ajuda a promover o equilíbrio populacional.
Quando as pessoas podem economizar para uma velhice tranquila, não se preocupam em ter filhos para sustentá-los depois.

Re: Paulo Freire, Patrono da Educação Brasileira

Avatar do usuário
Agnoscetico
Mensagens: 4655
Registrado em: Sáb, 21 Março 2020 - 11:46 am

Mensagem por Agnoscetico »

Off_topic:
anthonyparkin escreveu:
Seg, 13 Maio 2024 - 23:33 pm
Na minha opinião, a economia também é parte da razão pela qual muitas pessoas já não pensam muito em casar e ter filhos (custo).

Equilibrar e impulsionar a economia também ajuda a promover o equilíbrio populacional.
Tem um tópico sobre esse tema:
Off_topic:
Problemas demográficos / populacionais

https://clubeceticismo.com.br/viewtopic.php?t=780
Responder